Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesFirestar Videolocadora

O carnaval de pecados de Quicksilver Highway

A união titânica de Stephen King e Clive Barker

02/06/2023

Em um mundo justo e perfeito, bons livros sempre encontrariam os melhores leitores, bons empregadores teriam os melhores funcionários e os melhores filmes encontrariam um lugarzinho especial no coração dos maiores cinéfilos. Mas isso quase nunca acontece, a gente bem sabe. Felizmente, existe um lugar onde essa e muitas outras realidades podem ser reais, e estamos falando de um dos filmes mais confusamente originais da década de 1990.

LEIA TAMBÉM: A CRIATURA DO CEMITÉRIO E O LENDÁRIO GORE DE STEPHEN KING

O nome talvez não refresque sua memória, mas e se eu disser que nesse filme existe Christopher Lloyd (vulgo Emmett “Doc” Brown de De Volta Para o Futuro) usando um traje de Hellraiser? E se eu mencionar uma dentadura assassina com uma predileção por caroneiros? Bem, estou certo que algumas sinapses se acenderam dentro desses cérebros sobrecarregados…

christopher lloyd em quicksilver highway

O filme em questão é A Maldição de Quicksilver (Quicksilver Highway, 1997), uma das produções de horror sombrio mais divertidas e indecentes (no melhor sentido da palavra) que você vai encontrar nas prateleiras da Firestar. Começamos o filme com um casal em lua de mel tenho problemas com seu carro, mas se isso já nos deixa curiosos e apreensivos, basta botar os olhos em Aaron Quicksilver (Doc Brown rsrs) para que fiquemos chocados. A trama do filme é dividida em dois “tomos” por assim dizer, onde Aaron conta a primeira história para a noiva em apuros e a segunda para um ladrão de carteiras. Curioso, não? Mas espere até conhecer os autores das duas histórias que escapam pela boca de Aaron.

poster quicksilver highway

A primeira é de Stephen King, com a coisinha cheia de dentes que tem o hábito de andar por aí salvando vendedores com abstinência de nicotina. É um conto memorável para se dizer o mínimo, uma daquelas histórias quentes que nos fisgam pelo coração do começo ao fim. É estranho? Sim. Beira o ridículo? Certamente. Isso é problema? Nãããããooooo!

dentadura a maldição de quicksilver

Na segunda parte mergulhamos na cabeça hipercriativa de Clive Barker, em uma de suas histórias mais “políticas” e sarcásticas. Tome um tempo agora e olhe para as suas mãos. Isso. Você gosta delas? Pois é… pode ser que elas não gostem tanto assim de você.

LEIA TAMBÉM: CLIVE BARKER, UM ARTISTA COMPLETO

Com direção do queridaço do terror Mick Garris, A Maldição de Quicksilver nos presenteia com um horror que não espera recompensas ou reconhecimento, que não pretende estar na lista dos dez mais de ninguém, mas que ainda assim encontrou um lugar pra chamar de seu no coração de muita gente.

Inclusive temos nesse filme uma aparição do próprio Clive Barker interpretando um anestesiologista e, meus amigos, aquilo sempre coloca um sorriso em meu rosto (ele diz uma frase na cena, que eu não vou dizer, mas torna tudo HILÁRIO). O filme ainda tem mais curiosidades e destaques (John Landis — que dirigiu Um Lobisomem Americano em Londres — aparece ao lado de Barker, na mesma sala de cirurgia) e o maior deles vai pro já mencionado Christopher Lloyd e sua interpretação brutal do personagem Aaron. Em um mundo que não poderia ser crível, o mergulho na dramaticidade de Christopher nos faz afundar junto com ele, em duas histórias que, no fundo, apelam para dramas humanos bastante incômodos. Ganância, poder, vingança, o ato de subestimar e ser subestimado, de ridicularizar para depois ser exterminado como um inseto insignificante. Nessas histórias, sobretudo nas falas de Christopher, existe um senso de moralidade muito especial, uma justiça que somente os bons filmes de horror são capazes de proporcionar.

quicksilver highway

Assistindo a esse filme pela primeira vez, muitos de nós não sabiam exatamente o que esperar da união titânica de Clive Barker e Stephen King, mas hoje consigo definir o resultado dessa tempestade em duas palavras: sinergia e caos. Essa é a essência mística desse filme.

É provável que se eu continuar com esse texto, acabe soltando alguns spoilers desnecessários, e isso seria algo difícil de perdoar levando em conta o carinho enorme que toda uma geração de amantes do horror tem por Quicksilver. Então vou deixar com vocês. Sejam bons uns com os outros, sejam leais, andem pela estrada da retidão. Ou caiam no asfalto amaldiçoado de Quicksilver Highway.

a maldição de quicksilver

LEIA TAMBÉM: 10 CURIOSIDADES SOBRE STEPHEN KING

Sobre Cesar Bravo

amplificador cesar bravoCesar Bravo é escritor, criador de conteúdo e editor. Pela DarkSide® Books, publicou Ultra Carnem, VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue, DVD: Devoção Verdadeira a D., 1618 e Amplificador.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

1618 + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Livros de Sangue: Volume 1 + Brindes Exclusivos
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
De volta para o futuro
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CuriosidadesFilmes

Como foi a preparação de Kirsten Dunst para Entrevista com o Vampiro

Um vídeo de Kirsten Dunst relembrando seu papel na adaptação do clássico Entrevista...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Warlock: Esse filme já enfeitiçou você?

Eu não sei onde você estava (ou se havia nascido) nos anos 1990, mas se você tivesse...

Por Cesar Bravo
Curiosidades

Quando é a próxima Sexta-feira 13?

Dia de azar para alguns, de sorte para outros. Para surpresa de zero pessoas a Caveira...

Por DarkSide
ColecionáveisGraphic NovelNovidades

Uma Hello Kitty de Junji Ito? Acredite, o crossover vem aí

O fato de Hello Kitty não ter uma boca vai deixar de ser a coisa mais sinistra a seu...

Por DarkSide
DarkloveDarkSide RecordsLançamento

Lançamento: Música para Morrer e Renascer, por Valzhyna Mort

Aclamado pelo The New York Times como um dos melhores livros de poesia de 2020 e...

Por DarkSide