Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

Darklove

Tabitha King: A dama do terror e sua voz poderosa

Pequenas Realidades volta ao Brasil mais de 30 anos após sua publicação original. Tabitha King é 100% Darklove

Por Regiane Winarski, tradutora do livro Pequenas Realidades

King é um sobrenome que pesa tanto quanto a coroa na cabeça de um rei. E Tabitha King ostenta essa coroa como uma rainha repleta de ideias e dona de uma voz própria há 48 anos, sempre ao lado do marido na construção de suas carreiras sólidas e bem-sucedidas. Tabitha exerce uma atividade social intensa na comunidade, envolvendo-se com a biblioteca pública da cidade, na luta pela alfabetização no estado do Maine e em fundações filantrópicas, só para dar alguns exemplos.

Recentemente, Tabitha King sugeriu ao marido que eles fizessem uma doação em nome da família King à maior organização de estudos de genealogia do mundo. A imprensa divulgou amplamente o fato, com manchetes no estilo “Stephen King e esposa doam U$ 1,25 milhões para a New England Historic Genealogical Society”. Tabitha reagiu com indignação ao ver as manchetes, que nem citavam seu nome. E o marido, que sempre esteve ao seu lado para apoiá-la em seus diversos projetos, aproveitou seu status e alcance nas redes sociais e na mídia para dar voz à reclamação dela: “(…) Esposa é relacionamento ou status. Não é identidade. (…) Talvez vocês devessem refletir sobre sua condescendência inconsciente no estilo de escrita e passar a citar os nomes das mulheres.”

Além disso tudo, Tabitha é escritora. Ela escreveu dez romances, sendo que dois não foram publicados, dois trabalhos de não ficção, seis contos, cinco poemas e um roteiro de televisão. Seu trabalho foi bem recebido pela crítica; Tabitha desenvolveu histórias protagonizadas por personagens cheios de camadas, com descrições vivazes e discussões sobre a natureza humana, livro após livro, embora essa opinião não seja unanimidade. A comparação ao trabalho do marido é irresistível para a sociedade patriarcal. Ainda assim, Tabitha se mostra uma escritora segura, com escolhas conscientes tanto no estilo quanto no enredo.

Pequenas Realidades foi o primeiro livro escrito por ela. Publicado no Brasil na década de 1980, virou raridade depois disso. Agora, a DarkSide Books desenterra mais um clássico para as estantes dos leitores brasileiros: Pequenas Realidades chega em uma edição especialmente feita para integrar Tabitha King à marca DarkLove.

Tive a grande alegria de traduzir o texto da Tabitha para que fosse redescoberto pelo público brasileiro. Assim como aconteceu com livros de Stephen King, eu já tinha lido Pequenas Realidades quando era adolescente, mas pouco me lembrava dele. Foi um grande prazer redescobrir as sutilezas de Tabitha King para contar a história da filha mimada de um ex-presidente americano que é apaixonada por casas de bonecas e miniaturas, e um ex-cientista do governo que desenvolve um dispositivo que acredita que seja do interesse dela. É fascinante acompanhar o desenvolvimento das personagens e a construção de uma história que vai dando aquele aperto na garganta de quando a gente tem certeza de que boa coisa não pode resultar disso. Tabitha desenvolve a trama de forma gradual e determinada, e o resultado é um livro que simplesmente não dá para largar.

Nós, leitores brasileiros, só temos a ganhar com mais uma obra de terror ao nosso alcance. Tabitha King nos oferece uma história sólida e estimulante, com nuances e estilo próprio, e isso por si só já torna a leitura rápida e prazerosa. Num gênero com tão poucas escritoras publicadas, é muito positivo termos cada vez mais vozes poderosas trabalhando diferentes camadas do terror. Mal posso esperar para que vocês leiam, discutam e divulguem Pequenas Realidades. Tabitha King é uma verdadeira rainha. Uma rainha 100% DarkLove.

Regiane Winarski é tradutora, formada em produção editorial pela ECO/UFRJ. Ela trabalha com tradução desde 2009 e traduz as obras do mestre Stephen King entre outros títulos de terror, suspense, fantasia e young adult. Pela DarkSide Books, Winarski traduziu Pequenas Realidades, de Tabitha King, e Confissões do Crematório, de Caitlin Doughty, ambos da marca DarkLove. Em 2019, outros clássicos traduzidos por Winarski chegam às prateleiras dos leitores caveirosos.

2 Comentários

  • Claudio Augusto

    15 de abril de 2019 às 19:13

    Muito bom
    Boa noite eu amei o texto
    Vou Comorar o Livro , com Certeza
    Amei a Novidade , eu sempre quis ler
    Um Livro da Tabiha Ling
    e agora vou poder ter ma minha estante

  • kênia Cândido

    18 de abril de 2019 às 05:36

    Concordo com você. Nós, leitores brasileiros, só temos a ganhar com mais uma obra de terror. Vocês sempre estão surpreendendo.

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Graphic NovelSéries

Creepshow: Tom Savini dirige episódio baseado em história de Joe Hill

E novas revelações sobre a série Creepshow, inspirada no filme de mesmo nome...

Por DarkSide
DarkloveLançamento

Tabitha King na DarkSide é uma realidade

Se tem uma história que todo fã de terror já ouviu é como Carrie, a Estranha —...

Por DarkSide
ListasVários

10 bibliotecas incríveis ao redor do mundo

Corredores silenciosos e milhares de livros espalhados pelas hipnóticas estantes. Sim,...

Por DarkSide
Medo Clássico

Restos fossilizados de “Cthulhu” são encontrados na Inglaterra

Estaria o mestre H.P. Lovecraft correto e Cthulhu está entre nós? Cientistas da...

Por DarkSide
Filmes

Eles estão de volta: confira o teaser da nova Família Addams

O teaser inédito da versão animada de A Família Addams foi divulgado pela MGM nesta...

Por DarkSide