Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

Medo Clássico

4 autores que influenciaram o terror por toda eternidade

Mestres que ainda são capazes de assombrar e encantar gerações; suas criações são imortais

A linha Medo Clássico foi criada para reverenciar as maiores e mais influentes obras do terror, assim como seus autores. Mestres que há séculos influenciam a literatura, o teatro, o cinema e toda a cultura pop são objeto de estudo e referência para uma infinidade de outros artistas talentosos, que sabem absorver e emular os ensinamentos extraídos dessas histórias.

Edgar Allan Poe

O mestre Edgar Allan Poe influenciou uma infinidade de obras e artistas com os elementos sombrios de suas histórias. O cineasta Alfred Hitchcock chegou a declarar que Poe foi uma de suas maiores influências.

Diversos filmes e séries sobre seus contos também foram produzidos, como The Following e o filme O Corvo, com versões lançadas em 1935 e 1963. Os renomados diretores de terror Dario Argento e George Romero, também se inspiraram em Poe para o filme Dois Olhos Satânicos, de 1990. As referências às obras do mestre e até mesmo à sua figura são inúmeras. Seja no cinema ou na literatura, Poe é imortal. Pela DarkSide® Books, o mestre ganhou duas edições: Edgar Allan Poe: Medo Clássico, Volume 1 e Edgar Allan Poe: Medo Clássico: Volume 2.

Mary Shelley

Mary Shelley escreveu um dos maiores clássicos do terror quando tinha apenas 19 anos. Ao criar sua história fantástica, a autora de Frankenstein – que ganhou uma edição digna da Criatura pela DarkSide Books -, fez nascer, também, o primeiro mito dos tempos modernos, além de contribuir diretamente para a criação da ficção científica.

O cineasta Tim Burton já fez referências às obras de Shelley em seus filmes e Stan Lee afirmou que criou Hulk baseado na Criatura do livro. Frankenstein tornou-se muito maior do que as páginas dos livros e entrou para a história da literatura e da cultura pop. Sem imaginar que seu Monstro jamais seria esquecido, Shelley nos mostrou que uma boa história é atemporal.

H.P. Lovecraft

Lovecraft criou o gênero terror cósmico e nos apresentou os Mitos de Cthulhu, que, além da criatura gigantesca que habita as profundezas do mar e provoca muitas dúvidas sobre a pronúncia de seu estranho nome, também retratam um panteão de monstros e seres fantásticos que fazem parte de seus contos de ficção científica e horror.

O responsável pela criação desse universo é considerado o sucessor de Edgar Allan Poe e suas histórias influenciaram bandas como Metallica e Iron Maiden, além de inspirar os zumbis de George Romero, o cineasta Guillermo del Toro e mais uma infinidade de obras e artistas. Mencionar ou fazer referências a um dos mestres do terror virou até estilo: lovecraftiano.

Em homenagem ao mestre, a DarkSide® publicou H.P. Lovecraft: Medo Clássico, Vol. 1, uma seleção especial de contos e novelas do autor que revolucionou o terror e a ficção científica no século XX — em duas luxuosas edições: Cosmic Edition, uma viagem aos recantos mais alucinados da mente de Lovecraft, mesclando loucura e realidade, e Miskatonic Edition, uma obra-prima para sua biblioteca, inspirada na universidade que o escritor criou em seus contos.

Bram Stoker

Bram Stoker criou a história de vampiro mais célebre de todos os tempos. Publicado originalmente em 1897, Drácula é um romance epistolar, ou seja, contado como uma série de cartas, relatos em diário, jornais e registros de bordo. A partir da genialidade do mestre Bram Stoker, uma infinidade de obras inspiradas no vampiro surgiram ao longo dos mais de 120 anos de sua primeira publicação.

Assim como ocorreu com H.P. Lovecraft, a DarkSide® Books lançou duas edições para Drácula: First Edition, com a icônica capa amarela da primeira publicação, em 1897, uma edição inédita no mercado brasileiro que eterniza o brilho e o encanto do sol, algo inalcançável diante de toda a dor da eternidade, e a Dark Edition, dedicada aos leitores trevosos de coração sombrio. Por dentro ambas carregam o mesmo conteúdo sangrento; por fora demonstram a vida e a beleza de um clássico imortal.

Há referências ao vampiro em todas as áreas: no cinema, no teatro, nos quadrinhos, em séries. Nas telonas, a brilhante atuação do húngaro Bela Lugosi imortalizou o semblante de Drácula em nossas mentes. O filme Drácula, com Lugosi no papel principal, foi filmado em 1931 e dirigido por Tod Browning.

Porém, foi em 1992 que o cinema ganhou a versão definitiva deste clássico. Dirigido por Francis Ford Coppola e estrelado por Gary Oldman, Anthony Hopkins, Winona Rider e Keanu Reeves, Drácula de Bram Stoker, foi um sucesso instantâneo e reacendeu o culto ao monstro que morde pescoços e suga o sangue de suas vítimas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Edgar Allan Poe: Medo Clássico Vol. 2
R$ 59.90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
H.P. Lovecraft - Cosmic Edition
R$ 59.90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Cine Book ClubFilmesSéries

Como o clássico Cabo do Medo foi parar em Os Simpsons

Violento, visceral e, por quê não?, cômico. Cabo do Medo, obra-prima de John D....

Por DarkSide
Darklove

O olhar apurado de Tabitha King para boas histórias

Uma história sobre um livro que poderia render um novo livro. Só dessa forma...

Por DarkSide
Cine Book ClubFilmesListas

6 curiosidades fantásticas sobre a vida e a obra de George Lucas

George Lucas pode se orgulhar de um dos maiores feitos de sua carreira. A saga Star...

Por DarkSide
Cine Book ClubFilmes

75 anos de George Lucas: uma mente genial em prol do bem

George Walton Lucas Jr., ou, como todos os geeks conheceram e aprenderam a venerar,...

Por DarkSide
Crime SceneFilmes

Zac Efron sobre interpretar Ted Bundy: “Queria fazer o filme pelas vítimas”

Por Kira Cochrane (The Guardian) Quando Zac Efron ouviu pela primeira vez sobre a...

Por DarkSide