Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Graphic NovelLançamentoMacabra

Lançamento: Robert Johnson: Pacto de Amor à Música, de J.M. Dupont e Mezzo

Mais que um músico, uma verdadeira lenda

08/06/2022

Well I was lonesome I felt so lonesome
And I could not help but cry 
All my love’s in vain
— “Love in Vain”, Robert Johnson —

Sem ele, não teríamos o rock‘n’roll que conhecemos. Sem ele, não acessaríamos aquele lugar especial para o qual a música leva nossos espíritos quando ouvimos as notas vigorosas de uma grande canção. Chegou a hora de conhecer as encruzilhadas na trajetória de vida do lendário Robert Johnson, compositor, cantor e violonista que se tornou um dos maiores músicos de blues da história e uma influência notória em gerações de artistas.

Uma vida cercada de mistérios desde seu incerto nascimento, entre 1909 e 1911, na pacata cidade de Hazlehurst, no Mississippi. O jovem Johnson sempre foi considerado por todos como um músico mediano até seu estranho desaparecimento da cena artística, e um retorno ainda mais controverso após um ano e meio com habilidades incríveis no violão, deixando seus mentores de queixo caído e atingindo a grandeza com músicas que se tornaram hinos do blues. A lenda diz que seu talento repentino foi conquistado em um pacto com o Diabo, selado em uma noite de lua nova em um cruzamento ermo na cidade de Clarksdale, e que, com o tempo, se tornou patrimônio histórico americano. Foi nesse cenário repleto de poeira e sem testemunhas que ele teria oferecido seu violão ao Tinhoso, que o afinou e devolveu ao músico, agora em posse de um instrumento que o faria alcançar a grandeza que sempre sonhou.

De “Crossroads Blues” a “Love in Vain”, de “Hellhound on My Trail” a “Come On In My Kitchen”, Robert Johnson escreveu algumas das canções mais duradouras e formativas da era original do blues, canções que ajudaram a moldar o nascimento do rock’n’roll na década de 1960. Amado por Clapton, Dylan e os Stones, Robert Johnson continua sendo uma das figuras mais icônicas e mitificadas da música popular — e a primeira de muitas a morrer aos 27 anos. 

Explorando as histórias e lendas que cercam sua vida e morte — sua infância, seu perfil mulherengo, o pacto com o diabo na encruzilhada — a graphic novel Robert Johnson: Pacto de Amor à Música investiga sua alma atormentada e existência sulfurosa. Nas entrelinhas deste retrato de Robert Johnson, a graphic novel é também uma crônica comovente do cotidiano dos negros no Mississippi segregacionista na década de 1930 e os contornos preconceituosos que assombraram o sucesso do músico.

Esta graphic novel poderosa é fruto do pacto realizado entre a Macabra Filmes e a DarkSide Books e traz luz à história de vida e morte de um artista singular. Os quadrinistas J.M. Dupont e Mezzo homenageiam suas lendas e seu legado em uma obra digna de ser apreciada ao som envolvente daquele que realizou um verdadeiro pacto de amor à música.

A Colheita Macabra na DarkSide Books

A Macabra Filmes e a DarkSide® Books selaram um pacto eterno e inauguraram, no início de 2020, o selo Macabra para apresentar livros e quadrinhos transgressores ao público brasileiro. Casa de obras como o clássico perturbador A Garota da Casa ao Lado e a icônica coleção Livros de Sangue, de Clive Barker, a Macabra apresenta ao público uma colheita sobrenatural: Robert Johnson: Pacto de Amor à Música, a história de vida e morte de uma das maiores lendas do blues; Advogado do Diabo, clássico diabólico de Andrew Neiderman; Pactos, um livro de contos clássicos que vai selar o destino da sua alma. A fazenda está pronta para uma nova temporada com seus leitores macabros.

ROBERT JOHNSON (1911-1938) é o lendário compositor, cantor e violonista considerado um dos maiores músicos de blues da história e o modelo para o que se tornou o rock’n’roll. Nascido em Hazlehurst, Mississippi, em maio de 1911, Johnson era considerado um músico mediano até que desapareceu da cena artística, e voltou um ano e meio depois com habilidades incríveis no violão, deixando seus mentores de queixo caído e atingindo a grandeza com músicas que se tornaram hinos do blues. Morreu aos 27 anos. Apesar dos poucos registros, muito se conta a respeito deste grande artista que transformou a história da música.

JEAN-MICHEL DUPONT (1956) é roteirista de quadrinhos e nasceu em Valenciennes, França. Estudou comunicação audiovisual na Sorbonne-Paris-Nord University e foi jornalista da imprensa de rock e cinema. Motivado pela história de Robert Johnson, escreveu esta graphic novel, traduzida para inúmeros idiomas e aclamada pela crítica. Em 2017, Jean-Michel Dupont e Mezzo filmaram Mississippi Ramblin’, documentário em tributo a Robert Johnson, dirigido por Nicolas Finet.

MEZZO (1960) é quadrinista e nasceu em Drancy, França. Ávido admirador de Robert Crumb, é um dos artistas mais respeitados no mercado de quadrinhos francês. Seu traço poderoso e habilidade de transformar as palavras em arte serviram de influência para inúmeros artistas de vários países. Além de Robert Johnson: Pacto de Amor à Música, Mezzo tem o título King of the Flies, avaliado com sucesso pela crítica.

MACABRA FILMES é a fazenda do terror. Compartilhamos o horror e a beleza, a vida e a morte. Brindamos com sangue as alegrias de existir. Cultivamos o primeiro suspiro, o abrir de olhos, o frio na espinha, o grito na montanha russa, o crepúsculo e a eterna escuridão. Para nós, o medo é natural — e a vida, um presente sobrenatural. É puro terror. 100% macabra. Saiba mais em macabra.tv.

“Um tratado ilustrado dos pecados e milagres do maior bluesman de todos os tempos. Vida eterna a Robert Johnson!”
— Cesar Bravo, autor de DVD: Devoção Verdadeira a D.

“É o trabalho de estudiosos do blues que também sabem dar um lugar de destaque à sua imaginação […]. Em sua abordagem poética, Mezzo e Dupont falam mais sobre a violência do mundo racista em que Robert Johnson viveu do que outros livros mais factuais.”
— Greil Marcus, The New York Review of Books —

“Verdadeira obra-prima, tanto pela qualidade das ilustrações quanto pela narrativa, esta história é mais do que uma simples graphic novel graças à poética de seu texto e à grandeza da composição de seus quadros, que são, por si só, verdadeiras obras de arte.”
— Lawrence Cohn, historiador do blues

“Um retrato impressionante e arrepiante do demônio bluesman.”
Mojo —

“Uma releitura belíssima que captura o espírito de um grande homem.”
Uncut —

Ficha Técnica
Título | Robert Johnson: Pacto de Amor à Música
Título original | Love in Vain: Robert Johnson 1911-1938, the Graphic Novel
Autor | J.M. Dupont
Ilustrador | Mezzo
Tradutora | Ticiane Martins
Editora | DarkSide® Books
Selo | Macabra
Especificações | 80 páginas, 26×17 cm, capa dura

Sobre Macabra

Avatar photoMacabra Filmes é a fazenda do terror. Compartilhamos o horror e a beleza, a vida e a morte. Brindamos com sangue as alegrias de existir. Cultivamos o primeiro suspiro, o abrir de olhos, o frio na espinha, o grito na montanha russa, o crepúsculo e a eterna escuridão. Para nós, o medo é natural — e a vida, um presente sobrenatural. É puro terror. 100% macabra.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Advogado do Diabo + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Pactos + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidades

Jane Toppan: Conheça o caso dessa lady killer

Conhecida como “a primeira serial killer dos Estados Unidos”, Jane Toppan se valia...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide