Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Cine Book ClubListas

Conheça alguns dos artistas por trás da edição de Stranger Fans

11 ilustradores brasileiros contam suas inspirações com o Mundo Invertido

22/11/2019

O livro Stranger Fans — A década de 80 no universo da série Stranger Things, da DarkSide® Books, é uma coleção para nenhum fã do Mundo Invertido botar defeito. Além de reunir influências e curiosidades que permitiram que os Irmãos Duffer criassem o universo de Stranger Things, a Caveira ainda complementou a edição com arte brasileira.

LEIA TAMBÉM: O MUNDO INVERTIDO DE STRANGER FANS

As últimas páginas da publicação mostram dezenas de ilustrações de Eleven e toda a turminha de Hawkins feitas por artistas brasileiros que imprimiram o seu olhar sobre a série. Neste post apresentamos 11 (eleven!) deles e suas relações com o Mundo Invertido:

Raul Aguiar

Este artista gráfico é natural de Recife (PE) e vive há oito anos em São Paulo (SP). Em seu trabalho utiliza vetores como base para a criação de ilustrações inspiradas na cultura geek. Ele trabalha como ilustrador freelancer e colabora com revistas e publicações nacionais e estrangeiras. Raul também ilustrou uma coleção de livros infantis e foi convidado pelo Facebook para desenvolver a coleção de figurinhas “De boa” para a rede social. Neste ano o artista lançou um jogo de celular baseado em suas criações.

Stranger Things

Raul declara ser fã de Stranger Things desde o lançamento e considera que o clima retrô da série casa com seu estilo. Além disso, ele tem algo em comum com os garotos da série: é jogador de D&D.

Conheça o trabalho de Raul Aguiar

André Persechini (Pepo)

O ilustrador e tatuador de Belo Horizonte (MG) viveu parte dos anos 1980 e foi pego desde a primeira temporada de Stranger Things pela nostalgia oitentista da série. A aventura dos personagens em meio a este clima foram a principal inspiração de André para a sua arte reproduzida no livro. Assim como Will, Mike, Lucas e Dustin, ele também já jogou muito Dungeons & Dragons.

Stranger Things

Conheça o trabalho de André Persechini 

Laryssa Wannelle

Para esta desinger que mora em Paulista (PE) desenhar é muito mais do que um ofício: “A ilustração é a ponte que me leva para a Laryssa da infância, um lugar onde consigo me reconectar com o que sou e quero passar para o mundo”, define. Por meio de sua arte ela busca expor quem verdadeiramente é, seus sentimentos, vivências e experiências do dia a dia. 

Stranger Things

Apaixonada pelos anos 1980, Laryssa confessa ter maratonado a primeira temporada de Stranger Things em apenas dois dias, além de ter passado mais um mês ouvindo a trilha sonora da série. A conexão foi tão forte que a arte feita por ela saiu rapidamente, em apenas algumas horas.

Conheça o trabalho de Laryssa Wannelle

Jéssica Brasil

Desenhar sempre foi uma paixão de Jéssica, que é natural de Natal (RN). Formada em Design Gráfico, ela sempre buscou trabalhar na área de ilustração e hoje atua com Character Design. “Amo desenhar personagens, principalmente meninas estilosas e coisas fofas”. Estas características estão bem presentes nas suas artes reproduzidas em Stranger Fans. Segundo Jéssica, o Mundo Invertido é a parte mais empolgante da série, que a deixa animada para desenhar seus personagens preferidos. 

Stranger Things

Conheça o trabalho de Jéssica Brasil

André Bales de Almeida

Nascido em uma sexta-feira 13, este designer sempre amou ilustração e animação e agora trabalha focado em 3D. Uma das principais inspirações de André é a personagem Eleven, que, segundo ele, possui camadas que a tornam tridimensional, mostrando evolução e construindo um bom fechamento para o seu arco na série.

Stranger Things

Pode-se dizer que a arte que ele fez da personagem de Millie Bobby Brown mudou a sua vida. André a desenvolveu depois de uma maratona da série e, no dia do seu aniversário, a ilustração virou destaque da plataforma Behance. Esta projeção abriu portas ao designer e foi um fator crucial para a sua contratação no trabalho atual.

Conheça o trabalho de André Bales de Almeida

Julio Cesar (MZ09)

Natural de Fortaleza (CE) e morador de Curitiba (PR), Julio Cesar é ilustrador e designer de personagens freelancer. Entre os temas que mais gosta, tem preferência por desenhar retratos, garotas estilosas e, mais recentemente, coisas mais surrealistas, voltadas ao nonsense e ao terror. As diferentes faces de Eleven foram a sua principal inspiração para a arte de Stranger Fans, principalmente a evolução e socialização da personagem com a ajuda dos garotos.

Stranger Things

Conheça o trabalho de Julio Cesar

Bruno de Amorim

Há sete anos Bruno estuda desenho e ilustração, com técnicas tradicionais e digitais. Morador de Porto Alegre (RS), ele busca inspiração em todas as formas de arte e guia seus trabalhos pela vontade de experimentar, aprender e contar histórias. Em seu perfil do Instagram é visível a variedade de técnicas e experimentos do artista.

Stranger Things

Bruno buscou inspiração para as suas artes de Stranger Fans na relação que a série pode ter com o mundo real: “Nosso mundo anda tão invertido ultimamente. A esperança é que cada pessoa possa ser um herói e lutar pelo que acredita”.

Conheça o trabalho de Bruno de Amorim

Melissa Garabeli

Esta artista visual e ilustradora já teve suas artes publicadas em diversos livros infantis e didáticos, além de algumas obras em quadrinhos. Recentemente, Melissa recebeu dois prêmios importantes pela sua graphic novel Saudade: o troféu Ângelo Agostini (Melhor Quadrinho Independente) e o HQ MIX (Novo Talento – Desenhista). A artista divide o seu tempo entre aquarelas, cães resgatados e achocolatado.

Stranger Things

Em relação ao Mundo Invertido de Stranger Things, Melissa considera o conceito fascinante e aproveitou a dualidade da ambientação para a sua arte: “Esta ideia de um lugar contraditório é o que me deu o start para pensar em um globo que vai, gradativamente, se transformando em dois lugares distintos”. Os dois universos são representados por técnicas diferentes pela artista: aquarela no mundo real e giz pastel no Mundo Invertido, “para criar a atmosfera sombria”, segundo ela. Entre D&D ou waffles, ela prefere o lanche: “Melhor comer do que ser morta em batalha!”.

Conheça o trabalho de Melissa Garabeli

Rebeca Prado

Esta quadrinista, ilustradora e roteirista é autora dos livros Navio Dragão e Baleia #3, ambos lançados por financiamento coletivo. Ela também publicou os zines Baleia #1, Baleia #2, Carne! e Credo (Que Delícia) – este último vencedor do prêmio Ângelo Agostini 2019. Atualmente Rebeca trabalha como roteirista efetiva da Turma da Mônica e como ilustradora para o mercado editorial.

Stranger Things

A inspiração para sua arte publicada em Stranger Fans é uma mistura de Hawkins com Minas Gerais, o que resultou na expressão “Trem Doido”. Além disso, ela buscou colocar elementos comuns aos dois mundos (real e invertido) e inseriu as árvores, que criam a atmosfera de aventura da série.

Conheça o trabalho de Rebeca Prado

Samanta Flôor

Moradora de Porto Alegre (RS), Samanta trabalha como freelancer com ilustração e recentemente começou a tatuar seus desenhos. Ela ama quadrinhos e tem algumas HQs publicadas. Aliás, esta paixão por quadrinhos está por trás do crossover da sua arte em Stranger Fans: Eleven e a Magali da Turma da Mônica. Além disso, a ilustradora disse se identificar bastante com os meninos da série, já que ela também passou boa parte da infância caçando dragões e jogando RPG

Stranger Things

Conheça o trabalho de Samanta Flôor

Lucas Marques

Natural do Rio de Janeiro (RJ), Lucas é um artista freelancer que desenha profissionalmente há seis anos. Entre os principais temas para suas ilustrações, ele prefere desenhar situações do cotidiano combinadas com elementos fantásticos. É justamente esta a proposta de Stranger Things, que se baseia no dia a dia de uma cidadezinha normal, mas que de repente vira palco de acontecimentos estranhos. Lucas é apaixonado pela estética da série e afirma que cada episódio lhe inspirava a ter diferentes ideias.

Stranger Things

Conheça o trabalho de Lucas Marques

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

2 Comentários

  • Maisa

    12 de julho de 2021 às 18:40

    Amei as fotos

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Stranger Fans + Brinde Exclusivo
R$ 99,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Star Wars: Dark Edition + Brinde Exclusivo
R$ 99,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
De volta para o futuro
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CuriosidadesFilmes

Você sabia que Viagem Maldita foi inspirado num caso real?

Não existe nada mais aterrorizante do que um filme de terror baseado em uma história...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Dark Night of the Scarecrow: Frank De Felitta como você nunca imaginou

Vocês já pararam para se perguntar de onde vem nosso fascínio pelos filmes antigos?...

Por Cesar Bravo
DarksideMúsica

Celebre os Heróis do Blues, Jazz & Country com essa playlist

Além de um ilustrador brilhante, Robert Crumb era um apaixonado pela música dos anos...

Por DarkSide
Crime SceneCuriosidades

Crianças podem ser consideradas psicopatas?

O ser humano é mau até que prove o contrário ou ele nasce bom e a sociedade o...

Por DarkSide
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

4 Profissões da morte que você não imaginava que existiam

Você já pensou em trabalhar diretamente com a morte? Quando pensamos em...

Por DarkSide