Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesMagicae

Qual a diferença entre gnomos e duendes?

E anões, elfos, goblins, leprechauns…?

16/08/2023

Anão de jardim ou gnomo de jardim? Duende e goblin são a mesma coisa? Com algumas caracterizações parecidas e algumas perdas de tradução, muita gente tem dificuldade em distinguir seres elementais, mitológicos (ou seriam reais?), como gnomos, duendes, anões, elfos, goblins e leprechauns.

LEIA TAMBÉM: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE GNOMOS

Com diferentes origens e uma troca cultural que ocorreu dentro da Europa, e depois para os demais continentes, algumas definições de seres como gnomos e duendes até se cruzam em alguns aspectos e até mesmo em períodos históricos nos quais os dois poderiam ser considerados equivalentes.

Para saber direitinho quem são e o que os definem, a Caveira trouxe um guia para nunca mais confundi-los:

O que são gnomos?

Gnomos são criaturas mitológicas e pequenos espíritos da Renascença mágica e da alquimia. O termo foi adotado pela primeira vez por Paracelso no século XVI e esses elementais da terra são tipicamente retratados como pequenos humanoides que vivem no subsolo.

diferença gnomos e duendes

Estamos falando de espíritos habitantes da terra, frequentemente retratados como guardiões de minas e tesouros preciosos escondidos sob o solo. Devemos boa parte do nosso entendimento destes seres ao livro Gnomos, de Wil Huygen e do ilustrador Rien Poortvliet, que funciona como um guia completo sobre o estilo de vida desses seres elementais.

Quem são os duendes?

Duendes são seres mágicos que em algum momento na história foram muito confundidos com os gnomos, mas na verdade são equivalentes aos sprites ingleses e aos yōkai japoneses. Frequentemente são descritos como criaturas que têm entre 15 e 30 centímetros de altura, apresentam cabeça em formato cônico e uma personalidade um tanto volátil. 

duende
Pixabay/Reprodução

Seus poderes encantados incluem atravessar paredes, teletransportar objetos e pessoas, alta velocidade e até mesmo mudar de forma e de cor. São naturalmente curiosos, travessos e às vezes um tanto maliciosos, gostando de pregar peças nos humanos e nos animais — quem aqui nunca perdeu os amarradores de cabelo ou as canetas Bic para um duende desaforado, não?

LEIA TAMBÉM: CLÁSSICOS JAPONESES SOBRENATURAIS: DESCUBRA O QUE SÃO YŌKAI

E os anões?

A definição dos anões é muito próxima à dos gnomos. São seres que vivem no subsolo, trabalham com minas e são associados à terra. São os amigos da Branca de Neve e também do Gimli, de O Senhor dos Anéis. As principais diferenças entre eles e os gnomos estão no tamanho, na aparência, na personalidade e na cultura. Enquanto os anões são mais ligados aos mitos nórdicos e germânicos, os gnomos são mais universais. Anões são mais conhecidos por serem artífices e guerreiros, enquanto os gnomos são mais sábios e protetores da natureza.

anão
Warner Bros./Reprodução

Uma questão que é importante destacar é que o termo “anão” muitas vezes é utilizado para se referir a pessoas que sofrem com nanismo, mas esse é um uso considerado insensível justamente por sua conotação pejorativa. Nanismo é um transtorno que se caracteriza por uma deficiência no crescimento, que resulta numa pessoa com baixa estatura quando comparada à média da população de mesma idade e sexo. Pessoas que apresentam nanismo são absolutamente funcionais como qualquer outra e merecem ser tratadas com igual respeito.

Onde os goblins entram nessa história?

Goblins são criaturas semelhantes aos duendes, mas normalmente são mais feios, sujos e malvados. São associados à escuridão, à sujeira e à ganância. Esses seres, assim como os gnomos e anões, costumam viver em cavernas, minas ou florestas, só que não são guardiões: estão lá para roubar ouro e objetos de valor. São consideradas criaturas hostis tanto aos humanos como a outros seres mágicos, podendo atacar com violência.

goblin
Adobe Stock/Reprodução

E aqueles trolls de brinquedo?

Apesar de serem chamados de trolls, aqueles personagens de cabelo espetado que ficaram famosos na segunda metade do século XX e que ganharam até uma animação no cinema mas recentemente não compartilham muitas características com a definição destes seres mitológicos

troll
The Troll Hole Museum/Reprodução

Por definição, trolls são criaturas gigantescas e monstruosas que vivem em lugares isolados, como montanhas, pontes ou cavernas. Possuem pele grossa, cabelos ásperos e dentes afiados. São muito fortes, mas muito lentos. E como se isso não fosse ruim o suficiente, eles se alimentam de carne humana. Bem diferente daqueles simpáticos seres coloridos, não?

Elfos têm alguma coisa a ver?

Frequentemente caracterizados como criaturas elegantes e belas, os elfos vivem em harmonia com a natureza, em florestas ou reinos encantados — quem aqui queria se mudar pra Valfenda de O Senhor dos Anéis? Possuem orelhas pontudas, cabelos longos e olhos brilhantes. Costumam ser muito ágeis, graciosos e habilidosos com arco e flecha. Podem ser amigos ou inimigos dos humanos, dependendo da situação. 

elfo
Warner Bros./Divulgação

Uma representação de elfo que foge bastante das definições mais comuns é a dos elfos domésticos da saga Harry Potter, mostrados como seres servis aos bruxos e com um visual bem menos atraente do que os descritor por Tolkien.

E os leprechauns?

Típicos do folclore irlandês, os leprechauns fazem parte do mundo das fadas. São descritos como homens velhos e baixos que usam roupas verdes e chapéu de fivela, mais ou menos como boa parte dos foliões do Dia de São Patrício. São sapateiros que guardam o tal do pote de ouro no fim do arco-íris. Leprechauns são criaturas espertas e gostam de fazer acordos com os humanos, mas também podem enganá-los ou fugir deles. De alguma maneira, acabaram ganhando sua franquia de filmes de terror.

leprechaun
©Trimark Pictures/Courtesy Everett Collection

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

1 Comentário

  • Gisela Perlatti

    25 de abril de 2024 às 13:19

    adorei!! qual tamanho(pr lembrancinha)e o peso dos duendes da Irlanda ???

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Gnomos + Brindes Exclusivos
R$ 124,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
A Casa da Bruxa Natural + Brindes Exclusivos
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

O que é teoria e o que é fato sobre a morte da princesa Diana

Tragédias que ganham os noticiários mundiais costumam vir carregadas de teorias...

Por DarkSide
Crime ScenePerfilProfissionais da Morte

Você sabe o que faz uma limpadora de traumas? Conheça Sandra Pankhurst

Você sabe o que faz um limpador de traumas? Não, não estamos falando de nenhum tipo...

Por DarkSide
Crime SceneEntrevista

Predador Americano: autora levou seis anos e gastou 30 mil dólares para investigar Israel Keyes

Como jornalista e fã do ofício, adoro ler livros escritos pelos meus colegas. ...

Por Liv Brandão
CuriosidadesDarklove

Lendas Japonesas: Quem são kitsune e tanuki?

O folclore japonês é povoado por criaturas mágicas que há muito nos fascinam por...

Por DarkSide
FilmesNovidades

The Substance: O elogiado filme que mistura O Médico e o Monstro e Showgirls

“Visionário feminista sobre terror corporal”, “filme cruel e...

Por DarkSide