Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Darklove

Rastro de Sangue: Jack, o Estripador coloca uma mulher à frente do caso do maior serial killer da história

Nenhum homem nunca conseguiu revelar a identidade do temido Jack, o Estripador, mas no romance de estreia de Kerri Maniscalco, uma jovem determinada quer justiça às mulheres brutalmente mortas

08/03/2019

Por Michele Lima, parceira DarkSide

A editora DarkSide Books prometeu um bom suspense policial com Rastro de Sangue: Jack, o Estripador e não nos enganou! O livro também apresenta um boa pitada de romance e adorei cada momento de flerte entre os personagens. A protagonista Audrey Rose é bem diferente de muitas mocinhas inglesas do século XIX, ela ajuda o tio a realizar autópsias em seu laboratório, mesmo que seu pai seja contra. E e a jovem se dedica diariamente à tarefa, principalmente ao descobrir que um assassino de mulheres está solto pelas ruas Londres.

Audrey, seu tio e seu aprendiz Thomas Cresswell, acabam bem envolvidos com o serial killer mais famoso de todos os tempos. E usando a medicina forense eles tentam desvendar o caso de assassinatos brutais que estão apavorando a sociedade.

À princípio, o assassino é chamado de Avental-de-Couro, mas depois o próprio criminoso se autodenomina por meio de cartas como Jack, o Estripador. Isso porque além de matar, sua característica principal era retirar os órgãos de suas vítimas. Começou com o aparelho reprodutor da mulher, mas passou para os rins, intestinos e a carnificina foi só ficando pior. A autora consegue descrever com bastante precisão essas cenas e a narrativa se mostrou mais leve do que eu imaginava. Audrey é impulsiva, determinada e corajosa, mas ela também é uma pessoa com sentimentos e tem seus defeitos, se deixando levar pelas emoções algumas vezes.

E atenção para Spoilers!

Audrey suspeita do seu próprio pai e a linha de investigação da protagonista atinge em cheio sua família quando seu tio é acusado de ser o assassino. Cada vez mais Audrey vai se deparando com segredos familiares assustadores e eu confesso que tive vários suspeitos ao longo da trama.

A personagem precisa investigar os assassinatos, livrar seu tio da forca e encarar um pai que, muitas vezes, é severo a ponto de quer prendê-la dentro de casa. No entanto, a protagonista é bastante teimosa e encontra em Thomas um grande aliado. O flerte dos dois é ótimo, o casal possui uma excelente química e achei bem engraçado o romance ambientado muitas vezes em cenários bem macabros. Esse contraste acabou sendo bem positivo na obra. Thomas é um personagem difícil, arrogante, prepotente e que se sente mega inteligente, mas ganha a nossa simpatia facilmente porque suas brigas com a protagonista acabam que sendo bem divertidas.

O livro não causa terror, mas um pouco de aflição em algumas cenas sanguinárias bem detalhadas, a ciência forense é bem explorada na trama, mas de modo geral não assusta, mas nos prende pelo desenvolvimento do suspense policial. Dá pra desconfiar de todo mundo e os motivos dos crimes também acabou sendo bem interessante.

A narrativa de Kerri Maniscalco é simples e direta e me agradou bastante. A autora se baseia no caso real de Jack, o Estripador usando, inclusive, as cincos canônicas, as cinco mulheres que realmente aparentam estar conectadas com o crime. Temos também o caso das cartas do assassino para o jornal e Thomas também era o nome do cirurgião que deu a opinião sobre o caso na época. Várias referências à história real estão presentes no livro, mas ao contrário da realidade, conseguimos ter um desfecho para o caso. A ambientação é bem mórbida, macabra, tudo um tanto escuro e sombrio, mas o enredo tem espaço para o romance entre Audrey e Thomas, ainda que não seja o foco.

Rastro de Sangue: Jack, o Estripador é o primeiro volume de uma série e o romance de estreia de Kerri Maniscalco que foi descoberta por James Patterson. A edição da DarkSide Books tem um texto explicativo no final do livro em que a autora conta um pouco do processo de criação. O livro tem várias ilustrações e uma edição em capa dura. É uma história com um ótimo romance policial baseado em fatos reais e mais um DarkLove preferido da minha estante.

Publicado originalmente no blog O Que Tem na Nossa Estante

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

O Colecionador
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Rastro de Sangue: Jack, O Estripador
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesFirestar Videolocadora

Ghost Town: Os mortos estão mortos? Nem sempre…

A vida de um filme de terror em uma videolocadora não era uma tarefa fácil. Na...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Longlegs: terror estrelado por Nicolas Cage ganha teaser e data de estreia no Brasil

Longlegs, filme de terror estrelado pelo homem, a lenda Nicolas Cage, ao lado de Maika...

Por DarkSide
FilmesNovidades

Oldboy: Park Chan-wook vai participar da adaptação do filme para a TV

E vamos de mais adaptação. Desta vez, a obra é o clássico sul-coreano Oldboy, de...

Por DarkSide
DarkloveSéries

4 Séries que têm tudo a ver com Reino das Bruxas

O momento que tantos DarkSiders esperavam finalmente chegou: a trilogia Reino das...

Por DarkSide
NovidadesSéries

Steve Buscemi entra para o elenco da segunda temporada de Wandinha

Como vocês estão, amiguinhos? A Caveira está bastante animada com a notícia de que...

Por DarkSide