Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Crime SceneCuriosidades

Jane Toppan: Conheça o caso dessa lady killer

Assassina trabalhava como enfermeira

15/04/2024

Conhecida como “a primeira serial killer dos Estados Unidos”, Jane Toppan se valia da sua profissão e aparência inocente para cometer seus crimes. Um estudo de caso detalhado sobre a sua vida e mente doentia resultou no livro Lady Killers Profile: Jane Toppan.

LEIA TAMBÉM: AS 10 ASSASSINAS MAIS LETAIS DE TODOS OS TEMPOS

Escrito pelo veterano Harold Schechter, conhecido dos DarkSiders por títulos como Serial Killers: Anatomia do Mal, H.H. Holmes: Maligno, Lady Killers Profile: Belle Gunness e Ed Gein, o livro revela os detalhes sombrios da vida e dos crimes de uma das mais intrigantes assassinas em série do século XIX.

Descubra a seguir o que torna o caso de Jane Toppan tão peculiar.

Uma infância conturbada

Não é uma regra, mas boa parte dos assassinos em série não tiveram a infância dos sonhos. Com Jane Toppan não foi diferente: nascida Honora Kelley na cidade de Boston, filha de imigrantes irlandeses, Jane perdeu a mãe ainda jovem por causa da tuberculose. 

lkp jane toppan

Para complicar, o pai dela era conhecido como uma pessoa excêntrica e alcoólatra, chegando a ganhar o apelido “Kelley the Crack”. Ele trabalhava como alfaiate e dizem que em determinado momento chegou a costurar as próprias pálpebras para que ficassem fechadas.

Poucos anos após a morte da esposa, Kelley deixou as duas filhas mais novas, Delia Josephine, de 8 anos, e Honora (Jane), de 6, em um orfanato para meninas indigentes. E nunca mais as viu. Não há registros sobre a experiência das duas no local, mas Delia acabou se tornando prostituta, enquanto a irmã mais velha delas, Nellie, acabou sendo internada em um sanatório.

LEIA TAMBÉM: ASSASSINAS MADE IN BRAZIL: RELEMBRE MULHERES QUE FICARAM FAMOSAS POR MATAR

Em 1862, com 8 anos, Honora foi levada para trabalhar na casa de uma viúva chamada Ann Toppan. Embora nunca tenha sido adotada por ela, a jovem assumiu o sobrenome da família para se distanciar de seus parentes biológicos e ficou conhecida como Jane Toppan.

jane toppan

Com 18 anos, ela ganhou 50 dólares para construir sua vida fora da residência dos Toppan, mas preferiu continuar por ali, até mesmo após o falecimento de Ann. Jane trabalhou por um tempo com a filha dela, Elizabeth, com quem tinha uma boa relação.

Uma enfermeira doentia e perigosa

Embora tenha sido descrita como “brilhante e terrível”, Jane mudou a impressão que as pessoas tinham dela quando começou a estudar enfermagem no Cambridge Hospital, em Boston. Seu esforço era notado pelos pacientes e era vista como uma pessoa brilhante e amigável, o que lhe rendeu o apelido de “Jolly Jane” (Jane Alegre). 

Jane logo ficou próxima dos pacientes e até escolhia seus preferidos, normalmente aqueles mais idosos e muito doentes. Só que por trás da imagem amigável, ela usava seus pacientes como ratinhos de laboratório, em experimentos com o uso de morfina e atropina. Ela alterava as doses receitadas para ver o que acontecia com o sistema nervoso deles. Também adulterava os registros médicos para que tais pacientes ficassem mais tempo sob seus cuidados e, por meio das medicações, alterava a consciência deles.

jane toppan

Embora muitas mortes tenham ocorrido sob seus cuidados, ela era vista pelos médicos como uma enfermeira dedicada, e foi recomendada para o respeitado Hospital Geral de Massachusetts, onde fez mais algumas vítimas. Um ano depois, foi demitida de lá, mas não pelos crimes que cometia (ainda) em segredo: foi por ter abandonado a ala em que trabalhava sem permissão.

Jane até voltou a trabalhar no Cambridge Hospital, mas logo foi dispensada por administrar opioides de maneira irresponsável. Foi então que ela começou a atuar como enfermeira particular e teve até uma boa carreira — apesar de alguns de seus empregadores se queixarem de pequenos furtos.

A matança de Toppan começou pra valer no ano de 1895, quando assassinou seu senhorio, Israel Dunham, e a esposa dele. Em 1899 ela matou Elizabeth Toppan — praticamente sua irmã adotiva — com uma dose de estricnina. Dois anos depois, ela foi morar com o velho Alden Davis e família para cuidar do homem após a morta da esposa, Mattie (que ela também havia matado). Em questão de semanas, Jane Toppan assassinou Davis, a irmã dele e duas de suas filhas.

lady killers profile jane toppan

Os familiares sobreviventes dos Davis pediram um exame toxicológico de uma das filhas, que apontou a morte por envenenamento. A polícia ficou de olho em Toppan e ela acabou sendo presa por homicídio. Em 1902 ela confessou ter matado 31 pessoas.

Jane foi declarada insana e condenada a passar o resto da vida no Hospital Psiquiátrico Taunton. Ela faleceu em agosto de 1938, aos 84 anos de idade.

LEIA TAMBÉM: 10 PRODUÇÕES PARA FÃS DE DAMAS MORTAIS E LADY KILLERS

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

O que é teoria e o que é fato sobre a morte da princesa Diana

Tragédias que ganham os noticiários mundiais costumam vir carregadas de teorias...

Por DarkSide
Crime ScenePerfilProfissionais da Morte

Você sabe o que faz uma limpadora de traumas? Conheça Sandra Pankhurst

Você sabe o que faz um limpador de traumas? Não, não estamos falando de nenhum tipo...

Por DarkSide
Crime SceneEntrevista

Predador Americano: autora levou seis anos e gastou 30 mil dólares para investigar Israel Keyes

Como jornalista e fã do ofício, adoro ler livros escritos pelos meus colegas. ...

Por Liv Brandão
CuriosidadesDarklove

Lendas Japonesas: Quem são kitsune e tanuki?

O folclore japonês é povoado por criaturas mágicas que há muito nos fascinam por...

Por DarkSide
FilmesNovidades

The Substance: O elogiado filme que mistura O Médico e o Monstro e Showgirls

“Visionário feminista sobre terror corporal”, “filme cruel e...

Por DarkSide