Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

CaveirinhaLançamento

Anna e o Balão, por Ferréz e Fernando Vilela

Empatia, amizade, luto e companheirismo. Sentimentos nobres para pequenos leitores.

Anna esperava por aquele dia com ansiedade. Guardava as moedas que ganhava da mãe para tomar sorvete e comprar doces. Depois de alguns meses, quando juntou o suficiente, acordou cedo no dia seguinte, colocou três maçãs na mochila e saiu de casa. A razão? Um passeio de balão pelos céus de São Paulo. Mas esse não seria um passeio qualquer. Anna queria chegar perto das nuvens. Queria reencontrar o pai.

Anna e o Balão reúne o texto de Ferréz (autor de Capão Pecado) com a arte de Fernando Vilela (Lampião & Lancelote) — autores premiados e com olhar crítico em todas as manifestações artísticas — para contar uma bela história de luto e saudade, mas também de companheirismo, aprendizado e amor. Como afirma a protagonista, o pai a ensinou “a compreender e a se colocar no lugar do outro”, algo cada vez mais necessário e urgente nos dias de hoje.

Durante o passeio com o sr. Jacob, dono e condutor do balão, Anna rememora e homenageia o pai, narrando os bons momentos que passaram juntos, lembrando do que ele lhe ensinou, tentando abrandar a dor que sente. Através da palavra, da arte e da lembrança, Anna nos mostra que é possível, sim, apesar de toda a dor que se tenha, seguir em frente.

“Estou com esse balão há mais de dez anos e nunca deixei de me maravilhar com ele. Vamos entrar ali?”, convida o sr. Jacob, para quem a capacidade de se maravilhar é fundamental para nunca nos esquecermos da força e do poder que o amor tem.

Ferréz (Reginaldo Ferreira da Silva) nasceu em São Paulo. Começou a escrever aos 12 anos de idade. Seu primeiro livro, a coletânea de poemas Fortaleza da Desilusão (1997), foi publicado de forma independente. Consagrou-se no universo literário com Capão Pecado (2000). Publicou, entre outros, os romances Manual Prático do Ódio (2003) e Deus foi Almoçar (2012), os infantis Amanhecer Esmeralda (2005) e O Pote Mágico (2012), os livros de contos Ninguém é Inocente em São Paulo (2007) e Os Ricos Também Morrem (2015), além de Cronista de um Tempo Ruim (2010). Em 2020, lançou Datilógrafo do Gueto e mantém um canal de política e cultura no YouTube. Suas obras foram publicadas em Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, Inglaterra, França e nos eua. Saiba mais em blog.ferrezescritor.com.br.

Fernando Vilela é artista, designer, educador e curador, além de escritor e ilustrador. Já ilustrou mais de noventa livros em dez países, dentre os quais 24 são parcerias com Stela Barbieri e vinte são de sua autoria. Seu primeiro livro, Lampião & Lancelote (2006), recebeu em 2007 a menção honrosa na categoria Novos Horizontes na Feira Internacional do Livro Infantil de Bolonha, além de dois prêmios Jabuti. Dentre suas premiadas publicações com Stela, destacam-se A Menina do Fio, Bumba-meu-boi e Simbá, o Marujo. Vilela realizou exposições de arte e ilustração no Brasil e no exterior. Possui obras em coleções, como a do Museum of Modern Art (MoMA) de Nova York e da Pinacoteca do Estado de São Paulo, e é curador de mostras de ilustração. Faz parte da equipe do Bináh Espaço de Artes. Saiba mais em fernandovilela.com.br.

“Uma linda história com uma mensagem de empoderamento obrigatória para as crianças brasileiras.”
— ADILSON OLIVEIRA CRUZ, SOBRE AMANHECER ALVORADA, DE FERRÉZ —

“Uma aventura visual e poética à altura das duas culturas que a inspiraram.”
— BRAULIO TAVARES, SOBRE LAMPIÃO & LANCELOTE, DE FERNANDO VILELA —

Ficha Técnica
Título | Anna e o Balão
Autor | Ferréz
Ilustrador | Fernando Vilela
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 24 x 28 cm, 36 páginas, capa dura
ISBN | 978-85-9454-203-8

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

1 Comentário

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesMedo Clássico

Como o Horror de Coração das Trevas influenciou Apocalypse Now

No final do século XIX, após um longo período de exploração belga no Congo, o...

Por DarkSide
CuriosidadesGraphic Novel

Conheça o caso de Green River Killer

Um dos serial killers com o maior número de vítimas nos Estados Unidos rendeu quase...

Por DarkSide
LançamentoMedo Clássico

“O horror! O horror!”: Coração das Trevas, por Joseph Conrad, chega à DarkSide

Em meados da década de 1870, o rei Leopoldo II da Bélgica passou a...

Por DarkSide
Crime Scene FictionFilmesListas

Nó na Garganta: 8 Curiosidades sobre o filme de Butcher Boy

A infância nem sempre é um período repleto de brincadeiras e boas lembranças. Em...

Por DarkSide
Crime ScenePerfil

Quem foi Hermann Rorschach, que desenvolveu o teste de mancha de tinta

O que você enxerga em uma mancha de tinta em um papel pode mesmo revelar aspectos da...

Por DarkSide