Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

Crime SceneDarkloveEntrevista

Jennifer Dahbura: Ilustradora de Geek Love e Lady Killers fala sobre suas inspirações

Com ilustrações marcantes e traço característico, a artista falou sobre a experiência de ilustrar os livros da DarkSide Books

Assim como toda criança, Jennifer Dahbura era fascinada por lápis de cor, giz de cera e papéis em branco — o tempo passou e a paixão da infância se transformou em profissão e também uma maneira de expressar os mais profundos e complexos sentimentos da ilustradora. Dahbura criou ilustrações únicas para os livros Geek Love, de Katherine Dunn, da marca DarkLove e Lady Killers: Assassinas em Série, de Tori Telfer, lançado recentemente pela Crime Scene, ambos publicados pela DarkSide Books.

Com traço e estilo únicos, Dahbura cria figuras enigmáticas que hipnotizam pela quantidade de cores, formas e olhares marcantes. A ilustradora soube captar a essência das estranhas criaturas da família Binewski, em Geek Love, além de toda a insanidade das maiores assassinas em série da história, retratadas em Lady Killers.

Confira a entrevista com a ilustradora Jennifer Dahbura:

Você poderia contar pra gente um pouco sobre a sua história e como começou a se interessar por desenho? É algo que você sempre fez?

Desde que eu era criança eu já gostava de desenhar. Mas quem não gostava, não é? Eu acho que é algo que me acompanhou durante toda a vida. E com o tempo, se tornou uma maneira de expressar meus sentimentos e o que eu penso. Pra mim, é mais uma forma de desabafo. Pintar me ajuda a ser mais feliz.

Você disse uma vez que se inspira em mulheres. O que exatamente te inspira? E como?

Desde pequena estive cercada por mulheres, muitas tias que sempre vinham com histórias sobre como na juventude delas era difícil crescer na vida, mas que elas conquistaram tudo que decidiram fazer. Eu sempre lembro de dar retratos para elas de presente (alguns eram engraçados!), mas elas eram as minhas maiores musas inspiradoras. O poder e força que toda mulher tem sempre me inspirou.

Como você encontrou seu estilo e como cultiva sua criatividade?

Eu encontrei meu estilo depois de praticar muito todos os dias. Estou constantemente trabalhando e me esforçando. Consigo muita inspiração através de músicas, já que isso é muito importante pra mim quando estou desenhando. Eu também amo ver fotografias do século XVIII e da década de 40, fantasia, misticismo, natureza, sentimentos e emoções. Tudo isso pode alimentar a criatividade.

Quais são as suas principais referências no mundo da ilustração?

Minhas referências são Mervyn Peake, Tove Jansson, Ravi Zupa, Aitch.

Que tipo de materiais você usa para fazer seu trabalho?

Os materiais que eu uso são guache, tinta e Procreate quando é algo digital, mas eu sempre passo um tempo experimentando novas técnicas.

Você compartilha do mesmo DNA que a DarkSide Books. Como te chamaram para ilustrar esses livros? Como foi essa experiência?

Bem, eu recebi um email da editora dizendo que ela gostou do meu trabalho. Pesquisei um pouco sobre a DarkSide Books e amei o conceito, senti que meus desenhos funcionavam perfeitamente. Não duvidei de que seria uma ótima experiência, eu realmente gostei e espero continuar trabalhando com vocês em projetos futuros.

Quanto tempo leva para começar e terminar um trabalho como Lady Killers? Como foi o seu processo e a sua maior dificuldade nesse caso?

Bem, o prazo era de mais ou menos 3 semanas e não foi muito difícil porque o conteúdo era incrível e eu adorei ler o livro.

Você desenhou imagens adoráveis e perturbadoras para Geek Love – criaturas tão coloridas, poderosas e bizarras. Como foi o seu processo criativo nesse caso?

Com Geek Love foi parecido. A história é muito envolvente e bizarra. E minhas ideias fluíram bem rápido. Acho que, por um momento, me senti muito ligada à família Binewski. Eu conseguia imaginar as roupas de todo mundo e as características fantásticas que cada um tinha. Eu gostei muito deles!

Você poderia nos contar um pouco sobre a realidade do mercado para ilustradoras mulheres em El Salvador?

O mercado de ilustração em El Salvador para mulheres não é ruim, na minha opinião. Apesar de sentir que geralmente há mais apoio fora do país quando se trata de trabalhos e venda de arte, estou falando no geral. Mas em El Salvador existem muitas ilustradoras talentosas com trabalhos incríveis e muitas que ainda estão aguardando serem descobertas. Acredito que devemos sempre apoiar novos talentos, pra mim isso é o mais importante.

Você gosta de histórias de terror, freak ou sobre crimes reais? O que você gosta de ler?

Eu sempre gostei de tudo que tem a ver com documentários de serial killers. Sempre disse que, se não fosse ilustradora, teria adorado ser investigadora criminal. Mas quando penso nisso, vejo que talvez eu fosse ter um pouco de medo. (risos) Mas acho que é muito interessante.

Poderia deixar uma mensagem para os brasileiros que admiram suas belíssimas ilustrações?

Gostaria de agradecer muito pelo apoio de vocês, porque é graças a todas as pessoas que gostam do meu trabalho que eu posso continuar fazendo o que eu gosto. Então, obrigada por me trazerem felicidade, isso significa muito pra mim.

Algum conselho para quem pensa em se tornar ilustrador?

Meu conselho é praticar e desenhar muito. Não se compare com ninguém, porque cada trabalho é único e conta uma história que só pode ser contada por você. Tem tudo a ver com ser consistente e, com muito trabalho, você pode alcançar seus objetivos.

LER MAIS

Indicados para você!

Lady killers: Assassinas em série - DRK.X
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Ted Bundy - Um estranho ao meu lado - DRK.X
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Geek Love
R$ 54,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
HaloweenListas

Conheça as origens do Halloween + 5 filmes para assistir na data

A noite do dia 31 de outubro é uma das mais aguardadas em boa parte dos países...

Por DarkSide
ListasLivros

5 livros da DarkSide® para ampliar o seu entendimento sobre bruxas

Você é uma bruxa boa ou uma bruxa má? A pergunta feita em O Mágico de Oz pode não...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Killer Clown: conheça os filmes inspirados no sinistro palhaço Pogo

De IT: Uma Obra Prima do Medo (1990) até Coringa (2019), o palhaço Pogo, alter-ego...

Por DarkSide
FilmesGraphic Novel

SAMURAI SHIRÔ, GRAPHIC NOVEL DE DANILO BEYRUTH, VIRA FILME

Mais um livro publicado pela DarkSide Books será adaptado para o formato audiovisual....

Por DarkSide
Cine Book ClubFilmes

Tudo o que você precisa saber antes de assistir ao filme El Camino

Breaking Bad é um marco no mundo das séries de TV. A história de um professor de...

Por DarkSide