Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


AnimaçãoDarksideFilmes

O poder da mitologia na cultura pop

Deuses e semi-deuses ganham espaço na atualidade

Sempre vamos precisar de heróis para nos inspirar com feitos e desafios fabulosos. Das lendas antigas da Mesopotâmia às recentes aventuras dos Vingadores, a humanidade busca experiências que conversem com nossos medos e fantasias de poder. Uma das mitologias que mais influenciam a cultura popular é a greco-romana, com suas criaturas poderosas, divindades mesquinhas, guerras épicas e campeões impávidos. Uma das principais características dos deuses antigos que mais nos fascinam é sua imperfeição: entidades que quebram seus próprios códigos e falham, como um macrocosmo da vida de homens e mulheres que lhes prestavam adoração. Amor, ira e inveja eram muito comuns em suas histórias. 

Créditos: Marvel Studios

No recente trailer de Thor: Amor e Trovão, vemos o deus nórdico (interpretado por Chris Hemsworth) e seus amigos visitando Zeus (interpretado por Russell Crowe) no Monte Olimpo. O Todo Poderoso nem desconfia que seu  pescoço pode estar na mira do vilão Gorr, o Carniceiro dos Deuses (Christian Bale). O encontro dos “deuses do trovão” de mitologias diferentes, além de render piadas, pode abrir as portas do Universo Cinematográfico Marvel (MCU) para personagens como Hércules. Após sua introdução na revista  Journey Into Mystery Annual# 1 de 1965, o semideus estrelou diversas minisséries e foi companheiro dos Vingadores por décadas. O filho de Zeus, chegou a “roubar” a revista do Hulk por um período e também teve seu título próprio. Já que Hércules pode ser considerado o equivalente grego de Thor, no futuro ele até poderia substituí-lo na tela como a divindade fanfarrona do MCU. Os fãs mais empolgados até especulam a possibilidade do galã Henry Cavill fazer uma ponta surpresa no mais novo filme dirigido por Taika Waititi, que estreia dia 7 de julho no Brasil.

Créditos: Marvel

Novos Deuses

Apesar dos fãs de super-heróis associarem Zeus, Ares e Hércules ao universo da DC Comics graças aos quadrinhos, filmes e desenhos da Mulher Maravilha, vale lembrar que a  Marvel também criou seu panteão de deuses gregos, representada pelos Olimpianos, uma raça de seres extradimensionais, cujas habilidades sobrenaturais  lhes conferiram o status de deuses na Terra.

Nos quadrinhos da Marvel eles estão relacionados com todos os outros panteões de deuses, como os Asgardianos. Com o tempo, todos eles (com exceção de Poseidon/Netuno, patrono dos Atlantes, o povo de Namor, o Príncipe Submarino) deixaram de necessitar da adoração dos seres humanos, mesmo que alguns dos seus continuasse na ativa, caso de Ares, meio-irmão de Hércules. Adorado pelos humanos da Grécia Antiga e do Império Romano como deus da guerra, Ares também fez parte dos Vingadores.

E onde tem magia, poder e alguém musculoso, vai ter alguma faísca inspirando a cultura pop.

Mulher Maravilha | Créditos: DC Comics/Warner Bros

Ainda nas HQs, a já mencionada Mulher Maravilha, cuja origem está diretamente conectada aos mitos helênicos, ofereceu a roteiristas como George Pérez, nos anos 80 ou Brian Azzarello no recente arco dos Novos 52, oportunidades para esmiuçar lendas com um olhar respeitoso e inovador. Os companheiros da amazona na Liga da Justiça, Aquaman e Shazam, também trazem em suas raízes ligações com a mitologia greco-romana. A própria formação clássica do grupo de heróis, evoca a imponência mítica do panteão olímpico e remetem ao mais antigo mito helênico da reunião de heróis para uma causa comum:Jasão e os Argonautas.


Pelas Barbas de Netuno

Na literatura infanto-juvenil, a série de livros Percy Jackson, do autor Rick Riordan, mostra o personagem inspirado no semideus Perseu. Dois filmes, Percy Jackson e o Ladrão de Raios e Percy Jackson e o Mar de Monstros, adaptaram volumes da série de livros, no entanto, a tentativa de criar uma  franquia nos moldes de Harry Potter, não deu certo. Atualmente uma série chamada Percy Jackson e os Olimpianos está em produção para o Disney+. Em fase de filmagens, a série estrelada por Walker Scobell, Leah Sava Jeffries e Aryan Simhadri, ainda não tem previsão de estreia. 

Créditos: Disney

No cinema, os deuses gregos tiveram algum sucesso e suas histórias foram temas de vários filmes. Fúria de Titãs foi uma cultuada produção de 1981 narrando as histórias do já citado Perseu. O longa é conhecido pelos efeitos em stop motion memoráveis, criados pelo mestre Ray Harryhausen. O remake de 2010, mesmo tendo boa bilheteria e mais uma sequência em 2012, não capturou a magia do original.


Hércules

Por estar em domínio público, Hércules  teve dezenas de versões ao longo das décadas, com bodybuilders como Lou Ferrigno fazendo às vezes de atores, em produções precárias e acidentalmente divertidas. Em 2014, Dwayne Johnson trouxe seu carisma em uma desconstrução das lendas do filho de Zeus. No mesmo ano, o inexpressivo Kellan Lutz ficou longe de evocar as glórias mitológicas no anêmico Hércules (The Legend of Hercules, no original).

Foi com a animação da Disney, de 1997, que o semideus pôde protagonizar sua primeira produção relevante. Guy Ritchie, que dirigiu a versão live-action de Aladdin em 2019, vai cuidar da próxima adaptação de “Hércules” para a Disney.  

Créditos: Disney

Fora das telonas, a Netflix está produzindo a série britânica Kaos, criada pela  roteirista Charlie Covell (The End on the Fucking World). De acordo com o serviço de streaming, a trama vai apresentar humor ácido em uma releitura inovadora da mitologia greco-romana, explorando a política de gênero e jogos de poder em uma escala comparável a Game of Thrones. A atriz Aurora Perrineau (Prodigal Son) entrou para o elenco regular da série que ainda não tem previsão de estreia.

Outra produção da Netflix que faz uso da mitologia Grega clássica, o desenho animado O Sangue de Zeus, do estúdio PowerHouse, jorra sangue e elementos fantásticos na tela. Criada pelos irmãos Charles e Vlas Parlapanides, a animação traz a experiência dos autores, que já adaptaram deuses e heróis no subestimado Os Imortais, de 2011, para  narrar as desventuras do jovem grego Heron, um dos muitos descendentes bastardos do Senhor do Olimpo (mesmo caso de Hércules), perseguido pela ciumenta Hera. 

Créditos: Netflix

Adorado até hoje, o anime Os Cavaleiros do Zodíaco chegou no Brasil na extinta TV Manchete, onde foi exibido entre 1994 e 1997, e desencadeou uma nova onda de consumo de desenhos japoneses no país. O desenho produzido pela Toei Animation foi reprisado no Cartoon Network em 2003 e pela Band em 2004. Atualmente, os capítulos estão disponíveis no Crunchyroll. A história criada por Masami Kurumada narra a reencarnação da deusa Atena reunindo seus Cavaleiros de Bronze e de Ouro para protegê-la contra outros deuses. Além dos 114 episódios originais, existem diversas sequências e longas animados, incluindo a versão nipo-americana em 3D Saint Seiya: Os Cavaleiros do Zodíaco, disponível na Netflix. Para a alegria dos fãs de Seya e seus amigos, uma versão em live action do anime está em fase de pós produção. Estrelado por Mackenyu Arata  no papel do herói Seiya e Madison Iseman como Sienna (Athena), o filme dirigido pelo desconhecido Tomasz Baginski tem ainda no elenco Sean Bean, Famke Janssen e Mark Dacascos. Knights of Zodiac  tem  lançamento previsto para 2023


Os nostálgicos também vão lembrar de Xena, a Princesa Guerreira. A personagem foi apresentada no seriado Hércules, A Lendária Jornada, estrelado por Kevin Sorbo. A personagem deveria morrer, mas o carisma da neozelandesa Lucy Lawless chamou atenção e os produtores Sam Raimi e Robert Tapert encomendaram um spin-off que durou seis temporadas, entre 1995 e 2001. Apesar do orçamento modesto, a série de aventura e fantasia criou uma legião de fãs e se tornou um ícone.

Sede de Vingança

Desde seus primórdios, games levam mitologias para seus consoles. Clássicos como Kid Icarus, Altered Beast e Wrath of the Gods adaptaram cenários e personagens míticos com níveis variados de fidelidade. Lançada em 2005 para o PlayStation 2 (PS2), a série de games God of War — criada por David Jaffe —, tornou-se carro-chefe do console. Baseada em distintas mitologias, a trama segue Kratos, um guerreiro espartano seguindo um caminho de vingança devido às maquinações dos deuses do Olimpo. O Kratos de God of War é uma releitura que mantém o básico da lenda original, um semideus poderoso e movido por uma fúria inabalável.

Créditos: Sony

Na música, os exemplos são incontáveis, da contagiante Vênus, de  Frankie Avalon, passando por Fligth Of Icarus, do grupo britânico de heavy metal Iron Maiden, até o K-pop do SF9 que se espelhou na mitologia na canção Narcissus. Aliás, existe uma quantidade surpreendente de faixas inspiradas pelas musas greco-romanas para começar uma playlist dedicada ao tema.

1. SF9 — Narcissus
2. gugudan — Narcissus
3. SHINee — Medusa
4. SHINee — Selene
5. Sunmi — Siren
6. VIXX — Kratos, Zelos, and Hades
7. A-JAX — Ajax
8. B.I.G — Aphrodite
9. 9MUSES — The Nine Muses
10. BTS — Icarus

Créditos: SF9 

Origens da Mitologia

A permanência  dos conceitos da Grécia antiga no imaginário popular é algo fascinante de observar em expressões como calcanhar de Aquiles, Cavalo de Tróia, narcisismo ou nas bases da psicologia na formulação do Complexo de Édipo.

Como uma forma de ganhar uma perspectiva mais ampla da conexão com esse mundo fantástico que permeia tão profundamente nosso imaginário, a DarkSide® Books lançou Origens da Mitologia, uma enciclopédia de a A a Z ricamente ilustrada que oferece centenas de definições fascinantes de deuses e deusas, heróis e heroínas, ninfas, espíritos, monstros e lugares importantes da mitologia greco-romana em um trabalho cuidadosamente compilado pela pesquisadora Annette Giesecke, PhD.

Esta enciclopédia mágica é indispensável aos leitores da DarkSide® Books e aborda desde os deuses e deusas do Monte Olimpo e os heróis da Guerra de Troia até as criaturas míticas que povoam antigas histórias. Com clareza e objetividade, Origens da Mitologia apresenta a essência de mais de 700 personagens e lugares que, juntos, compõem um dos panteões mais preciosos da mitologia. Cada definição inclui referências cruzadas a personagens, locais e mitos relacionados, bem como seu equivalente na mitologia e culto romanos.

Para esta valiosa e detalhada obra, Giesecke se debruçou sobre as fontes mais conhecidas dos mitos gregos e romanos, entre eles, os autores de poesia épica, como Homero, Hesíodo, Apolônio de Rodes, Virgílio e Ovídio, além de poetas líricos como Safo, Estesícoro, Píndaro e Baquílides, dramaturgos como Ésquilo, Sófocles e Eurípides, o historiador Heródoto e o historiador natural Plínio, o Velho.

Dando sequência às comemorações dos 10 anos da DarkSide® Books, Origens da Mitologia chega com toda a sua glória clássica em uma edição fantástica, toda em cores e ricamente ilustrada por Jim Tierney — responsável pelas imagens da edição de 75 anos do clássico Mitologia, de Edith Hamilton — e feita para todos os leitores que desejam mergulhar nos mitos que não só moldaram o mundo ocidental, mas seguem influenciando uma infinidade de obras literárias, musicais e artísticas ao longo dos últimos séculos, incluindo o multiverso Marvel, o universo dos heróis e a cultura pop.

Annette Giesecke, PhD, é professora de clássicos e cátedra de estudos gregos e romanos antigos na Universidade de Delaware. Ela também é autora de The Mythology of Plants: Botanical Lore from Ancient Greece and Rome.

Jim Tierney é ilustrador e designer gráfico que mora no sudeste da Pensilvânia. Estudou ilustração na Universidade das Artes, na Filadélfia, e trabalhou como designer de livros em Nova York por nove anos. Ele também ilustrou a edição de 75 anos do best-seller Mitologia, de Edith Hamilton. Saiba mais em jim-tierney.com

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Origens da Mitologia + Brinde Exclusivo
R$ 119,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
No Coração da Bruxa + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
A Fabulosa Casa com Pernas + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarkloveListas

Blanche White e + 10 detetives mulheres da cultura pop

O chamado a resolver mistérios nem sempre vem de uma carreira ou de uma família de...

Por DarkSide
CuriosidadesDarkside

Conheça a tradição afro-americana de ring shout

Em Ring Shout: Grito de Liberdade, P. Djèlí Clark criou uma realidade alternativa...

Por DarkSide
CuriosidadesDarksideFilmes

Audição: 5 Curiosidades sobre o livro e o filme

ATENÇÃO: O POST A SEGUIR CONTÉM SPOILERS  O mestre do psycho thriller japonês...

Por DarkSide
Medo ClássicoPerfil

Sheridan Le Fanu: Conheça a mente que criou Carmilla

Muitos anos antes de Drácula popularizar o mito do vampiro, Sheridan Le Fanu...

Por DarkSide
FilmesListas

Clu Gulager: Do drama para o terror

Em 1985, A Volta dos Mortos Vivos trazia uma nova abordagem ao cinema: era possível...

Por DarkSide