Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesMúsica

10 Músicas inspiradas em filmes de terror

Aperte o play com essas canções macabras

04/08/2023

O cinema de terror há muito tempo vem inspirando compositores e bandas na hora de criarem músicas, álbuns e videoclipes. Com seus enredos sangrentos e imagens assustadoras, os filmes de terror são como um imenso reservatório de criatividade e inspiração, algo que com certeza não passa despercebido para muitos artistas, que naturalmente recorrem aos seus longas favoritos na hora de escrever uma nova canção.  

LEIA TAMBÉM: PLAYLIST DA CAVEIRA: 10 MÚSICAS PARA OUVIR LENDO REINO DAS BRUXAS

Não importa muito o subgênero. Slashers, monstros, assassinatos, assombrações, horror corporal… tudo pode inspirar uma canção. Afinal, se adoramos ser assustados no cinema, por que não adoraríamos escutar músicas sobre isso, não é mesmo? 

Também não é nenhuma surpresa que a grande maioria dessa inspiração seja de bandas de rock e heavy metal, já que desde muito cedo o terror anda de mãos dadas com esse estilo musical. Não importa qual o estilo de rock ou o subgênero do terror, essas duas coisas com certeza são a combinação perfeita. É por isso que a Caveira separou 10 músicas inspiradas em filmes de terror que você precisa conhecer (e ouvir!).  

1. “He’s back (the man behind the mask)”, de Alice Cooper

Conhecido por seu visual e performances ao vivo envolvendo sangue falso, guilhotinas e cadeiras elétricas, o roqueiro Alice Cooper sempre teve uma proximidade com o terror. Isso se aprofundou ainda mais em seu álbum Constrictor, lançado em 1986, que conta com uma homenagem à franquia Sexta-Feira 13 na música “He’s Back (The Man Behind the Mask)”. 

A canção faz menção aos perigos do “homem atrás da máscara” e aconselha: se você o ver vindo, corra o mais rápido que puder. Inserida na trilha sonora de Sexta-Feira 13 Parte 6: Jason Vive, “He’s Back (The Man Behind the Mask)” conta até mesmo com o famoso efeito sonoro “ki-ki-ki ma-ma-ma”, marca registrada da franquia de Jason Voorhees. A capa do single mostra Cooper segurando a icônica máscara de hóquei e o videoclipe mistura imagens do novo filme com filmagens originais, as quais mostram o cantor interpretando a canção enquanto Jason (interpretado por C. J. Graham, que também o interpreta em Jason Vive) aterroriza adolescentes em uma sessão da meia-noite no cinema.  

2. “Early sunsets over Monroeville”, de My Chemical Romance

Em seu álbum de estreia, I Brought You My Bullets, You Brought Me Your Love, a banda My Chemical Romance apresentou a canção “Early Sunsets Over Monroeville”, que fala sobre um casal apaixonado em pleno apocalipse zumbi. E quando o assunto são mortos-vivos, George Romero é certamente uma autoridade.  

Na música, a banda referencia o clássico de 1978 do diretor, Despertar dos Mortos, sequência de A Noite dos Mortos-Vivos, descrevendo um casal que tenta escapar de zumbis e o dilema enfrentado pelo rapaz quando seu amor é mordido por um deles. A Monroeville que aparece no título é Monroeville, Pensilvânia, casa do icônico shopping do filme e onde foram gravadas grande parte das cenas de Despertar dos Mortos. A música ainda presta homenagem à famosa fala do filme “quando não houver mais espaço no inferno, os mortos andarão pela terra” com o seguinte refrão: “there ‘s no room in this hell” [não há espaço neste inferno].

3. “Living dead girl”, de Rom Zombie

Todos sabemos que Rob Zombie é um grande fã de terror. Para começo de conversa, sua banda White Zombie ganhou esse nome em homenagem ao longa Zumbi, A Legião dos Mortos, estrelado por Bela Lugosi em 1932.  Com músicas recheadas de referências e homenagens, o músico inclusive se aventurou pelo cinema, roteirizando e dirigindo filmes como A Casa dos Mil Corpos e a refilmagem de Halloween

Em seu primeiro álbum solo, Hellbilly Deluxe, lançado em 1998, Zombie trouxe “Living Dead Girl”, uma música repleta de referências a filmes de terror e filmes exploitation. Enquanto o videoclipe é uma homenagem ao clássico do Expressionismo Alemão, O Gabinete do Dr. Caligari, a canção em si faz menção à produções como Aniversário Macabro de Wes Craven, o filme belga Escravas do Desejo e o italiano A Mulher de Frankenstein, assim como A Máquina de Fazer Bikini, paródia de James Bond protagonizada por Vincent Price. “Living Dead Girl” foi utilizada ainda como trilha sonora em A Noiva de Chucky e na refilmagem de Psicose do diretor Gus Van Sant. 

4. “The Wicker Man”, do Iron Maiden

Uma das bandas de heavy metal mais populares do mundo, Iron Maiden dispensa apresentações. A banda britânica, conhecida por clássicos como “The Number of the Beast” e “Fear of the Dark”, lançou em 2000 a música “The Wicker Man”, inspirada em O Homem de Palha (1973), famoso filme de folk horror protagonizado por Christopher Lee.

Primeira faixa do álbum Brave New World, a música é inspirada tematicamente na história do policial que viaja até a ilha de Summerisle à procura de uma garota desaparecida, dizendo: “irmãos e seus pais dando as mãos e fazendo uma corrente. A sombra do Homem de Palha está se erguendo novamente”. Assim como no filme, o tom da canção vai ficando progressivamente mais macabro

No entanto, O Homem de Palha não é o único filme a inspirar uma música do grupo. Em seu álbum de estreia, lançado em 1980, a banda lançou “Phantom of the Opera”. Inspirada no romance O Fantasma da Ópera do escritor francês Gaston Leroux, a canção também incorpora muito do tom presente na adaptação feita para os cinemas em 1925, na qual Lon Chaney interpretou o compositor mascarado que vive no subsolo da Ópera de Paris. 

5. “Nosferatu”, do Blue Öyster Cult

Os americanos do Blue Öyster Cult são famosos por suas letras voltadas para o mundo do horror. Em Spectres, seu quinto álbum de estúdio lançado em 1977, a banda trouxe duas músicas inspiradas em filmes do gênero. 

A primeira, “Godzilla”, é uma das mais famosas do grupo, homenageando o famoso monstro gigante que apareceu pela primeira vez no filme japonês homônimo de 1954. A canção narra a destruição de Tóquio, afirmando que: “a história mostra repetidamente. Como a natureza sublinha a insensatez dos homens”. Já a faixa “Nosferatu” reconta de maneira romântica a história do clássico do Expressionismo Alemão lançado em 1922, mencionando a jornada de Conde Orlok até a mulher que “pode quebrar seu feitiço”.

6. “Pinhead”, do Ramones

Não, a música “Pinhead” da banda de punk rock Ramones não tem absolutamente nada a ver com Hellraiser e seu icônico vilão. Na verdade, a música lançada em 1977 no segundo disco do grupo encontrou inspiração em Monstros, filme de 1932 dirigido por Tod Browning, mesmo diretor de Drácula (1931). A canção faz referência a uma famosa cena do filme em que a trupe circense se reúne em torno da mesa repetindo: “nós aceitamos você, um de nós! Gooble Gooble”. Isso não apenas inspirou a letra de “Pinhead” como também o lendário bordão Gabba Gabba Hey!.

Além disso, na canção “Chainsaw” os Ramones se inspiraram em O Massacre da Serra Elétrica (1974). Lançada em 1976, a música deixa bem óbvia sua ligação com o filme de Tobe Hooper, iniciando ao som de uma motosserra e depois partindo para a seguinte letra: “ela nunca vai sair de lá. O Massacre da Serra Elétrica. Eles levaram meu amor para longe de mim”. 

Embora tenha sido feita especialmente para a adaptação cinematográfica do livro de Stephen King, que é um grande fã da banda, não podemos esquecer de “Pet Sematary”, que fez parte da trilha sonora de Cemitério Maldito (1989). A canção se inspira na história de mortos-vivos e cemitérios de animais, falando: “eu não quero ser enterrado em um cemitério de animais. Não quero viver minha vida novamente”.

7. “Eyes without a face”, de Billy Idol

Um dos maiores hits do cantor Billy Idol foi inspirado em um clássico do cinema francês de 1960! Presente no segundo álbum do roqueiro, lançado em 1983, “Eyes Without a Face” tira seu nome do filme homônimo dirigido por George Franju, que no Brasil ganhou o título de Os Olhos Sem Rosto.

O longa conta a história de um médico responsável por um terrível acidente de carro que deixou sua filha desfigurada. A jovem utiliza então uma máscara para esconder suas feições, enquanto o pai sequestra mulheres com o objetivo de transferir seus rostos para a filha. A música de Billy Idol não apenas empresta o título do filme, como seu refrão menciona repetidamente o nome em francês do longa: Les yeux sans visage. A relação problemática entre pai e filha abordada no filme é a inspiração de “Eyes Without a Face”, que a transforma em uma relação deteriorada entre um casal.   

8. “Why didn’t Rosemary”, do Deep Purple

Após assistir O Bebê de Rosemary (1968) de Roman Polanski, adaptação do romance homônimo de Ira Levin, os integrantes da banda britânica Deep Purple decidiram escrever uma música. 

O resultado foi “Why Didn’t Rosemary”, lançada em 1969 no terceiro álbum de estúdio do grupo. De forma bastante irônica, a letra da canção se pergunta por que Rosemary, personagem principal do filme, não tomou a pílula anticoncepcional. Isso faz bastante sentido quando lembramos que a pobre coitada terminou gestando o filho do próprio Diabo. 

9. “Enjoy your slay”, do Ice Nine Kills

A banda de heavy metal americana Ice Nine Kills é conhecida por suas letras inspirada em filmes de terror, especialmente seus dois últimos álbuns, The Silver Scream e The Silver Scream 2: Welcome to Horrorwood, que são grandes homenagens ao gênero.

Na canção “Enjoy Your Slay”, o grupo faz uma homenagem a O Iluminado (1980) de Stanley Kubrick. Abordando a perda de sanidade de Jack Torrance, a música evoca perfeitamente o ambiente do Hotel Overlook. Recheada de referências ao filme, a letra também contém citações icônicas como “Ei Danny, venha brincar conosco!” e “Muito trabalho e pouca diversão fazem do Jack um bobão”. Para completar, os vocais de “Enjoy Your Slay” contam com a participação especial de Sam Kubrick, neto do diretor.  

10. “Pumpkin head”, do Misfits

Se existe uma banda que construiu sua carreira em torno do horror é a americana Misfits. O grupo, citado como um dos criadores do horror punk, é conhecido por seu enorme repertório de filmes de terror. No álbum de estreia, por exemplo, eles lançaram a canção “Night of the Living Dead”, uma homenagem ao filme A Noite dos Mortos-Vivos (1968) de George Romero. Ao longo de sua carreira, a banda teve várias canções referenciando filmes, como Poltergeist (1982) e Desafio de Além (1963), além de livros como Psicopata Americano de Bret Easton Ellis. 

Presente no álbum Famous Monsters, a música “Pumpkin Head”, por exemplo, reconta com exatidão os eventos do filme Pumpkinhead: A Vingança do Diabo (1988). No roteiro, um homem procura vingança após a morte do filho, conjurando um perigoso demônio. Inclusive, “Pumpkin Head” contém partes do poema homônimo escrito por Ed Justin, que inspirou a canção. No mesmo disco encontramos também “Helena”, inspirada no filme Encaixotando Helena, dirigido por Jennifer Lynch em 1993.

Música e filmes: Uma parceria tenebrosa

Que a parceria entre a música e o cinema é um terror nós já sabemos faz tempo. Com sua habilidade de chocar e divertir, é quase natural que muitos músicos procurem inspirações em filmes do gênero. Para muitas bandas, os temas e as imagens abordados pelo horror, como o Mal, o sobrenatural e o oculto, são extremamente fascinantes e acabam rendendo ótimas canções também. 

De assassinos mascarados, seres de outros mundos, monstros gigantes e gestações demoníacas, não há nada que os filmes de terror e a música não consigam abordar com sua criatividade e versatilidade. E agora, que tal ouvir a nossa playlist e depois se divertir maratonando os filmes que as inspiraram? Depois não esquece de contar para a Caveira qual você gostou mais! 

LEIA TAMBÉM: 10 MÚSICAS ANTIGAS RESSUSCITADAS POR SÉRIES

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

2 Comentários

  • Iraty Almeida

    4 de agosto de 2023 às 20:35

    amei todas as músicas

  • FARIAS ISRAEL

    6 de agosto de 2023 às 22:44

    Uau!!! o destino sempre conduz o morto a catacumba. Deparei-me com darkside-blog, não por acaso, é claro. Estava pesquisando o universo do terror cósmico – contos, música, filmes, etc quando fui atraído pelo ladonegro. Sobre Wandinha? Um horror, um delicioso horror. Tenho 65 anos. E para viver sossegado e no horror da paz, é assim que me apresento. Já teria sido caçado e dissecado pelo amor e misericórdia do mundo se soubessem que sou imortal. Mil conjurações, seus infernais administradores do site. Como podem ter criado esse maldito espaço de prazer. Sacrilégio! Quero deixar uma dica para a CAVEIRA. Ouça o som da banda symphonic holocaust – o album morte macabra. E para finalizar assistam a serie gabinete de curiosidades. Saldações maldosas a todos e voltarei aqui! Ha ha ha ha… Sempre volto. ATENÇÂO! Seus malditos. Quero ver minhas dicas publicadas; ou lançarei maldições de paz, conforto e alegrias em todos.

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Fala Comigo, Lon Chaney + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
O Bebê de Rosemary + Brindes Exclusivos
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Poltergeist + Brinde Exclusivo
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarksidePerfil

Peter Straub: A síntese do horror e da beleza na literatura

Existem autores que conseguem explorar o terror muito além dos sustos, dos monstros e...

Por DarkSide
FilmesNovidades

Novo filme de O Corvo divulga as primeiras imagens

Depois de viver o palhaço Pennywise em It, Bill Skarsgård aparece pela primeira vez...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Superstition: Um filme que irá testar sua descrença

Existe um ditado muito popular entre os colaboradores da Firestar Videolocadora e do...

Por Cesar Bravo
FilmesLivros

4 Livros da DarkSide para quem amou Pobres Criaturas

Ciência, medicina, monstruosidade e a busca humana pelo nosso lugar no mundo. Esses...

Por DarkSide
CuriosidadesFábulas DarkFilmes

Wicked: O livro, o musical, o filme

Que Dorothy nos desculpe, mas há muito que a Bruxa Má do Oeste conquistou nossos...

Por DarkSide