Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Crime SceneLançamento

Como os palhaços se tornaram tão assustadores? 5 histórias macabras explicam

Uma doce lembrança da infância acabou se tornando um dos personagens mais assustadores dos filmes de terror. O que os palhaços escondem por trás de suas maquiagens coloridas?

16/08/2019

Com seu poder de nos aterrorizar com um simples sorriso, os palhaços são explorados pela indústria cinematográfica desde sempre. Você se lembrou do olhar penetrante e assustador aliado ao clássico balão vermelho de um dos maiores personagens do terror? Pennywise, de It: A Coisa, saiu dos livros de Stephen King direto para os pesadelos dos espectadores quando virou filme em 1990 — e depois novamente em 2017. Tanto Tim Curry quanto Bill Skarsgård arrepiam até o último fio de cabelo em suas interpretações macabras e sorrisos maldosos. Não é uma tarefa fácil encarar os olhos irônicos e ferozes desse palhaço na tela do cinema, não é mesmo?

A origem da profissão de palhaço é muito mais antiga do que imaginamos. O termo “palhaço” (pagliaccio, do italiano) se popularizou durante o teatro popular da Renascença, na Itália, e era um personagem maltrapilho que entretia o público, mas se tornaria algo ainda mais caricato e fantasioso com o passar das décadas. O primeiro palhaço, nos moldes que conhecemos, surge perto dos anos 1800, com o ator britânico Joseph Grimaldi — responsável pela criação do gênero clown no teatro. Na época, Grimaldi se tornou tão dominante no palco cômico de Londres que o design de maquiagem e as roupas estilizadas são usadas até hoje por palhaços espalhados pelo mundo. Mas quando é que essa nobre profissão dedicada a provocar o riso ganhou contornos tão sombrios? A história do próprio Grimaldi nos diz muito sobre isso. Sozinho e depressivo, o criador do gênero clown sofria com alcoolismo e dores do corpo. Grimaldi, que escondia seu sofrimento com a maquiagem colorida, também nunca superou a perda da mulher e do filho e morreu pobre. E, claro, Hollywood e a cultura pop souberam explorar todas as camadas e características bizarras dos palhaços. 

No mundo dos livros, além do tenebroso Pennywise, de King, Edgar Allan Poe também se inspirou na caricata figura, com tanto potencial sombrio e perturbador. No conto “Hop Frog”, publicado originalmente em 1849, Poe conta a história do bobo da corte Hop Frog, uma figura pequena tirada de sua terra natal, que é usada para divertimento de um rei egoísta. Em pouco tempo, Hop Frog se transforma e, para se vingar no rei e seus seguidores, os fantasia de orangotango, em mais uma de suas brincadeiras, mas termina por queimá-los vivos. 

Confira as histórias por trás de cinco palhaços que reconheceríamos de longe:

John Wayne Gacy (Killer Clown)

Um serial killer abominável. John Wayne Gacy espalhou o terror pela América entre as décadas de 1970 e 1980. Conhecido como “Killer Clown” (Palhaço Assassino), Gacy foi acusado de torturar e assassinar mais de 30 garotos. A brutalidade com que o serial killer atacava as suas vítimas chocou o mundo e seu rosto foi exibido nos principais noticiários. Gacy era uma figura bem vista na cidade onde morava — um bem sucedido empresário que  costumava ser voluntário em hospitais, mas em outros momentos, assumia a identidade do cruel palhaço Pogo. Depois de preso, Gacy passava horas pintando diversos quadros de palhaços, autorretratos, figuras religiosas e bastante polêmicas, muitos dos quais foram vendidos — outros tantos queimados por familiares de suas vítimas — ele foi condenado à prisão perpétua e executado por injeção letal na prisão de segurança máxima Stateville Correctional Center, em Illinois, no dia 10 de maio de 1994;  Saiba tudo sobre John Wayne Gacy em Killer Clown: Retrato de Um Assassino, de Terry Sullivan e Peter Maiken.

Pennywise

Graciosamente tenebroso. A expressão irônica e assustadora de Pennywise, como se pudesse devorar a mais inocente das pessoas, assusta qualquer um. O palhaço assassino da cidadezinha de Derry já causou muito terror durante os séculos em que esteve vivo. Milhares de crianças morreram em suas mãos, nas ocasiões a cada 27 anos em que acorda. Você quer um balão? É melhor tomar cuidado com a resposta. Mais macabra que sua existência nas páginas dos livros é a origem de sua criação. Stephen King nunca confirmou, mas acredita-se que o autor tenha se inspirado em John Wayne Gacy, o Killer Clown, para escrever o personagem que tiraria o sono dos leitores por décadas. Os atores Tim Curry e Bill Skarsgård encarnaram o maldoso palhaço nas versões adaptadas para o cinema em 1990 e 2017. O livro de King que inspirou o filme foi publicado originalmente em 1986. Agora, já dá pra ter uma ideia do motivo de todo nosso medo desse palhaço, em especial, não é mesmo?

Bozo

Em 1949, o programa infantil do palhaço Bozo estreava na rede americana KKTV e, alguns anos depois, tornaria-se uma franquia com mais de 200 atores diferentes pelo mundo. Sua popularidade com as crianças era inegável, tanto que chegou a vários países inclusive o Brasil. Qualquer pessoa que cresceu nos anos 1980 vai se lembrar especialmente de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do Bozo nas terras tupiniquins. Sua vida repleta de excessos, solidão, drogas e álcool inspirou o filme Bingo: O Rei das Manhãs, em 2017. Bozo, apesar da vida pessoal de seu intérprete mais famoso, proporcionou momentos hilários — ao vivo para todo Brasil — no canal SBT. 

Krusty

Nos Simpsons, Krusty é mostrado como um palhaço cansado, que atua há muitos anos na indústria do entretenimento em Springfield, e já não tem tanta paciência com as crianças. Ele também é retratado como alcoólatra e fumante, além de viciado em remédios, como Xanax. Em um dos episódios da série, torna-se fato conhecido que o palhaço paga a máfia para que eles mantenham o McDonald’s e o Burger King fora de Springfield, a fim de não existir concorrência com o Krusty Burguer

Ronald McDonald

Personagem fictício da rede mundial de fast-food McDonald’s, Ronald McDonald foi interpretado pela primeira vez por Willard Scott. A ideia do palhaço sorridente com grandes sapatos vermelhos surgiu após a rede anunciar diariamente no programa do palhaço Bozo, que na época era interpretado por Willard Scott na TV norte-americana. O McDonald’s contratou o ator que interpretava o Bozo e criou seu próprio personagem que, segundo estudos, é reconhecido por 96% das crianças norte-americanas, levando a fama do personagem a ser tão grande quanto a do (spoiler!) Papai Noel.

Bônus: Palhaços assustadores dos Estados Unidos

Você se lembra de uma onda de vídeos de palhaços sinistros nas ruas dos Estados Unidos em meados de 2016? O que, inicialmente, era uma brincadeira (de mau gosto) para causar medo e alguns gritos de pânico em amigos acabou saindo do controle. A polícia foi acionada em casos que envolviam agressões a pessoas fantasiadas de palhaço, agressões a pessoas fantasiadas de palhaço que caminhavam na estrada ou em ruas escuras a fim de causar pânico. Você se assustaria?

Se você não tem tanto medo de palhaços assim, confira o vídeo original (que se trata de uma brincadeira), divulgado na época:

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Manson: A Biografia
R$ 89,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarkloveSéries

4 Séries que têm tudo a ver com Reino das Bruxas

O momento que tantos DarkSiders esperavam finalmente chegou: a trilogia Reino das...

Por DarkSide
NovidadesSéries

Steve Buscemi entra para o elenco da segunda temporada de Wandinha

Como vocês estão, amiguinhos? A Caveira está bastante animada com a notícia de que...

Por DarkSide
DarkloveLivros

4 Livros para se encantar pela narrativa de Catherine Ryan Hyde

Encontros improváveis e relações humanas repletas de camadas são marcas registradas...

Por DarkSide
LançamentoMacabra

Lançamento: Medicina Macabra 4, por Arnold van de Laar

Somos seres curiosos por natureza. Embarque conosco no quarto volume da coleção...

Por DarkSide
LançamentoMacabra

Lançamento: Anatomia do Nojo, por William Ian Miller

Somos atraídos pelo desconhecido, pelo macabro, pelo inexplicável. É essa...

Por DarkSide