Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


DarksideLançamento

Lançamento: Vantagens que Encontrei na Morte do meu Pai, de Paula Febbe

Onde mora o luto quando a morte nos liberta?

07/10/2021

Fatos, desejos e delírios… é impossível, por vezes, distingui-los nas histórias que criamos sobre nós mesmos. O quanto dessa história — vivida, desejada, inventada — que contamos é confiável? Vantagens que Encontrei na Morte do meu Pai, novo romance de Paula Febbe, escancara diante do leitor a mente de uma mulher após o choque da perda do pai. Alimentada por uma dor profunda, Débora, a narradora do romance, acaba por nutrir e perpetuar os abusos cotidianos sofridos.

Desamparo paterno, traumas e hiatos. Cortes e máculas que os homens imprimem quando invisibilizam a existência feminina. Se um pai já se foi, como essa cicatriz pode estar tão presente? Será mesmo o fim da história? Onde mora esse luto que não aconteceu como deveria ter sido? Onde reside o alívio que nunca a abraçou?

Débora trabalha como enfermeira, mas os pacientes que passam pelos seus cuidados estão destinados a permanecer bem longe da cura desejada. Como curar o outro quando o maior desejo não é a cura? “A verdade é que certas doenças trazem a paciência que algumas pessoas sempre deveriam ter tido”, pensa Débora cada vez que a porta se abre trazendo um novo rosto.

A mentira vive quando a verdade parece insuportável. Os abusos provocam distorções e cuidar também pode significar matar. Mata-se a dor, o abuso, e o desejo, mata-se a vida ainda não concebida e a possibilidade de vermos tudo por um outro ângulo. Mata-se a saudade de um pai que nunca esteve lá, a saudade de um pai que nunca existiu.

Na narrativa de Vantagens que Encontrei na Morte do meu Pai surge nosso espelho, nossa face mais perversa. Com uma voz única, repleta de verdade e experiente — ela também é roteirista premiada e colaborou com diretores como Fernando Sanches e Heitor Dhalia —, Paula Febbe, produz uma literatura cruel e ao mesmo tempo necessária, pois todos somos as marcas, os delírios e os desejos mais perversos de nossos pais.

Ao longo de seus nove anos, a DarkSide® Books cultivou muitos talentos brasileiros e agora se prepara para uma nova safra neste Halloween: Paula Febbe chega junto a mais sangue nacional na casa. Neste Dia das Bruxas tão especial, os leitores vão conhecer também novas obras de Bruno Ribeiro, Marco de Castro e Verena Cavalcante. O sangue corre quente na literatura nacional.

PAULA FEBBE estudou roteiro no Goldcrest Production Theater, em Nova York, e psicanálise no Centro de Estudos Psicanalíticos (CEP), em São Paulo. Autora de sete livros de ficção sobre perversão e psicose, a escrita brutal e expositiva dos dilemas humanos é uma de suas marcas registradas. Paula recebeu diversos prêmios com o filme 5 Estrelas, que coescreveu com o diretor Fernando Sanches, com o filme chegando a finalista também do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. O filme fez parte da seleção oficial do festival LABRFF, de Los Angeles e do Festival fantaspoa, em 2020, mesmo ano em que Paula roteirizou a obra Fetiche, de Heitor Dhalia, criado em colaboração artística com a autora e inspirado em livro de autoria dela.

“Paula Febbe não tira o fôlego do leitor, ela o asfixia, com as duas mãos. Com suas frases pulsantes, elipses narrativas surpreendentes e imagens impossíveis, Febbe nos joga em mundos nunca antes percorridos, onde cruzamos com personagens desafiadores, estranhos e complexos. Nada é fácil ou dado de mão beijada ao leitor. A literatura dessa autora tem a precisão de um punhal e o alvo é o meio de seu coração, caro leitor. Como diria Dante na porta do Inferno: ‘Deixai toda a esperança, vós que entrais!’.”
— HEITOR DHALIA, CINEASTA, DIRETOR DE O CHEIRO DO RALO E DA SÉRIE ARCANJO RENEGADO —

Ficha Técnica
Título | Vantagens que Encontrei na Morte do meu Pai
Autora | Paula Febbe
Editora | DarkSide®
Marca | DarkSide
Edição |
Especificações | 224 páginas, 16 x 23 cm, capa dura

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

2 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide
LançamentoWish

Campanha no Catarse: Alice: Edição Pesadelo

O clássico onírico de uma menina que cai num buraco e se questiona sobre a vida, a...

Por DarkSide