Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Crime SceneNovidades

Lucy Letby: A enfermeira que matava bebês

Serial killer inglesa foi condenada à prisão perpétua pela morte de sete recém-nascidos

28/08/2023

Engana-se quem pensa que as assassinas em série como as descritas em Damas Mortais e Lady Killers pertencem ao passado. No início da última semana, Lucy Letby, de 33 anos, foi condenada à prisão perpétua pelo assassinato de sete bebês em Chester, na Inglaterra. O veredito, uma raridade na corte inglesa, não foi presenciado pela enfermeira, que se recusou a deixar a prisão, onde está desde 2018, enquanto as famílias das vítimas depunham sobre o terrível impacto de seus crimes — a atitude, inclusive, pode motivar alterações nas leis do Reino Unido para que criminosos sejam obrigados a presenciar suas sentenças nos tribunais.

LEIA TAMBÉM: 5 ASSASSINAS EM SÉRIE POUCO CONHECIDAS

Na fase final do julgamento, que durou dez meses, uma mãe enlutada classificou a ausência de Letby dos tribunais como “um ato final de maldade de uma covarde”. Um pai, soluçando, disse que o assassinato de dois de seus trigêmeos idênticos separou sua família, deixando-o com tendências suicidas e arruinando sua confiança nos profissionais da saúde. “Ela me destruiu como homem e como pai”, disse ele.

Jovem, loira, de olhos claros e descrita por muitos como uma pessoa “agradável”, Letby era funcionária do sistema público de saúde do Reino Unido (o NHS, espécie de SUS de lá). Com a sentença, a enfermeira tornou-se a terceira mulher a ser condenada à prisão perpétua na Inglaterra. Ela foi considerada culpada pelo assassinato de sete bebês e de tentar matar outros seis — dos quais vários ficaram com sequelas, como uma menina, hoje com 7 anos, deficiente visual e tetraplégica, diagnosticada com paralisia cerebral.

O pai da menina contou que ela nasceu 15 semanas antes do previsto, pesando 535g e com apenas 5% de chance de sobrevivência. Em seu depoimento ao tribunal, o homem disse que “Deus a salvou”, mas depois “o diabo a encontrou”.

lucy letby

No Reino Unido, a sentença de prisão perpétua é reservada para criminosos de gravidade excepcional. As outras duas mulheres que cumprem penas perpétuas são Rose West, que torturou e matou pelo menos nove jovens mulheres nas décadas de 1970 e 1980, e Joanna Dennehy, que assassinou três homens em 2013. 

Maior serial killers de crianças da história moderna da Inglaterra, Letby, por sua vez, parecia ter interesse particular por gêmeos — quatro pares de gêmeos trigêmeos estavam entre suas 13 vítimas — e em bebês que nasceram com vulnerabilidades. Letby atacava os bebês momentos depois que seus pais ou outros enfermeiros saíam de perto. Sete de suas vítimas receberam injeções de ar em suas correntes sanguíneas, além disso, tentou matar outros dois recheando suas bolsas de alimentação com insulina e mais um ao inserir um tubo nasogástrico em sua garganta.

LEIA TAMBÉM: ASSASSINAS MADE IN BRAZIL: RELEMBRE MULHERES QUE FICARAM FAMOSAS POR MATAR

Durante o julgamento, os crimes de Lucy Letby foram descritos como uma “campanha cruel, calculada e cínica de assassinato envolvendo as crianças menores e mais vulneráveis”. O juiz,  ​​James Justice Goss, acrescentou: “Havia uma maldade profunda que beirava o sadismo em suas ações. Durante este julgamento, você negou friamente qualquer responsabilidade por seu erro e procurou atribuir falhas aos outros. Você não demonstrou remorso. Não há atenuantes”.

Segundo testemunhas, a enfermeira demonstrou um “entusiasmo imparcial” pelo socorro e tentativas de ressurreição dos bebês que ela havia machucado. Ela ainda fez comentários inapropriados aos pais das vítimas e aos seus colegas de maneira “cruel e insensível” após as mortes. A enfermeira também mantinha centenas de documentos médicos como “registros mórbidos” das vítimas que fez. 

Lucy Letby

Hospital demorou a agir

Na imprensa britânica, há um consenso que o hospital Countess of Chester demorou a agir. Levou quase dois anos para que a polícia fosse chamada para investigar as mortes repentinas de recém-nascidos na unidade neonatal, o que custou a vida de pelo menos dois bebês. 

Estima-se que a negligência diante da série incomum de mortes se arrastou por um ano, até Letby ser afastada da linha de frente, em julho de 2016. Isso só aconteceu após a morte de três recém-nascidos no Countess of Chester num período de apenas 14 dias. Até então, a média de mortes de bebês no hospital era de três por ano.

Com menos de uma semana de idade, dois meninos e uma menina nasceram prematuros, porém saudáveis. Na mesma época, um quarto bebê — a irmã gêmea de um dos meninos — quase morreu depois de seu estado piorar repentinamente. Após reuniões de emergência, constatou-se que a única pessoa a atender as quatro vítimas havia sido Lucy Letby — uma enfermeira de 25 anos querida pelos seus pares. 

lucy letby

Talvez por isso, a ligação de Letby com as mortes tenha sido tratada inicialmente como uma coincidência infeliz. Letby trabalhava na unidade neonatal havia cinco anos — após passar por outros hospitais, fora contratada por suas qualificações para cuidar de bebês em terapia intensiva e frequentemente se oferecia para trabalhar em turnos extras, tendo preferência pelo turno da noite, entre 19h30 e 8h, considerado mais tranquilo. Uma cortina perfeita para praticar seus crimes: todos aconteceram durante o plantão da madrugada.

Após uma comissão independente investigar internamente mortes, que representavam o dobro da média anual naquele hospital, uma reunião com a diretoria foi convocada, mas demorou mais três meses para acontecer.

Somente em junho de 2016, após o assassinato de dois irmãos trigêmeos saudáveis num intervalo de 24 horas, Lucy Letby foi afastada de suas funções como enfermeira. A esta altura, as primeiras desconfianças sobre o comportamento de Letby já completavam um ano. Afastada da linha de frente, foi encaminhada para o escritório de risco e segurança do paciente do hospital. Ou seja, a partir de então, Letby passou a ter acesso aos arquivos confidenciais do hospital que a investigava. Semanas depois, ela não só foi autorizada a voltar às suas funções como funcionários do hospital foram obrigados a perdir-lhe desculpas por suspeitar de sua conduta. Meses depois, a polícia foi enfim contactada — desencadeando uma das maiores e mais complexas investigações de homicídio dos últimos tempos na Grã-Bretanha. 

Os detetives agora vasculham o registro de mais de 4 mil bebês nascidos nos hospitais em que Letby trabalhou durante seus seis anos de carreira como enfermeira em busca de mais ligações macabras com a morte ou a piora do estado de saúde de bebês.

LEIA TAMBÉM: AS 10 ASSASSINAS MAIS LETAIS DE TODOS OS TEMPOS

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Damas Mortais + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Veneno: Anjo de Bremen + Brinde Exclusivo
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CuriosidadesMacabraMedo Clássico

Lovecraft na cultura pop

Nascido em 20 de agosto de 1890, Howard Phillips Lovecraft é um nome bastante...

Por DarkSide
FilmesListas

12 Filmes que abordam os direitos dos animais

Filmes são poderosas ferramentas para despertar emoções. Capaz de nos conectar com o...

Por DarkSide
DarksidePerfil

Peter Straub: A síntese do horror e da beleza na literatura

Existem autores que conseguem explorar o terror muito além dos sustos, dos monstros e...

Por DarkSide
FilmesNovidades

Novo filme de O Corvo divulga as primeiras imagens

Depois de viver o palhaço Pennywise em It, Bill Skarsgård aparece pela primeira vez...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Superstition: Um filme que irá testar sua descrença

Existe um ditado muito popular entre os colaboradores da Firestar Videolocadora e do...

Por Cesar Bravo