Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

DarksideLançamento

Conheça escritores por trás de Seres Mágicos & Histórias Sombrias

Autores dos gêneros de terror, fantasia e ficção científica têm seus contos reunidos em uma antologia organizada por Neil Gaiman e Al Sarrantonio

Fantasia e terror se unem em uma obra com nomes de peso da literatura mundial. O resultado? Uma antologia com 27 histórias aterrorizantes e ao mesmo tempo mágicas. Os escritores de Seres Mágicos & Histórias Sombrias tiveram seus contos reunidos pelos autores Neil Gaiman e Al Sarrantonio em uma obra que redefine a ficção imaginativa.

Mas o que é uma antologia?

Para quem desconhece seu significado, antologia é um conjunto de textos, contos ou narrativas que exploram uma mesma temática e que, reunidos, compõem uma obra de volume único. No caso da antologia Seres Mágicos & Histórias Sombrias, foram escolhidas histórias especialmente sombrias e mágicas para leitores curiosos que gostam de sonhar.

Conheça mais sobre alguns dos escritores presentes no livro:

Joe Hill

O autor norte-americano escreve livros de ficção, coleções, contos e histórias em quadrinhos. Autor de contos desde 1997, Hill somente publicou seu primeiro livro em 2005, Fantasmas do Século XX. Dois anos depois publicou seu primeiro romance A Estrada da Noite, pelo qual recebeu o Bram Stoker Award na categoria de Primeiro Romance. Ele também escreveu o livro Amaldiçoado, que foi adaptado para o cinema com Daniel Radcliffe como protagonista.

O nome de Joe Hill não entrega, mas ele é filho dos escritores Stephen King – que tem CreepShow e N., publicados pela DarkSide® Books – e Tabitha King, autora do livro Pequenas Realidades, também publicado no Brasil pela DarkSide. Não adotar o sobrenome King foi uma escolha do próprio Joe, que queria fazer seu nome sem a influência da fama do pai. Somente em 2007 ele admitiu de quem era filho.

LEIA TAMBÉM: SERES MÁGICOS & HISTÓRIAS SOMBRIAS: NEIL GAIMAN & AL SARRANTONIO CHEGAM À DARKSIDE

Peter Straub

Nascido em Milwaukee em 1943, Peter Straub publica suas obras desde 1972. Apesar de ter ficado mais famoso por suas histórias de horror, ele também tem outros trabalhos de ficção científica e até mesmo de poesia. Aos sete anos ele sofreu um grave acidente de carro que o obrigou a reaprender a andar, o que ele define como uma experiência que o deixou ciente da própria mortalidade – um componente bem importante para escrever histórias realmente assustadoras.

O autor, que é um dos mais aclamados no gênero de terror, entra para a família DarkSide com o lançamento de Ghost Story, o terror psicológico que fez o autor ser conhecido pelo público em 1979. Straub é um amigo de longa data de Stephen King, com quem já fez algumas colaborações como em O Talismã e A Casa Negra. Em sua carreira já venceu o Bram Stoker Award de Melhor Romance cinco vezes.

LEIA TAMBÉM: GHOST STORY: CLÁSSICO DE PETER STRAUB CHEGA À DARKSIDE

Joyce Carol Oates

Com seu primeiro livro publicado em 1962, Joyce Carol Oates não parou desde então. Já são mais de 50 romances, além de contos, coleções, peças, poemas e obras de não-ficção. A escritora tem uma premiada carreira que não mostra sinais de desgaste, acumulando prêmios como o Bram Stoker Awards, o National Book Awards, várias vezes finalista do Pulitzer e fortemente cogitada para o Nobel de Literatura.

Oates se consagrou como uma das escritoras contemporâneas mais relevantes. Um de seus trabalhos mais recentes, The Doll-Master, é uma coletânea de contos de terror publicada em 2016 e rendeu outro Bram Stoker Award para a autora.

Joe R. Lansdale

Com mais de 45 romances e mais de 30 coleções de contos publicados, Joe R. Lansdale é um autor versátil. Em sua bibliografia constam histórias de terror, suspense, mistério, mas também de ficção científica, faroeste e até histórias em quadrinhos, incluindo personagens como Batman e Hex.

A escrita de Lansdale é conhecida pelo tom profundamente sarcástico, estranho ou com situações absurdas envolvendo personagens como Elvis Presley e John F. Kennedy. Em sua carreira já acumulou prêmios como o British Fantasy Awards, o American Horror Award, o Edgar Award e nada menos do que dez Bram Stoker Awards.

Jodi Picoult

Com mais de 14 milhões de livros vendidos em todo o mundo e traduzidos para 34 idiomas, Jodi Picoult escreve com bastante versatilidade e já teve suas obras entre os mais vendidos do New York Times. Além dos romances, ela também foi roteirista de histórias da Mulher-Maravilha para a DC Comics. Algumas de suas obras já viraram filmes (a maioria deles para a TV) e a adaptação cinematográfica de Uma prova de amor chegou às telonas com Cameron Diaz no elenco.

Aliás, Girl Power é o que não falta para esta escritora. Ela é bem engajada em iniciativas voltadas a escritores e integrou o conselho da ONG Vida: Women in Literary Arts, que luta pela igualdade de espaço no mercado editorial para mulheres e outras pessoas frequentemente marginalizadas, como negros, pessoas com necessidades especiais, trans, entre outros.

Chuck Palahniuk

O romance de estreia de Palahniuk já o tornou conhecido em todo o mundo. Clube da Luta foi publicado em 1996 e três anos depois já ganhou uma adaptação para o cinema pelas mãos do diretor David Fincher e atores como Brad Pitt, Edward Norton e Helena Bonham-Carter. Desde então este jornalista e escritor americano de ascendência ucraniana continuou escrevendo livros de ficção e se dedicando aos fãs, para quem ministra uma oficina com dicas de escrita.

Em suas obras o autor costuma não seguir uma ordem 100% cronológica, frequentemente iniciando do final e fazendo com que os personagens narrem os eventos que os levaram até aquele ponto. Seus protagonistas costumam ser pessoas que foram marginalizadas de alguma forma e que respondem com um comportamento agressivo e autodestrutivo.

Jeffery Deaver

Antes de se dedicar à carreira de escritor, Deaver se formou em Jornalismo, Direito e inclusive advogou por algum tempo. Esta provavelmente a principal influência para o caráter mais investigativo de suas obras. Entre seus trabalhos mais conhecidos está o livro O Colecionador de Ossos, adaptado para o cinema em 1999.

Jeffery Deaver está entre os autores que recomendam o livro O Demonologista, de Andrew Pyper, publicado no Brasil pela DarkSide® Books.

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

3 Comentários

  • Ronaldo

    4 de outubro de 2019 às 16:29

    Incrível! Conheci esta editora há uma semana e já comprei três livros e começo a ler Bom dia, Verônica hoje. Essa antologia sombria e mágica já está me fazendo viajar antes mesmo de chegar na minha casa. Ansioso!

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Ghost Story + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Medo Imortal + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesMedo Clássico

Como o Horror de Coração das Trevas influenciou Apocalypse Now

No final do século XIX, após um longo período de exploração belga no Congo, o...

Por DarkSide
CuriosidadesGraphic Novel

Conheça o caso de Green River Killer

Um dos serial killers com o maior número de vítimas nos Estados Unidos rendeu quase...

Por DarkSide
LançamentoMedo Clássico

“O horror! O horror!”: Coração das Trevas, por Joseph Conrad, chega à DarkSide

Em meados da década de 1870, o rei Leopoldo II da Bélgica passou a...

Por DarkSide
Crime Scene FictionFilmesListas

Nó na Garganta: 8 Curiosidades sobre o filme de Butcher Boy

A infância nem sempre é um período repleto de brincadeiras e boas lembranças. Em...

Por DarkSide
Crime ScenePerfil

Quem foi Hermann Rorschach, que desenvolveu o teste de mancha de tinta

O que você enxerga em uma mancha de tinta em um papel pode mesmo revelar aspectos da...

Por DarkSide