Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


DarkloveLançamento

Para Sempre vou te Amar: Autismo e a relação com animais

Livro de Catherine Ryan Hyde traz personagem com o transtorno

A eternidade dos laços afetivos é celebrada em Para Sempre vou te Amar, novo romance de Catherine Ryan Hyde publicado pelo selo DarkLove. Na história, a adolescente Angie e sua mãe vivem em residências provisórias. A questão está relacionada ao fato de sua irmãzinha Sophie, que tem transtorno de espectro autista, gritar por horas a fio.

LEIA TAMBÉM: CONHEÇA “PARA SEMPRE VOU TE AMAR”, DE CATHERINE RYAN HYDE

As coisas mudam quando as três se mudam para a casa da tia e as meninas descobrem que são vizinhas de um dogue alemão. O convívio com o animal muda Sophie: com uma súbita conexão com o cãozinho, os gritos dão lugar a um silêncio cúmplice.

De maneira sensível, a autora aborda o tema do autismo, um transtorno que pode se manifestar de diferentes formas e que exige toda uma adaptação de familiares e pessoas próximas. Com conhecimento, empatia e paciência é possível não apenas conviver com uma pessoa autista, mas melhorar a qualidade de vida dela e de todos ao redor.

Créditos: autismspeaks.org

O que é o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA)

Em primeiro lugar é preciso entender que não existe apenas um tipo de autismo e que ele não irá se manifestar da mesma forma em diferentes pessoas. Conforme explica o site da organização Autismo e Realidade, o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) reúne desordens do desenvolvimento neurológico presentes desde o nascimento ou começo da infância. São elas:

  • Autismo Infantil Precoce;
  • Autismo Infantil;
  • Autismo de Kanner;
  • Autismo de Alto Funcionamento;
  • Autismo Atípico;
  • Transtorno Global do Desenvolvimento sem outra especificação;
  • Transtorno Desintegrativo da Infância; e
  • Síndrome de Asperger.

Pessoas dentro do espectro podem apresentar déficit na comunicação ou interação social, além de padrões restritos e repetitivos de comportamento. Estes padrões podem ser caracterizados por movimentos contínuos, interesses fixos e hipo ou hipersensibilidade a estímulos sensoriais.

É importante lembrar que, apesar de serem características comuns aos pacientes com o transtorno, cada um será afetado em intensidades diferentes, gerando situações bem particulares.

Os primeiros sinais do transtorno podem ser observados em bebês de poucos meses. Eles apresentam as seguintes características:

  • Dificuldade de interação social, como manter contato visual, através da expressão facial, gestos, ao expressar emoções e fazer amigos;
  • Dificuldade na comunicação, com uso repetitivo da linguagem e bloqueios para começar e manter um diálogo;
  • Alterações no comportamento, como manias, apego excessivo a rotinas, ações repetitivas, interesse intenso por algo específico, dificuldade de imaginação e hiper ou hipossensibilidade sensorial.

Pessoas com o transtorno do autismo podem ser classificadas em alta, média e baixa funcionalidade. Isso define o grau de independência que ela terá de outras pessoas. Nos pacientes de alta funcionalidade é possível estudar, trabalhar e se relacionar. Na média funcionalidade a pessoa pode precisar de auxílio em algumas funções cotidianas, como tomar banho ou preparar refeições. Já aqueles que apresentam baixa funcionalidade apresentarão dificuldades graves e costumam precisar de apoio especializado ao longo da vida.

A relação de pessoas autistas com os animais

Na história de Catherine Ryan Hyde, a pequena Sophie apenas parou de gritar quando teve contato com o cachorro do vizinho e criou um vínculo com ele. Mas afinal, como a convivência com animais pode impactar uma pessoa com autismo?

De maneira geral, a relação entre humanos e animais domésticos tem se mostrado benéfica para ambos os lados. Enquanto os animais contam com abrigo, alimento e cuidados veterinários, os seres humanos apresentam melhora no bem-estar e na diminuição de ansiedade de forma geral.

Justamente por causa destes benefícios para a saúde mental, propõe-se que o convívio com animais também seja benéfico para pessoas autistas. Porém, é preciso lembrar que cada paciente apresentará características bem peculiares, inclusive quanto à interação com o ambiente – incluindo pessoas e animais. Ou seja, o benefício do convívio com animais não pode ser generalizado quando falamos de Transtorno do Espectro Autista.

Em 2013 foi realizada uma revisão de pesquisas sobre esta relação, incluindo cães, porquinhos-da-Índia, lhamas, coelhos e cavalos. Os estudos indicaram aumento na interação social e nas habilidades de comunicação, bem como diminuição de sintomas de autismo, estresse e problemas de comportamento.
Uma outra pesquisa, realizada em 2017, apresentou que pacientes com transtorno autista melhoraram significativamente a interação com animais domésticos após dez semanas de equoterapia (terapia com cavalos).

Corroborado por outras pesquisas, o estudo indicou que autistas podem generalizar suas habilidades de interação social a partir do convívio que têm com animais. Ou seja, a convivência com animais pode impactar no relacionamento do autista com seus familiares, melhorando a comunicação e a dinâmica interpessoal dentro de casa.

Apesar dos achados otimistas sobre a relação humano-animal, é importante frisar que não existe uma fórmula mágica. Cada pessoa, com ou sem autismo, é única, assim como cada animal e cada relação. Para a pequena Sophie e sua família, foi um encontro capaz de mudar a vida de todos ao redor e que enche nossos corações de otimismo.

LEIA TAMBÉM: CONHEÇA CATHERINE RYAN HYDE, AUTORA DE PARA SEMPRE VOU TE AMAR

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

1 Comentário

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Para Sempre Vou Te Amar + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Leve-me com Você + Brinde Exclusivo
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Só os Animais Salvam + Brinde Exclusivo
R$ 54,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Cine Book ClubFilmesListas

6 Máscaras de filmes de terror e suas inspirações reais

Desde os desenhos do Scooby-Doo nos acostumamos a vilões mascarados. Há certo...

Por DarkSide
Cine Book ClubPerfilSéries

Dissecando Vecna

Desde que os primeiros sete episódios da quarta temporada de Stranger Things ...

Por DarkSide
FilmesMagicae

Disney+ traz as irmãs Sanderson de volta a Salem

Em 1693, na cidade de Salem, um trio de bruxas é condenado à morte após perseguir...

Por DarkSide
DarksideVários

Ed Wood, ícone do movimento queer, está mais relevante do que nunca

Os anos 1980 viram surgir o movimento queer que, juntamente com diversos grupos de...

Por DarkSide
DarkloveLançamento

Lançamento: A História que Nunca Contei, de Kimberly Brubaker Bradley

Ligadas pelo amor e pelo trauma, Della e Suki sempre estiveram juntas nos momentos mais...

Por DarkSide