Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


EventosNovidades

Terror no Cinema: Filmes são homenageados em mostra do MIS, em São Paulo

Exposição imersiva traz curiosidades e itens de clássicos do gênero

08/11/2023

Esse momento é meu! Ou melhor, nosso (isso se você morar ou estiver planejando uma viagem a São Paulo). Conhecido pelas mostras moderninhas, lúdicas e bem montadas, o Museu da Imagem do Som (MIS) da capital paulista acaba de inaugurar a megaexposição Terror no Cinema.

LEIA TAMBÉM: LIVROS PARA QUEM AMA FILMES E SÉRIES DE TV

Como o nome diz, a mostra imersiva — quase um parque de diversões para adultos — celebra nosso gênero audiovisual preferido, recriando momentos históricos do terror. Entre as obras homenageadas, estão clássicos como O Gabinete do Dr. Caligari (1920), Nosferatu (1922), Psicose (1960), O Exorcista (1973), Alien, o Oitavo Passageiro (1979), O Iluminado (1980), Sexta-feira 13 (1980), O Silêncio dos Inocentes (1991), A Bruxa de Blair (1999), para citar apenas os mais óbvios. 

psicose

São vários setores temáticos, cada um dedicado a um gênero. Tem found footage, zumbis, vampiros, slasher, sobrenatural e todos os horrores que esses filmes permitem. Ah, o imersivo se refere a estímulos sonoros, visuais e olfativos. Entre os objetos em exposição, há itens do acervo da Biblioteca Margaret Herrick, responsável pela preservação da coleção da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, criadora do Oscar®. 

Sabe o que tem também? A máscara original usada na franquia Pânico, a navalha de Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007), o vestido da Samara, de O Chamado 3 (2017) e documentos de produção com anotações de William Friedkin, diretor de O Exorcista, que nos deixou esse ano. Além disso, há pôsteres, documentos, fotografias, materiais promocionais dos filmes, figurinos e adereços cedidos pelos estúdios. 

histórias verdadeiras que inspiraram clássicos do terror: Pânico

A exposição, com curadoria de André Sturm, diretor-geral do MIS, fica em cartaz até o dia 19 de novembro, e os ingressos custam R$ 30, com direito a meia-entrada. Consulte os dias e horários no site do museu.

Um aviso importante pra você que está esperando uma mostra altamente instagramável: para manter o mistério e as surpresas que a exposição reserva, é proibido fotografar e filmar. O celular precisa ficar no guarda-volumes gratuito antes de ingressar na exposição. Para muitos, o terror já começa aqui.

LEIA TAMBÉM: O EXORCISTA: RELEMBRE TODOS OS FILMES E ASSOMBRAÇÕES DA FRANQUIA

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

O que é teoria e o que é fato sobre a morte da princesa Diana

Tragédias que ganham os noticiários mundiais costumam vir carregadas de teorias...

Por DarkSide
Crime ScenePerfilProfissionais da Morte

Você sabe o que faz uma limpadora de traumas? Conheça Sandra Pankhurst

Você sabe o que faz um limpador de traumas? Não, não estamos falando de nenhum tipo...

Por DarkSide
Crime SceneEntrevista

Predador Americano: autora levou seis anos e gastou 30 mil dólares para investigar Israel Keyes

Como jornalista e fã do ofício, adoro ler livros escritos pelos meus colegas. ...

Por Liv Brandão
CuriosidadesDarklove

Lendas Japonesas: Quem são kitsune e tanuki?

O folclore japonês é povoado por criaturas mágicas que há muito nos fascinam por...

Por DarkSide
FilmesNovidades

The Substance: O elogiado filme que mistura O Médico e o Monstro e Showgirls

“Visionário feminista sobre terror corporal”, “filme cruel e...

Por DarkSide