Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesMacabra

Por que somos fascinados pelo nojo?

A psicologia por trás do “credo, que delícia"

02/07/2024

A conta não fecha: como que a repulsa por algo pode torná-la mais fascinante? E antes de tudo, por que algumas coisas nos dão nojinho e outras não? Como que algo tão asqueroso como o gore é um trunfo poderoso da ficção de terror? Isso vem de preferências pessoais? Experiências passadas? Construção social?

LEIA TAMBÉM: LANÇAMENTO: ANATOMIA DO NOJO, POR WILLIAM IAN MILLER

William Ian Miller se dispôs a investigar os motivos por trás da nossa conflituosa relação com o nojo e trouxe respostas no livro Anatomia do Nojo, lançado pela Macabra e DarkSide® Books. Com uma escrita perspicaz e provocativa, ele desmonta as camadas ocultas da nossa psicologia, revelando como a noção de nojo molda nossas interações sociais, nossas escolhas e até mesmo nossos sistemas de crenças.

Com uma análise histórica, social e cultural, o escritor e historiador William Ian Miller desenvolve uma espécie de história do nojo, remontando às antigas narrativas das sagas medievais e da Bíblia até os dias de hoje para mostrar como esse sentimento que julgamos tão natural é, de certa forma, construído, e que se diferencia entre povos, regiões e épocas.

anatomia do nojo

Pode ser um tema que você não pare pra pensar com muita frequência, mas o nojo nos cerca. Basta dar uma olhada em alguns programas de TV: participantes de reality shows que são desafiados a comer coisas consideradas asquerosas, shows com dermatologistas espremendo espinhas e cravos, sem contar o próprio humor escatológico, que se utiliza de situações bem nojentas pra fazer o público rir.

E não é só na TV que o nojo encontra seu espaço. Não é de hoje que romances exploram relações de incesto consensual entre irmãos (universo de Game of Thrones, estamos de olho) para testar a repulsa do leitor. Ou até mesmo sites chocantes com filmagens reais de mortes violentas.

Longe de ser um fenômeno atual, o nojo sempre nos acompanhou. Mas nada nos impede de ir atrás de respostas: afinal, por que tantas pessoas são atraídas por coisas que deveriam, acima de tudo, causarem repulsa? A resposta está intimamente ligada em como o próprio nojo funciona.

gore

O que é o nojo?

Vamos começar do começo: o nojo é, em essência, uma emoção de evitação, de querer anular algo. Ele indica que algo talvez seja perigoso para o seu corpo e te encoraja a evitar aquilo ali.

Cientistas acreditam que o nojo tenha se originado na comida, como o próprio pai da evolução Charles Darwin assinalou “quão prontamente esse sentimento é ativado por qualquer coisa incomum na aparência, odor ou na natureza da nossa comida”. Segundo essa teoria, o sentimento evoluiu para abranger tudo que possa te colocar em contato com patógenos perigosos, sejam eles relacionados a doenças, animais, lesões corporais, cadáveres ou sexo.

Mas o nojo foi além do aspecto físico: ele parece ter evoluído para regular coisas que são simbolicamente danosas: violações morais, regras culturais e valores coletivos ou individuais. É por isso que sentimos nojo ao ver atos racistas ou homofóbicos, por exemplo.

corra

O fascínio pelo nojo

Mas se o nojo é uma emoção que nos protege de coisas perigosas ou que ferem a nossa moral, por que ele acaba causando certo fascínio? Pesquisas no ramo da psicologia sugerem que o estímulo do nojo funcione tanto para chamar como para manter a nossa atenção de uma maneira mais eficiente que a maioria dos outros estímulos neurológicos.

De acordo com as pesquisadoras Bridget Rubenking e Annie Lang, isso provavelmente acontece porque, de uma perspectiva evolutiva, essa retenção de atenção a coisas nojentas é o que prepara os humanos para evitar substâncias nocivas. Então, por mais desagradável seja, o nojo evoluiu para capturar a nossa atenção.

Ok, mas capturar é uma coisa. O que explica gostar de ver algo nojento? A psicóloga Nina Strohminger sugere que esse prazer se enquadre no que é chamado de “masoquismo benigno”, uma tendência humana a buscar experiências aparentemente “negativas” com o propósito de aproveitar “riscos inofensivos”, como andar de montanha-russa ou comer alimentos extremamente apimentados (ok, para alguns organismos isso não seria tão inofensivo assim).

alien

De acordo com Strohminger, parece “possível que qualquer sentimento negativo tenha o potencial de ser agradável quando é despojado da crença de que o que está acontecendo é realmente ruim, deixando para trás uma excitação fisiológica que é, por si só, estimulante ou interessante”.

Então você não apenas está predisposto a ser atraído por coisas nojentas, elas também ativam um mecanismo psicológico que lhe permite, nas circunstâncias certas, aproveitá-las. Mas é claro que há muito mais sobre a nossa história com o nojo do que apenas isso: convenções sociais e até mesmo a religião ajudaram a ditar o que consideramos nojento ou não. Descubra essa jornada asquerosa em Anatomia do Nojo e já conta pra gente: quais nojinhos mais te fascinam?

LEIA TAMBÉM: O QUE É ERO GURO?

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Anatomia do Nojo + Brinde Exclusivo
R$ 74,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Medicina Macabra 4 + Brinde Exclusivo
R$ 89,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Em Carne Viva + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CuriosidadesFilmes

Você sabia que Viagem Maldita foi inspirado num caso real?

Não existe nada mais aterrorizante do que um filme de terror baseado em uma história...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Dark Night of the Scarecrow: Frank De Felitta como você nunca imaginou

Vocês já pararam para se perguntar de onde vem nosso fascínio pelos filmes antigos?...

Por Cesar Bravo
DarksideMúsica

Celebre os Heróis do Blues, Jazz & Country com essa playlist

Além de um ilustrador brilhante, Robert Crumb era um apaixonado pela música dos anos...

Por DarkSide
Crime SceneCuriosidades

Crianças podem ser consideradas psicopatas?

O ser humano é mau até que prove o contrário ou ele nasce bom e a sociedade o...

Por DarkSide
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

4 Profissões da morte que você não imaginava que existiam

Você já pensou em trabalhar diretamente com a morte? Quando pensamos em...

Por DarkSide