Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

Crime Scene

“Desde pequeno Charles Manson era mau e perigoso”, diz Jeff Guinn, autor da biografia sobre o assassino

Em entrevista ao Fantástico, autor da biografia e uma ex-seguidora do assassino contaram detalhes da vida do guru charlatão

Charles Milles Manson, conhecido apenas como Charles Manson, nasceu no estado de Ohio, nos Estados Unidos, em 12 de novembro de 1934. De família pobre, ele foi criado por tios, mas, ao contrário do que afirmava, sua mãe nunca foi uma prostituta. O guru charlatão e racista que acabou com o sonho criado pela utopia de Woodstock se tornou um dos criminosos mais conhecidos do século XX e foi líder de uma seita que matou sete pessoas no final dos anos 1960.

Segundo Jeff Guinn, autor da biografia Manson, publicada no Brasil pela DarkSide Books através do selo Crime Scene, o guru era um “vigarista de sangue frio”. Em entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, Guinn afirmou que o mal sempre habitou a emblemática figura de Charles Manson. “Desde muito pequeno Charles Manson era mau e perigoso. Minha grande questão foi como produzimos um monstro desses.”, disse. Em agosto de 1969, os seguidores de Manson assinaram com 16 facadas a esposa do diretor de cinema Roman Polanski, a atriz Sharon Tate, na época um dos nomes mais promissores do cinema. Tate estava grávida de oito meses e havia sido indicada ao Globo de Ouro pelo filme O Vale das Bonecas. Durante o ataque, Tate implorou por sua vida, para que, assim, o filho pudesse viver. De nada adiantou.  Outros quatro amigos de Tate que estavam na casa também morrem – um deles com 51 golpes de faca.

Charles Manson, cuja biografia de Jeff Guinn foi lançada pela DarkSide
Manson sorri ao ser preso, em 1969

Quentin Tarantino, diretor do filme Era Uma Vez em Hollywood, afirmou ao Fantástico que Manson tem muita história em Hollywood. “Até o meu técnico de som afirmou que já deu uma carona para o Manson. Todo mundo da Hollywood daquela época tem uma história sobre ele.” afirmou o diretor de Pulp Fiction, que agora trabalha na divulgação de seu mais novo trabalho que conta com Leonardo DiCaprio, Margot Robbie e Brad Pitt no elenco.

Enquanto buscava pela fama mandando fitas e mais fitas de suas músicas para diversas gravadoras dos Estados Unidos, Manson tocava a vida de guru e, ao lado de inúmeras mulheres, pregava a paz, o amor e afirmava ser uma espécie de novo salvador. Entre as mulheres escolhidas por Manson para integrar sua seita estava uma jovem de 14 anos chamada Dianne Lake. Atualmente com 65 anos, ela afirmou que foi abusada pelo “guru” e chegou a frequentar a casa do baterista dos Beach Boys, Dennis Wilson, que desenvolveu uma estranha amizade com Manson e abrigou ele e os demais membros da seita em sua mansão..

Segundo Dianne, Manson e seus seguidores passaram semanas na casa do baterista, preparavam refeições e praticavam sexo grupal — costume bastante difundido por Manson. “Charles se aproveitou de mim e de todas as outras meninas. Ele era um mestre da manipulação”, disse. De acordo com as crenças da seita, as mulheres deveriam sempre estar disponíveis para seu líder e para receber todos os homens que chegassem ao rancho de Manson. O uso desenfreado de drogas alucinógenas também era comum entre os membros da Família Manson.

Família Manson, seita de Charles Manson, sediados na California
Membros da Família Manson, que se estabeleceu na California

Em sua busca pela fama, outro fato sobre Manson também se destaca. Ele era uma fraude como músico — e nunca foi aceito pelas gravadoras. Depois de inúmeras recusas e deixar seus seguidores vivendo de restos de comida que encontravam no lixo, Manson foi se tornando cada vez mais violento. Depois do lançamento do White Album, dos Beatles, ele acreditava que o grupo de sucesso mundial tentava passar alguma mensagem para ele através das músicas, em especial Helter Skelter. Segundo Manson, uma guerra racial se estabeleceria nos Estados Unidos e ele seria visto como o Messias, depois que tudo passasse. 

A crueldade da Família Manson

A primeira matança da Família Manson, que aconteceu em 1969 na casa da atriz Sharon Tate, guarda outro detalhe ainda mais sombrio: seus seguidores ainda escreveram com sangue nas paredes da casa frases políticas como “revoltem-se” e “porcos”. Ainda na mansão de Tate e Polanski, o grupo de seguidores de Manson espalhou falsas pistas para tentar incriminar os Panteras Negras, conhecidos mundialmente pela luta com o racismo nos Estados Unidos. 

No dia seguinte à morte de Sharon, a Família Manson partiu para mais um massacre. Dessa vez, deixando o título Helter Skelter escrito com sangue na casa do casal Leno e Rosemary LaBianca, ilustres desconhecidos escolhidos aleatoriamente. As mortes abalaram os Estados Unidos, que ainda viviam a utopia de Woodstock, os Beatles, os ideais hippies de um mundo pacífico e toda a movimentação contrária à guerra do Vietnam.. 

A morte de Charles Manson 

Manson, o mentor intelectual das chacinas, e seus seguidores Tex Watson, Patricia Krenwinkel, Susan Atkins e Leslie Van Houlen, foram condenados à morte, em 1971. Pregando os ideais hippies de paz e amor, e com uma suástica tatuada na testa, Manson lutou pela sua libertação — em 2012, seu 12º pedido de liberdade condicional era rejeitado pelos tribunais americanos. Com 83 anos, o hippie macabro e charlatão Charles Manson morreu em 19 de novembro de 2017 em um hospital, na cidade de Kern County, na Califórnia, de causas naturais.

LER MAIS

Indicados para você!

Lady killers: Assassinas em série - DRK.X
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Ted Bundy - Um estranho ao meu lado - DRK.X
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Meu Amigo Dahmer
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarksideListas

De VHS para a realidade: a atuação da maçonaria no Brasil

A primeira coisa que você precisa saber sobre a cidade de Três Rios, localizada no...

Por DarkSide
CuriosidadesMedo Clássico

Robert Louis Stevenson: o contador de histórias

É inegável o legado que Robert Louis Stevenson deixou para a literatura universal....

Por DarkSide
DarkloveDarksideLivros

A família King tem um lar na DarkSide Books

Por Jéssica Reinaldo  Que Stephen King é o rei do terror, todo mundo já sabe....

Por DarkSide
DarksideLançamento

The Dark Man de Stephen King chega à DarkSide

A primeira aparição do Homem de Preto aconteceu na Universidade do Maine, em meados...

Por DarkSide
Cine Book ClubListas

35 anos do slasher movie A Hora do Pesadelo

O diretor Wes Craven descrevia a essência do clássico A Hora do Pesadelo como uma...

Por DarkSide