Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesFirestar Videolocadora

Patrick: A parte obscura entre a consciência e a inconsciência

Um mistério que prende até o fim

09/03/2024

A década de setenta e o início dos anos oitenta pode ser considerado o “período da exploração da mente” no horror. Carrie, Stalker, Altered States, Scanners, Firestarter, The Dead Zone e a lista vai longe. Entre tantos clássicos que ficaram grudados em nossa mente, corremos o risco de deixar passar um ou outro filme que acabou ofuscado pelas produções mais celebradas. O homenageado de hoje é um desses casos, o filme Patrick, estrelado por Susan Penhaligon e Robert Thompson, que emergiu das sombras mentais do roteirista Everett De Roche em 1978. Dirigido por Richard Franklin, por aqui manteve o mesmo nome, algumas vezes recebendo o complemento de Patrick: Uma Experiência Alucinante.

LEIA TAMBÉM: SUPERSTITION: UM FILME QUE IRÁ TESTAR SUA DESCRENÇA

Começamos o filme com Patrick vivendo o pesadelo de muitos jovens adultos: ele ouve sua mãe praticando ter novos bebês com um desconhecido. E Patrick, bem, ele não gosta disso e decide fazer uma visita fatal ao casal enquanto eles se divertem na banheira.

Três anos depois, Patrick está internado e em coma na Clínica Roget, um hospital particular em Melbourne, onde acompanhamos a chegada da enfermeira Kathie Jacquard que pretende trabalhar na mesma clínica. Depois de uma dura entrevista de emprego com a enfermeira-chefe Matron Cassidy, Kathie consegue ficar com a vaga. Quanto à Patrick, ele está entubado, e ao que tudo indica sua única capacidade física é cuspir na enfermagem e nos médicos, mas calma, logo saberemos mais sobre esse paciente especial. 

patrick

Como muitos filmes da safra, a medicina praticada na clínica não é exatamente convencional, isso quer dizer que em certos momentos os médicos podem parecer mais arruinados mentalmente que seus pacientes — diversão garantida. Os motivos para Patrick ser mantido com vida, por exemplo: segundo Dr. Roget, através de Patrick ele poderá saber o exato momento da morte.

LEIA TAMBÉM: TREMORS: VERMES GIGANTES, PÓLVORA E KEVIN BACON

Como esperamos que aconteça, Patrick começa a encontrar maneiras peculiares de se comunicar, e o filme trabalha muito bem essa ideia, inicialmente nos confundindo entre o que é (ou poderia ser) real, acaso e o que seria executado pelos poderes mentais de Patrick.

PATRICK

A tensão segue aumentando no círculo íntimo da enfermeira Kathie, principalmente em relação a seu novo amigo (e candidato e namorado), o neurocirurgião Brian Wright, seu candidato a ex-marido, Ed Jackqard, e a enfermeira chefe ansiosa por demiti-la a qualquer momento, Matron Cassidy.

patrick

Outro detalhe interessante do filme é a dinâmica entre o médico, Dr. Roget e seu paciente, Patrick, que basicamente está servindo de cobaia para suas teorias perigosas e inconvencionais. Uma delas, inclusive, é submeter o rapaz a eletrochoques, e nesse ponto do filme já ficou claro que Patrick está, de alguma maneira, consciente das coisas que acontecem ao seu redor — isso inclui todas as sensações físicas.

patrick

Enquanto isso, Patrick começa a se comunicar por meio de uma máquina de datilografia, e passa a manifestar fenômenos que poderiam se aproximar de uma dominação consciente de outras pessoas, de suas decisões e funções físicas. Nesse momento, apesar de todas as improbabilidades, o filme nos fisga de novo. Estamos afeiçoados a Kathie, e até mesmo a Patrick, que oscila entre um agressor e uma vítima.

patrick

Em um começo de turno de trabalho, Kathie recebe a notícia que está demitida, e ao se despedir de Patrick, ele pede sua ajuda, e escreve via poderes telecinéticos que estão tentando matá-lo. O filme consegue fazer um ótimo jogo de suspense, e a menos que você seja um herege do horror, vai estar preso junto com Patrick até o final desse mistério.

patrick

Comovida pela situação de Patrick, Kathie decide ajudá-lo, e para isso ela retorna à clínica, à noite, com o neurocirurgião Dr. Brian, a fim de ter algumas respostas, ou um aval médico para ajudar Patrick a receber o tratamento certo em vez de servir como cobaia para os delírios clínicos do Dr. Renot. Já o procedimento de “excitação” do paciente nessa sessão é uma das pérolas bizarras do filme, vocês vão entender quando chegarem lá.  

patrick

Ponto positivo de Patrick também é como ele joga os holofotes no protagonismo feminino, e na liberdade feminina, sem que a enfermeira Kathie seja uma vítima das circunstâncias, como era corriqueiro nas produções dessa fase. Igualmente positiva é a forma como alguém em uma situação de completa imobilidade como Patrick consegue nos deixar com medo, e essa é uma habilidade impressionante da direção, que conseguiu colocar os olhos arregalados de Patrick como duas janelas para o inferno.

patrick

Se nada disso ainda fisgou você, Patrick também é um ótimo filme de suspense e ficção científica (além de uma improvável história de amor). Com a ressalva de algumas visões distorcidas que eram comuns na época, é um filme interessante, envolvente e surpreendente, que continua inspirando cineastas potentes como Quentin Tarantino. Patrick será inesquecível se você, cinéfilo do horror, for um fã das temáticas exploradas nessa produção (assassinatos, poderes mentais, jogos de persuasão). Com uma locação bastante restrita e ótimos atores, Patrick convence e nos mantém ligados até a conclusão final, e eles não esquecerem de guardar o melhor para esse momento derradeiro, podem ter certeza.

Agora que já falamos mais do que podíamos, e só você sair desse estado comatoso, deixar os olhos bem abertos e apertar o play! Vamos? 

O trailer você confere aqui:

LEIA TAMBÉM: MY BLOODY VALENTINE: GORE, GORE (E UM POUCO MAIS DE GORE)

Sobre Cesar Bravo

amplificador cesar bravoCesar Bravo é escritor, criador de conteúdo e editor. Pela DarkSide® Books, publicou Ultra Carnem, VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue, DVD: Devoção Verdadeira a D., 1618 e Amplificador.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Ultra Carnem
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Amplificador + Brinde Exclusivo
R$ 69,850
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidades

Jane Toppan: Conheça o caso dessa lady killer

Conhecida como “a primeira serial killer dos Estados Unidos”, Jane Toppan se valia...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide