Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


ListasMacabra

8 Curiosidades sobre as produções de A Família Addams

Séries e filmes tornaram imortais os macabros personagens de Charles Addams

A família macabra que marcou a infância de diversas gerações pode até ter surgido nos cartuns de Charles Addams na New Yorker, mas foram as séries, animações e filmes que lhes renderam fama mundial. A Família Addams: Álbum de Família é uma edição completa da DarkSide® Books e da Macabra Filmes que resgata quase um século de história destes personagens sinistros.

LEIA TAMBÉM: LANÇAMENTO: A FAMÍLIA ADDAMS: ÁLBUM DE FAMÍLIA, DE CHARLES ADDAMS

Publicados pela primeira vez em 1938 na New Yorker, mais de vinte anos se passariam até que Morticia, Gomez, Vandinha, Feioso e companhia ganhassem as telas. A série de TV marcou a passagem para outras mídias, que ainda contariam com animações e produções em longa-metragem.

Com sua icônica trilha sonora e inconfundível senso de humor, hoje os Addams são facilmente reconhecidos por pessoas de diversas gerações e se mantêm entre as fantasias mais clássicas de Halloween. Mas a história dos Addams nem sempre foi de um estrondoso sucesso nas telonas e telinhas. Ao longo das décadas foram várias tentativas de resgatar a Família, mas nem sempre os produtores encontravam o tom certo, elaborado pela criatividade sombria de Chas Addams. 

Entre produções memoráveis e aquelas que mal chegaram ao conhecimento do público, a Caveira separou algumas curiosidades sobre as aparições da Família Addams em séries e filmes:

1. O cenário da série era tão peculiar quanto os Addams

O cenário da série dos anos 1960 ajudou a transportar o tom sinistro e irônico dos personagens para a TV, com artefatos macabros de todas as partes do mundo, plantas monstros, tapetes que ganham vida e outros utensílios assustadores. Como os Addams raramente saíam, a produção caprichou na atmosfera da casa.

Créditos: Co.Design

Uma vez que os elementos da casa não tinham muito espaço nos cartuns, muito do que conhecemos da mansão Addams devemos à série. O que pouca gente sabe é que os produtores se basearam no apartamento em que Charles Addams morava em Manhattan: ele tinha até uma mesa de embalsamamento que usava como mesa de centro.

Apesar da série ser transmitida em preto e branco, o set contava com uma paleta de cores muito bem pensada. Para acertar nos tons certos de cinza para a TV, a decoração foi pintada de diferentes nuances de vermelho e cor-de-rosa.

2. A série de TV não fez muito sucesso na época

Conhecendo o sucesso da Família Addams nos dias de hoje fica até difícil de entender como a série durou apenas duas temporadas. Com apenas 64 episódios, o programa ficou apenas entre os trinta mais assistidos da época.

Créditos: © 1964 – 20th Century Fox

Um dos grandes empecilhos foi a transmissão de uma sitcom muito parecida: A Família Monstro. As duas séries até estrearam na mesma semana de setembro de 1964. Enquanto os Addams eram humanos adaptados dos cartuns, A Família Monstro foi desenvolvida diretamente para a TV, reunindo monstros clássicos, como vampiros, a criatura de Frankenstein e lobisomens, e tinha uma audiência ligeiramente maior do que A Família Addams.

Curiosamente, as duas séries foram canceladas pelo mesmo motivo: a série de TV do Batman, estrelada por Adam West, se tornou o novo programa de humor bizarro que as pessoas gostavam de assistir. Com um concorrente bem diferente, o público começou a ver A Família Addams e A Família Monstro como materiais muito semelhantes, e a audiência caiu.

3. Tropeço ganhou uma (quase) carreira musical

Por incrível que pareça, o ator que foi a grande revelação da série dos anos 1960 foi Ted Cassidy, que interpretava Tropeço com sua voz profunda e seus quase dois metros de altura. Ele raramente falava no programa, mas quando o fazia era em uma voz grave capaz de causar terremotos em suas curtas frases. 

A frase “você ligou?” foi improvisada no teste do ator e se tornou um bordão. Tropeço se tornou tão popular que Cassidy, dentro do personagem, lançou uma música. A canção “The Lurch” (o nome em inglês do personagem) foi um hit de sucesso moderado e teve sua própria coreografia em 1965.

4. O filme iniciou uma onda de adaptações de séries de TV

Quem viveu nos anos 1990 deve se lembrar de uma forte onda de adaptações de séries de TV para as telonas: Os Flintstones, Maverick, A Família Buscapé, Meu Marciano Favorito, O Sargento Trapalhão, entre muitas outras. Mas quem ditou a tendência foi o filme A Família Addams, lançado em 1991.

Créditos: © 1991 Paramount Pictures

A ideia surgiu de um executivo da Twentieth Century Fox chamado Scott Rudin quando ouviu uma criança cantando o tema de abertura da série dos anos 1960. Isso foi em 1986 e Rudin buscou aprovação com o próprio Charles Addams para seguir com sua ideia. Com a bênção do criador dos Addams, ele tentou recrutar Terry Gilliam e Tim Burton para dirigir o longa, mas acabou fechando com o veterano diretor de fotografia Barry Sonnenfeld, que só concordou após Rudin prometer mudar o primeiro roteiro, que era mais brincalhão.

LEIA TAMBÉM: 10 CURIOSIDADES SOBRE CHARLES ADDAMS

5. Cher queria ser Morticia

Os cartuns da Família Addams eram tão queridos pelo público que quando o filme foi anunciado, diversos astros de Hollywood se interessaram em estrelar o longa. Um destes nomes foi o da cantora e atriz Cher, que fisicamente se parecia bastante com a Morticia dos desenhos. 

Créditos: Getty Images

Ela chegou a se oferecer para o papel, mas foi rejeitada porque o produtor Scott Rudin já tinha a sua escolhida: Anjelica Huston. A atriz baseou sua interpretação da matriarca nos próprios cartuns de Charles Adams, em vez da atuação de Carolyn Jones na série dos anos 1960.

6. O fim do filme foi alterado a pedido do elenco

O roteiro do primeiro filme da Família Addams gira em torno do desaparecimento e retorno abrupto do Tio Chico. Um pouco além disso, também levanta a questão se o homem que voltou é mesmo o parente ou se estamos falando de um impostor. No roteiro original, o filme terminava de maneira ambígua, de maneira que a audiência nunca soubesse se o tal homem era mesmo o Tio Chico.

Conforme o elenco começou os ensaios e o início das gravações se aproximava, os atores se sentiram desconfortáveis com o final, que poderia acabar frustrando a audiência. Eles decidiram fazer algo a respeito e escalaram a jovem Christina Ricci, que interpretou Vandinha, para falar sobre isso com o diretor Barry Sonnenfeld e pedir que o filme tivesse um final feliz. Apesar de não ser algo que Vandinha Addams pediria a alguém, o final foi alterado para o que conhecemos hoje. 

7. Um terceiro filme quase foi dirigido por Tim Burton

Os dois filmes sobre os Addams lançados nos anos 1990 fizeram grande sucesso. Porém, a possibilidade de uma nova continuação foi descartada quando o ator Raul Julia, que interpretava Gomez, morreu de câncer em 1994. Apesar de uma tentativa frustrada em 1998 que resultou no telefilme O Retorno da Família Addams, um terceiro longa live action para os cinemas nunca saiu.

Créditos: Toru Hanai/Reuters/VEJA

Em 2010 as conversas para tal filme ressurgiram, porém desta vez como uma animação em stop motion. Os direitos para esta produção foram adquiridos pela Illumination Entertainment e o estúdio chegou a contratar Tim Burton (que havia recusado a oportunidade para o filme de 1991). A escolha fazia sentido, principalmente pelos sucessos de O Estranho Mundo de Jack e A Noiva Cadáver.

Porém, até 2013 o projeto não foi pra frente e a Illumination Entertainment acabou vendendo os direitos para a MGM, que resultou na animação de 2018.

8. O criador da série processou os produtores do filme

O filme de 1991 incorporou elementos tanto dos cartuns como da série dos anos 1960 sobre a Família Addams. Dos desenhos vieram os personagens principais e o tom macabro, e da série vieram a trilha sonora e personagens inventados diretamente para a TV

Só que esta segunda parte rendeu muita dor de cabeça ao estúdio, que não havia considerado os direitos sobre o programa. Dois meses após o sucesso nos cinemas do filme A Família Addams, David Levy, detentor dos direitos da série, processou a Paramount e a Orion Productions em 50 milhões de dólares. Para evitar qualquer tipo de atraso em A Família Addams 2, o estúdio fechou um acordo extrajudicial com Levy.

LEIA TAMBÉM: COMO A FAMÍLIA ADDAMS INVERTE OS VALORES DA FAMÍLIA IDEAL

Sobre Macabra

Macabra Filmes é a fazenda do terror. Compartilhamos o horror e a beleza, a vida e a morte. Brindamos com sangue as alegrias de existir. Cultivamos o primeiro suspiro, o abrir de olhos, o frio na espinha, o grito na montanha russa, o crepúsculo e a eterna escuridão. Para nós, o medo é natural — e a vida, um presente sobrenatural. É puro terror. 100% macabra.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

O Ano das Bruxas + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
AnimaçãoDarksideFilmes

O poder da mitologia na cultura pop

Sempre vamos precisar de heróis para nos inspirar com feitos e desafios fabulosos. Das...

Por DarkSide
Coven MagicaeMagicae

Cozinha da Bruxa

Nossa cozinha tem o equilíbrio perfeito dos 4 elementos: a água, equilibrando nossas...

Por Dani Petrucci
Cine Book ClubFilmesListas

6 Máscaras de filmes de terror e suas inspirações reais

Desde os desenhos do Scooby-Doo nos acostumamos a vilões mascarados. Há certo...

Por DarkSide
Cine Book ClubPerfilSéries

Dissecando Vecna

Desde que os primeiros sete episódios da quarta temporada de Stranger Things ...

Por DarkSide
FilmesMagicae

Disney+ traz as irmãs Sanderson de volta a Salem

Em 1693, na cidade de Salem, um trio de bruxas é condenado à morte após perseguir...

Por DarkSide