Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

DarkloveLançamento

O Diário de Nisha: uma menina em busca de sua identidade e de um lar

A comovente história de uma menina em busca de um lar num país dividido pela guerra, determinada a levar sua casa onde quer que vá

Nisha não é de falar muito. Quietinha e reservada, prefere observar as pessoas ao seu redor e anotar os detalhes do cotidiano em seu diário, onde pode ser ela mesma. E ser ela mesma não é nada fácil no epicentro da Partição da Índia, que, após séculos de tensão religiosa, atinge seu ápice criando dois estados independentes do governo britânico: a Índia (maioria hindu) e o Paquistão (maioria muçulmana).

Parte hindu e parte muçulmana, Nisha não sabe muito bem a qual lugar pertence, e não entende os desdobramentos políticos deste momento tão crucial da história. Por que hindus e muçulmanos estão brigando tanto entre si? Por que milhares de pessoas precisam abandonar seus lares? E por que tantas acabam morrendo atravessando as fronteiras? Com as tensões criadas pela separação, o pai de Nisha decide que é perigoso demais para eles permanecerem no lugar que, agora, se tornou o Paquistão. É neste cenário turbulento que Nisha e sua família — o irmão Amil, a avó e o pai — embarcam no primeiro trem, rumo a um novo lar.

O Diário de Nisha, lançamento da linha DarkLove, da DarkSide Books

A DarkSide Books apresenta O Diário de Nisha, novo lançamento da linha DarkLove que vai arrebatar seu coração com a árdua e arriscada jornada de uma esperançosa menina em busca de um lar. Endereçando cada relato do diário para a finada mãe, ela registra sua vida com ricos detalhes ao longo do ano de 1947 — os momentos bons em que prepara pratos deliciosos com Kazi, cozinheiro da família, e os ruins em que o mundo se mostra cruel e nada mais parece fazer sentido.

Com ternura e esmero, a autora Veera Hiranandani transmite os conflitos internos de Nisha e retrata a dura realidade provocada pela Partição, que movimentou mais de catorze milhões de pessoas pelas fronteiras e matou pelo menos um milhão durante a travessia. O impressionante recorte histórico é inspirado na trajetória de sua própria família, que precisou atravessar a fronteira de Mirpur Khas para Jodhpur exatamente como a pequena Nisha faz neste livro. Seus pais e avós tiveram de recomeçar em um lugar estranho como uma família de refugiados — história que, tantos anos depois, tristemente ressoa com a realidade de muitas famílias que sofrem com a Guerra da Síria.

O Diário de Nisha, lançamento da linha DarkLove, da DarkSide Books

Vencedor do Newbery Honor Award 2019, Walter Dean Myers Honor Award 2019 e Malka Penn Award para Direitos Humanos em Literatura Infantil em 2018, O Diário de Nisha é a história perfeita para todos os leitores que se emocionaram com a pequena Ada em A Guerra que Salvou a Minha Vida e A Guerra que me Ensinou a Viver, e também com os relatos verdadeiros em Refugiados: A Última Fronteira e O Diário de Myriam.

Assim como os livros mais tocantes da linha DarkLove, que publica poderosas vozes femininas contemporâneas, O Diário de Nisha aquece o coração do leitor com uma história tão bela e sensível que é um verdadeiro tesouro. Através da busca de Nisha por identidade, aprendemos a exercer a empatia e a lutar por um futuro mais tolerante e pacífico. E vemos que reconstruir a vida nunca é fácil, mas fica um tantinho melhor se for ao lado das pessoas que mais amamos.

Veera Hiranandani, autora desta tocante história, foi criada em uma pequena cidade de Connecticut, nos Estados Unidos. Sua mãe é uma norte-americana judia e seu pai tem família indiana e hindu. Crescer ao lado de duas culturas tão distintas a fez encarar o mundo de um jeito diferente. Assim como Nisha, era muito tímida e gostava de observar as pessoas ao seu redor. Quando não estava jogando videogames, passava as horas livres lendo, inventando histórias, desenhando e fazendo biscoitos. Atualmente, passa seus dias escrevendo e dando aulas de escrita. Mora em uma cidade pequena com o marido, dois filhos e um gato extremamente temperamental.

KIMBERLY BRUBAKER BRADLEY – AUTORA DE A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA
“A história de Hiranandani é ambientada em um período histórico pouco conhecido pelas crianças norte-americanas, mas ela conta de uma forma que a torna acessível, oportuna, interessante e real.”

RENÉE WATSON, AUTORA DE PIECING ME TOGETHER
“O Diário de Nisha é um tesouro para jovens leitores que estão procurando o seu lugar no mundo, que estão determinados a levar um pedacinho de suas casas para onde quer que vão.”

FRIGHT LIKE A GIRL
“Veera Hiranandani constrói uma narrativa emocionante sobre um conflito que ainda apresenta seus reflexos mais de setenta anos depois. Uma oportunidade única para conhecer a história da Índia.”

Ficha Técnica
Título | O Diário de Nisha
Autora | Veera Hiranandani
Tradutora | Débora Isidoro
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 288 páginas, capa dura (Limited Edition)
Dimensões | 14 x 21 cm
ISBN | 978-85-9454-087-4

LER MAIS

Indicados para você!

O Diário de Nisha - DRK.X
R$ 54,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
O Diário de Myriam
R$ 39,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EntrevistaMedo Clássico

Lula Palomanes fala sobre caricaturizar mestres da literatura brasileira em Medo Imortal

Lula Palomanes é desenhista autodidata e, com o passar dos anos, se firmou como...

Por DarkSide
FotografiaGraphic Novel

Designer e fotógrafa encarna o mundo em miniatura de Aurora nas Sombras

Um grupo de pequenos seres é obrigado a sair do lugar aconchegante onde mora e iniciar...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Killer Clown: conheça os filmes inspirados no sinistro palhaço Pogo

De IT: Uma Obra Prima do Medo (1990) até Coringa (2019), o palhaço Pogo, alter-ego...

Por DarkSide
DarksideSéries

Bom Dia, Verônica vai virar série da Netflix

O suspense que atormentou os leitores da DarkSide e teve seus verdadeiros autores...

Por DarkSide
DarksideLançamento

Objetos Sobrenaturais: Como identificar uma assombração

E se a sua casa tivesse uma visita permanente invisível aos olhos humanos? Os objetos...

Por DarkSide