Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesMagicae

Como descobrir se sou uma bruxa?

Histórias de quem atendeu o chamado à bruxaria

Esqueça aquela imagem tradicional da bruxa velha e má em volta de um caldeirão borbulhante. Isso ficou no passado. Hoje em dia sabemos que a bruxaria é um estilo de vida. É um encontro com poderes ancestrais, com a natureza e principalmente com o seu eu interior

LEIA TAMBÉM: AFINAL, O QUE É BRUXARIA?

Prática milenar, a bruxaria nunca esteve tão viva e presente em nossa sociedade. Bruxas e bruxos mostram que existem diversos caminhos a serem seguidos e que a magia pode ser despertada dentro de todos nós. 

Sim, isso mesmo. Dentro de todos nós! Já parou para pensar que você, querida darksider, pode ser uma bruxa? Não precisa ficar nervosa, o processo é diferente para cada um. Procurando te ajudar nessa caminhada, a Caveira conversou com algumas bruxas e bruxos experientes sobre como eles se descobriram e abraçaram sua magia. 

Bruxaria que corre na família

Para Daniela Petrucci, do site Magia de Bruxa, a bruxaria e a magia sempre foram um modo de vida e não uma religião. Dani conta que nasceu em uma família de bruxas, de modo que isso sempre foi parte de sua vida. Além disso, a bruxaria era o “ofício” da família, algo que vinha de sua ancestralidade e era passado de gerações para gerações. 

Sua rotina sempre foi mágica e os ensinamentos foram feitos desde o dia em que nasceu. Enquanto no Natal tradicional crianças aguardavam o Papai Noel, Dani lembra que aguardava a Bruxa Befana para ganhar doces. Enquanto na Páscoa, todos aguardavam o Coelhinho com seus ovos de chocolate, ela pintava ovos cozidos para deixar na natureza. Apesar da ancestralidade, Dani não sabia se era isso que queria fazer da vida e por muito tempo brinca que foi a “ovelha não bruxística” da família

Por muitos anos, ela viveu a vida que desejava, mas sentia que algo estava faltando: “Mesmo sendo ‘parte’ do mundo, eu me sentia ‘fora’. Nunca estava plena e completa, era como se eu usasse uma fantasia e não a minha própria pele. Eu tinha visões e valores que em muitos momentos conflitavam com aquela vida que eu havia escolhido”, conta ela. Até que percebeu que estava lutando contra seu próprio destino.

Dani
Imagem: Arquivo pessoal

Segundo Dani, não aprendemos a ser uma bruxa, mas nascemos com o dom e o poder dentro de nosso coração. A descoberta é uma viagem para dentro de nós mesmas: “Nós somos a própria natureza, o espírito do universo reside dentro de nós, por isso é olhando para dentro que acontece esse despertar”. Para ela, quando uma bruxa ou bruxo desperta, isso significa que encontrou o caminho de volta ao próprio poder. É uma reconexão, uma energia muito poderosa. 

Por isso, quando esse dom é despertado, nada mais segura a vontade de ser bruxa e fazer bruxaria. “Quando decidimos assumir o nosso lado bruxa, precisamos buscar aprendizado, práticas e entender melhor sobre este caminho”, conta Dani.

Para ser uma bruxa e ter seus despertar para a bruxaria, ela sugere que você conheça seus próprios poderes, mas especialmente que seja dona da sua vida. É necessário autoconhecimento. É estar atenta às suas escolhas e companhias. É ter tempo para rezar, meditar e fazer rituais. 

Afirmando todo seu amor e gratidão a essa filosofia mágica e maravilhosa, Dani completa: “A bruxaria mudou a minha vida para melhor e muda todos os dias. Faz de mim uma pessoa melhor e que busca ser melhor”.

Bruxaria e ancestralidade

Para Juliana Ponzilacqua, podcaster e streamer, a bruxaria também tem muito a ver com ancestralidade, nos lembrando a conexão que possuímos como nossos ancestrais e carregando consigo o conhecimento do passado da humanidade. 

Nisso, conectar-se à ancestralidade é aprender com o passado e com a história daqueles que foram para o outro lado. Ter a história de nossos ancestrais junto a nós é possuir uma fonte rica de exemplos positivos e negativos. 

Ju conta que a bruxaria a ajudou a mostrar grandes histórias familiares e aprender com elas: “Ela me lembra de momentos que estive com pessoas que não estão mais comigo. Essas lembranças são sempre muito fortes e intensas e sempre chegam a mim em uma ordem que faz muito sentido para o que estou vivendo no momento.”

Ju
Imagem: Arquivo pessoal

Outro ponto importante é que a bruxaria mostra a importância do que está ao nosso redor e a atenção que devemos dar a isso. Para ela, muito é falado sobre como a bruxaria reconecta as pessoas com a natureza, mas pouco se diz sobre como esse mesmo fator faz com que nos preocupemos com o bem-estar de quem está ao nosso redor: “A atmosfera na qual vivemos está intrinsecamente ligada à qualidade de vida das pessoas que está nela. Trabalhar e ajudar a melhorar isso, em diversos sentidos, pode e deve ser o dever da bruxaria”, conta Ju.

Ju também nos lembra que ao mesmo tempo que a bruxaria faz com que nos conectemos à natureza, ela também nos mostra que não precisamos de grandes instrumentos para operar nossa magia. Segundo ela, você pode fazer magia, reconectar-se, entrar em contato com sua essência sem precisar necessariamente de uma série de elementos externos. Mas também aponta: “Isso não desautoriza, de forma alguma, os rituais mais complexos — eu mesma sou adepta deles e os faço regularmente”.

Nisso, complementa que a bruxaria sempre a lembra que seu corpo é sua ferramenta, e a magia é o recurso dos despossuídos: “Ela dá poder a quem, aos olhos dos grandes, não o teria nunca”. 

Para se descobrir bruxa e embarcar nesse caminho, Ju deixa uma dica: use sua melhor ferramenta e seja sempre você mesmo. E lembre-se: conhecer a si é também conhecer seus ancestrais. 

LEIA TAMBÉM: BRUXARIA: UMA ARTE DE DESAPRENDER

Homens também podem ser bruxos

Engana-se quem acha que a bruxaria é algo unicamente das mulheres. Homens também são bruxos e o duo Jeff e Lucas, do Bruxedo, estão aqui para mostrar muito bem isso e como o universo da magia mudou o destino de suas vidas para sempre. 

Eles nos contam que a bruxaria nem sempre foi sua expressão de espiritualidade, mas que escolheram fazer dela seu caminho mágico quando se posicionaram contra uma tentativa de silenciamento de suas vozes, marginalização de seus corpos e invizibilização de suas narrativas

Os dois se conheceram ainda jovens, com 22 e 18 anos, tornaram-se melhores amigos, descobriram sua sexualidade e se apaixonaram. Enquanto eram julgados e rejeitados como pecadores por causa de seu amor, contam que os espíritos daquelas que foram queimadas nas fogueiras se conectaram a eles, “inspirando a transmutar em liberdade o fogo que tentava nos sentenciar”. 

Bruxedo
Imagem: Arquivo pessoal

À medida que procuravam por respostas, buscavam autoconhecimento e afirmavam suas identidades, cada passo os levava para novos caminhos e possibilidades de ser, que consequentemente transformaram a maneira pela qual percebiam sua fé. Foi nesse momento da jornada que novas alternativas de espiritualidade foram se descortinando e eles cruzaram com a bruxaria. 

Eles lembram que foi lendo um texto sagrado que dizia que “todas as formas de amor e prazer são meus rituais” que os dois finalmente se sentiram abraçados, acolhidos e protegidos. Tiveram a certeza de que tinham encontrado seu lugar

Jeff e Lucas comentam que não houve sinais sobrenaturais, hereditariedade mágica ou aparição de divindade ou seres místicos: “Nosso chamado com a bruxaria foi desde o início sobre a história de representatividade, aceitação e empoderamento de um casal LGBTQIA+, interracial e periférico que encontrou abrigo na antiga fé pagã e no culto aos deuses antigos”. 

Em 2022, a dupla completa 10 anos desse caminho mágico, inspirando a comunidade mística brasileira com conteúdo racializado, diverso, inclusivo e politicamente posicionado. 

Abrace sua magia e sinta o chamado

Na busca de acreditarmos cada vez mais em nossa capacidade e aprimorar nossas habilidade e dons, a DarkSide® traz Wiccapédia: O Guia da Bruxaria Moderna, lançamento do selo Magicae e um convite à expansão do autoconhecimento por meio da arte da Bruxaria Wicca. 

wiccapedia

Praticantes da Wicca Angelical, as autoras Shaw Robbins e Leanna Greenaway nos levam a uma jornada por seus princípios e práticas, oferecendo todas as ferramentas bruxescas que precisamos para fazer feitiços e magias com velas, descobrir o poder das ervas e cristais, afiar nossas habilidades psíquicas e proteger nosso lar. Durante a leitura você poderá, inclusive, identificar algumas de suas próprias crenças com as das autoras, que ressaltam: Talvez você já esteja até vivendo como uma bruxa sem perceber! 

LEIA TAMBÉM: A BRUXARIA É UM ATO POLÍTICO

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

1 Comentário

  • strega

    19 de outubro de 2022 às 11:47

    Jeff & Lucas,
    amo seu texto. Aliás, amo vocês por sua coragem, força, inteligência e lucidez!11 Parabéns pelo seu exemplp!!!

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Bruxa Natural + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Bruxa Intuitiva + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesNovidades

Tudo o que sabemos sobre Pânico 6

Alô, Sidney. Ou melhor, Sam e Tara. Desde aquela ligação telefônica sinistra em...

Por DarkSide
ArtigoFábulas Dark

A sinistra relação entre Pink Floyd e O Mágico de Oz

De um lado, O Mágico de Oz, clássico do cinema estadunidense, dirigido por Victor...

Por DarkSide
CuriosidadesDarkside

O que é mito e o que é mitologia?

Há alguma ironia e até um trocadilho divertido quando pensamos nos principais mitos...

Por DarkSide
ListasLivros

Dicas de livros para presentear nesse fim de ano

O período de festas e confraternizações está chegando, e com ele aquela eterna...

Por DarkSide
DarkloveListasLivros

10 Livros com lições valiosas da marca DarkLove

Uma narrativa nunca se limita ao universo de seus personagens. Ela ressoa nas...

Por DarkSide