Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

Darklove

Rysa Walker mescla fatos históricos com viagem no tempo no primeiro volume da trilogia CHRONOS

A autora consegue prender o leitor ao intercalar descrição de fatos importantes na história com uma trama instigante e bem amarrada sobre viagens no tempo

Por Luana Souza, parceira DarkSide

Eu demorei muito mais do que deveria para ler esse livro, mas o  kit que recebi junto ao livro só serviu para me fazer ter um experiência de leitura ainda mais legal. O tema por si só já é algo que me atrai desde sempre: viagem no tempo!

Uma das coisas que me chama a atenção em livros sobre viagem no tempo é que sempre tem algo diferente de um para o outro. Cada um têm suas regras, suas filosofias e sua história. Com Chronos não foi diferente. Embora eu tenha demorado um pouco para entender no começo, Chronos – Centro Histórico de Registro da Observação Natural e Organizacional da Sociedade, trata-se uma sociedade futurista onde existem historiadores que viajam no tempo para aprender mais sobre o passado. Kate, nossa protagonista, não sabia disso até ver a chave de Chronos de sua avó, uma historiadora que ficou presa no passado depois de eventos conspiratórios envolvendo a criação de um culto religioso.

O ritmo do livro é ótimo, embora, a meu ver, tenha falhado um pouquinho. Às vezes se alongavam demais em uma explicação não tão complicada, e se esqueciam de agir. É realmente muito interessante ver os fatos históricos reais mesclados com a ficção do livro, mas, como trata-se justamente de viajar no tempo para impedir um assassinato, senti falta de mais tempo nesse passado Tem muita explicação, e a coisa toda é bem simples!


Tenho duas ressalvas. Uma dela é sobre romance que surge e a introdução do triângulo amoroso que, sem dúvida alguma, vai existir nos próximos livros. Confesso que fiquei curiosa para saber como acaba, mas o foco exagerado que a autora da a ele é desnecessário. Tudo bem que é uma ficção científica romântica, mas romance vai muito além de ter duas pessoas (no caso, três) se apaixonando. A outra não é exatamente uma ressalva, mas me incomodou um pouco: todo mundo se convence rápido demais nesse livro, tanto que chega a ser cômico e bobinho de vez em quando. Sabemos que em fantasias os protagonistas não contam tudo pra qualquer um, mas a Kate aparentemente não vê problema nisso, e quem está ouvindo a história também não!

Uma das coisas que mais gostei foi a escrita simples. Geralmente histórias de viagem no tempo têm grandes reflexões e estratagemas elaborados demais, mas, depois que você entende como Chronos funciona, tudo fica bem simples, e isso é ótimo, pois assim muito mais gente pode ler. Não é todo mundo que gosta de ficar com muitos nós durante uma leitura hehe. Ah, e a única reflexão que temos é algo que já sabemos muito bem: o bater de asas de uma simples borboleta poderia influenciar o curso natural das coisas!

Foi uma leitura ótima, gostosa e leve. O final é daqueles que te faz querer ler os próximos livros (esse é o primeiro de uma trilogia), e não por ter um final em aberto, mas porque você quer descobrir como tudo termina, mesmos sem o senso de urgência que várias outras trilogias tem.

Chronos é mais um lançamento do selo DarkLove, e é incrível ver a variedade de assuntos que podem ser abordados em livros que tem romance como gênero. A edição está linda: capa dura, uma paleta de cores maravilhosa e que se estende para a folha de guarda, além das páginas amareladas, o detalhe no início de cada capítulo e o ótimo espaçamento. Ah, e como sempre, tem o marcador de fita de cetim!

Publicado originalmente no blog Memorialices

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Chronos: Limites do Tempo
R$ 54.90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Chronos: Viajantes do Tempo
R$ 49.90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
A Longa Viagem a um Pequeno Planeta Hostil
R$ 54.90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime Scene

O curioso caso das Criadoras de Anjos de Nagyrév

A vida em Nagyrév, vilarejo na região central da Hungria, não era nada fácil nas...

Por DarkSide
Cine Book ClubFilmes

‘Romero Lives!’ Cidade americana exibe filmes e legado do mestre George Romero

Foi em um cemitério de Pittsburgh, na Pensilvânia, que o o apocalipse zumbi começou...

Por DarkSide
Crime SceneDarkloveEntrevista

Jennifer Dahbura: Ilustradora de Geek Love e Lady Killers fala sobre suas inspirações

Assim como toda criança, Jennifer Dahbura era fascinada por lápis de cor, giz de cera...

Por DarkSide
EntrevistaGraphic Novel

Emily Carroll fala sobre a experiência de desenhar e escrever Floresta dos Medos

Emily Carroll sempre gostou de ouvir histórias lidas em voz alta. Ela se lembra de...

Por DarkSide
Cine Book Club

Por que Cabo do Medo, de Martin Scorsese, está entre os melhores thrillers da década de 90

Publicado originalmente no site Dan of Geek Após os elogios da crítica recebidos por...

Por DarkSide