Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Medo Clássico

7 curiosidades sobre Edgar Allan Poe

A vida e obra do mestre do terror que influenciou gerações na literatura e nos cinemas é cercada de mistérios

02/07/2020

O enigmático olhar de Edgar Allan Poe parece habitar todas as suas obras. Nascido em Boston, no dia 19 de janeiro de 1809, Poe viveu em um família de atores, perdeu sua mãe com apenas 3 anos, foi adotado por um casal de Richmond, e, ao longo da vida, escreveu inúmeros contos e poesias tornando-se um dos maiores nomes da literatura gótica.

Em seu clássico retrato, Poe aparece com olhos complacentes e, ao mesmo tempo, entristecidos, como se quisesse que seus leitores, ao se depararem com a profundidade de suas histórias e poesias perfeitamente amarradas, adivinhassem o que se passava em sua mente perturbada e sombria naquele momento.

Já na Introdução do livro Edgar Allan Poe: Medo Clássico, Volume 1, publicado em uma edição digna da admiração do mestre pela DarkSide Books, a tradutora Marcia Heloisa destaca: “Ler Poe é, antes de tudo, reconhecê-lo”.

Reconhecendo genialidade e alguns de seus mistérios, selecionamos algumas curiosidades da vida e da obra de um dos mais adorados mestres do terror:

Poe nunca foi adotado oficialmente

Com a morte de sua mãe, vítima de tuberculose, e o abandono do pai, Poe foi criado pelo casal John e Frances Allan antes dos 3 anos de idade, mas sua educação foi cercada de rigidez pela nova família. Após o episódio, o pequeno Edgar Poe, passou a se chamar Edgar Allan Poe. Graças à família, Poe pôde estudar na Europa e tentar uma carreira acadêmica. Apesar de pertencer à família Allan, o autor terminou sem herança ou vínculo amoroso com seus pais adotivos.

Existe um museu sobre Poe, em Richmond

Em Richmond, no Estado da Virgínia, há um museu inteiramente dedicado à vida e obra do mestre. Idealizado por James Howard Whitty e um grupo de pesquisadores das obras de Poe, o Poe’s Museum tem vários gatinhos pretos soltos pelo local que ajudam a compor a atmosfera sombria de Poe e, claro, encantam os visitantes.

Edgar Allan Poe Elementary School

O mestre do terror também virou nome de uma escola para os pequenos. A Edgar Allan Poe Elementary School fica localizada em Houston, no Texas, e atende crianças de 4 a 11 anos de idade.

Ninguém sabe o que causou, de fato, a morte de Poe

Para fechar sua enigmática história, a morte do mestre do terror é cercada de mistério até os dias de hoje. Em outubro de 1848, Poe foi visto vagando pelas ruas, com roupas de outra pessoa. Segundo relatos de biógrafos, ele agonizou durante 4 dias até morrer.

Poe foi casado com a prima Virginia Clemm

Algo considerado comum à época em que viveu, Poe se casou aos 27 anos com sua prima Virginia Clemm, de 13, em 1835. Ela morreu aos 24 anos, vítima de tuberculose, mesma doença que matou sua mãe, Eliza Poe.

Os Assassinatos da Rua Morgue é a primeira história moderna de detetives

Antes mesmo de Sherlock Holmes e Hercule Poirot, Poe escreveu a primeira história moderna de detetives. Os Assassinatos da Rua Morgue e o Mistério de Marie Roget marcam a criação do estilo detetive literário que foi amplamente explorado na literatura. A primeira aparição do detetive Auguste Dupin, criado por Poe, foi em 1841.

O obituário de Poe foi escrito por seu antigo rival

Em 7 de setembro de 1849, o New York Daily Tribune publicou o obituário do autor: “Edgar Allan Poe está morto. Faleceu anteontem em Baltimore. Este anúncio surpreenderá a muitos, mas poucos vão lamentá-lo”. Quem assina o obituário nada cortês ou sentimental é o antologista Rufus Griswold, antigo rival de Poe que, curiosamente ou não, escreveu a primeira biografia do autor.

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

13 Comentários

  • Sergio Izidoro

    24 de maio de 2020 às 13:19

    Muito bom o conteúdo.

    • Avatar photo

      DarkSide

      25 de maio de 2020 às 11:55

      Caveirinha agradece o carinho.

  • Rômulo

    12 de julho de 2020 às 01:33

    Ao final do artigo que fala sobre a data de morte dele, a data esta incorreta pois está 1949, mas que o correto é 1849. De acordo com Wikipedia o dia seria dia 7, a menos que esteja errado no wiki.

    • Avatar photo

      DarkSide

      13 de julho de 2020 às 10:53

      Caveirinha corrigiu, foi apenas um engano de digitação. Agradecemos a correção.

  • Julyo Emanuel

    30 de abril de 2021 às 17:09

    Muito boa essa trajetória de Poe

  • Nathalia Santos

    9 de setembro de 2021 às 20:10

    É incrível e ao mesmo tempo triste como alguns artistas/autores/pintores… só são reconhecidos após a morte. Edgar Allan Poe é a prova de que mesmo com uma mente e vida turbulenta ainda é possível se tornar um artista!

  • Roberto Costa de Almeida

    25 de outubro de 2022 às 08:48

    Seu conto William Wilson refere-se ao nosso DUPLO ou nosso verdadeiro self, a contra partida do ego; entendemos, por outro lado, que Poe se enganou quando mostrou um “eu” que pode ser tocado já que, na verdade o duplo é intocável; entendemos também que Jesus, logo após a sua assim chamada ressureição apresentou-se à Madelena sob o forma do seu duplo: ele teria dito a ela: NÃO ME TOQUES!

  • Roberto Costa de Almeida

    27 de outubro de 2022 às 08:44

    Revelações Mesméricas

    Edgard Allan Poe, em suas revelações, nos fala de um novo catecismo, nos fala de Deus; ele afirma que tudo o que é, é matéria e que a imaterialidade não existe: é apenas uma palavra e que Deus é a perfeição última da matéria: uma matéria tão pura, tão rarefeita que a tudo permeia, que permeia todas as formas, sendo ela mesma, entretanto, sem forma, sem nenhuma partícula, um vazio, um vácuo, um nada que é tudo, que a tudo movimento, que é tudo, um alfa e ômega, algo que desafia a nossa pequenina e insignificante razão. Ele chama esse nada de matéria imparticulada e afirma que ela é, além das características por todos conhecidas como onipotência, onipresença e onisciência, ela é, repito, também oniprevalente: ela permeia o espaço entre o núcleo e as órbitas dos átomos, entre a Terra e a Lua, entre os planetas, entre as estrelas e entre as galáxias; segundo nosso entendimento, a matéria imparticulada é o que os cientistas chamam de antimatéria ou de energia escura; escura porque nada tem para mostrar, para ser visto; os cientistas também falam do mistério da escuridão do cosmo sem perceber que Deus é incognoscível.

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Edgar Allan Poe: Medo Clássico Vol. 1
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Edgar Allan Poe: Medo Clássico Vol. 2
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Frankenstein
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesFirestar Videolocadora

Tetsuo: Em breve seu cérebro também será de metal

Hoje em dia não é segredo que o Japão é um grande celeiro para o horror, e que em...

Por Cesar Bravo
CuriosidadesMagicae

Você conhece a história do tarot?

Aconselhamento, meditação, divinação e desenvolvimento espiritual. Há séculos o...

Por DarkSide
FilmesResenha

Caveira Viu: Imaculada

O ano ainda não chegou na sua metade, mas uma coisa é certa: as freiras...

Por DarkSide
FilmesGamesNovidades

Return to Silent Hill terá a volta de Pyramid Head

Franquia boa é franquia expandida, e Silent Hill vai ganhar (outros) novos contornos...

Por DarkSide
Graphic NovelNovidades

Artistas publicados pela DarkSide® estão na FIQ BH 2024

A capital de Minas Gerais está ganhando mais cor e arte. De 22 a 26 de maio é...

Por DarkSide