Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Curiosidades

Você conhece as origens mitológicas do carnaval?

Festa é mais antiga que o cristianismo

08/02/2024

O que é carnaval para você? Tempo de festa, samba e folia? De curtir no sambódromo, no bloquinho ou no trio elétrico? De aproveitar uns dias de folga e descansar? Ou de aproveitar ao máximo antes de encarar quarenta dias de jejum e abstinência?

LEIA TAMBÉM: QUIZ: QUAL O SEU BLOCO DARK DE CARNAVAL?

É fato que aqui no Brasil o carnaval ganhou conotações muito mais amplas do que aquela dita pelo cristianismo, do período que antecede a quaresma. Por aqui, a tradição adota diferentes características em diferentes partes do país, mas sempre com aquele astral de festa e alegria, que, inclusive, já se tornou uma atividade econômica bem importante para as regiões com as maiores comemorações, abraçando setores como turismo, comércio e prestação de serviços.

É até estranho pensar que uma festa tão permissiva como o carnaval tenha alguma relação com o conservadorismo cristão. Isso porque, assim como acontece com várias festividades — da Páscoa ao Natal, passando pela Festa Junina — a tradição não surgiu dos preceitos religiosos. Muito antes da instituição da quaresma, uma festividade muito parecida celebrava os deuses antigos.

desfile de carnaval terror

Origens greco-romanas

A maioria das características carnavalescas tem origem em festivais antigos da Europa. Na Grécia, as celebrações envolviam o deus Dionísio, enquanto os romanos comemoravam a Saturnália, em homenagem ao deus Saturno.

Durante tais festividades, havia uma liberação temporária das normas e hierarquias sociais. Era um período em que o caos, a brincadeira e o deboche reinavam. Na mitologia romana, Saturno era o deus relacionado às colheitas e a Saturnália era celebrada justamente na semana do solstício de inverno, quando ocorre a noite mais longa do ano e a partir de quando o sol volta a reinar, e as colheitas, a prosperar.

saturnalia

As festividades gregas se concentravam em Atenas e celebravam a maturação do vinho — a melhor forma de honrar o deus associado à bebida. Essa festa dedicada a Dionísio durava três dias e tinha uma data mais aproximada ao carnaval que conhecemos hoje: costumava ser atrelada às lunações e ocorria entre os meses de janeiro e fevereiro do nosso calendário. Certamente algo que Pã aprovaria.

LEIA TAMBÉM: QUEM É O DEUS PÃ NA MITOLOGIA GREGA?

Sob um olhar histórico e religioso, esses “carnavais” representavam um período de celebração, mas, acima de tudo, uma renovação simbólica, no qual o caos substituía a ordem, que, por sua vez, ressurgiria renovado assim que as festividades acabassem. 

Vale lembrar que na antiguidade o inverno era interpretado como o reino dos espíritos invernais. Tais espíritos precisavam ser expulsos para que o verão pudesse retornar. O carnaval era, então, um rito de passagem da escuridão à luz, do inverno ao verão. Uma celebração à fertilidade no primeiro festival primaveril do novo ano.

O carnaval germânico

Várias tribos germânicas também celebravam o retorno da luz do sol, em uma forma de garantir que a fertilidade retornaria na primavera. A figura central desse ritual possivelmente era a deusa da fertilidade Nerto. 

Há também alguns indícios de que a efígie da deusa era colocada em um navio com rodas e acompanhava uma procissão de pessoas vestidas de animais. A bordo do navio, um casamento seria consumado como um ritual de fertilidade.

O nome em latim dessa procissão era Carrus navalis (carro que vem do mar), que tem uma sonoridade bem parecida com “carnaval”. Há outra teoria de que a palavra teria derivado do latim carne vale, que significa “despedida da carne”, o que nos leva à nossa conotação cristã da festa.

Como o carnaval foi parar na Igreja

No século IV, o imperador romano Constantino tornou o cristianismo a religião do Estado, o que pôs fim às Saturnálias e dificultou bastante as festividades germânicas. Só que simplesmente proibir a festança seria uma tarefa praticamente impossível e que poderia gerar revoltas, então, para variar, os cristão ressignificaram a festa.

constantino

Na versão cristã, o carnaval não tinha mais o objetivo de afastar os espíritos do inverno, mas o próprio Diabo, por ser inimigo do cristianismo. A data foi subordinada à liturgia do ano eclesiástico, que determinava a quaresma entre a Quarta-feira de Cinzas e o Sábado de Aleluia, um período dedicado a comer menos e rezar mais. A “preparação” para esse período de jejum e abstinência seria a celebração da tal carne vale.

E foi assim que o carnaval se tornou uma festa da Igreja e se popularizou principalmente nas áreas católicas. Como o Império Romano ocupava boa parte da Europa Continental naquela época, os países adotaram suas tradições e, mais tarde, durante o período das navegações e colonizações, levaram a festa para locais como a América Latina. E é por isso que hoje a gente se solta no bloquinho.

LEIA TAMBÉM: DESFILES DE CARNAVAL QUE TOCARAM O TERROR NA AVENIDA

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

O Grande Deus Pã + Brindes Exclusivos
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Mefisto + Brinde Exclusivo
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Krampus: o Senhor do Yule + Brinde Exclusivo
R$ 89,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
GamesMacabraNovidades

Conheça o jogo de tabuleiro de Condado Maldito

Se você é fã da série de graphic novels Condado Maldito e gosta de jogos de...

Por DarkSide
CuriosidadesFilmesWish

10 Curiosidades sobre o filme A Lagoa Azul

Se você cresceu entre os anos 1980 e 1990 provavelmente já passou alguma tarde...

Por DarkSide
CuriosidadesListas

Conheça as bandeiras do movimento LGBTQIAP+

O arco-íris você já deve conhecer bem. A bandeira mais popular associada aos...

Por DarkSide
DarkloveLançamento

Lançamento: Afrofutulírica, por Eve L. Ewing

Afrofutulírica, de Eve L. Ewing, é uma jornada pelos caminhos que nos transformam em...

Por DarkSide
DarkloveLançamento

Lançamento: Menina Deusa: Um Mito Moderno, por Nikita Gill

Menina Deusa, da renomada autora Nikita Gill (Contos de Fadas & Poemas Vorazes para...

Por DarkSide