Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CaveirinhaPerfil

Shaun Tan: 7 curiosidades sobre o autor de Contos dos Subúrbios Distantes

Conheça melhor esse habilidoso contador de fábulas

21/09/2023

A vida comum e a fantasia se encontram nas fábulas de Shaun Tan, um dos mais celebrados autores de literatura infantojuvenil contemporânea que acaba de chegar à DarkSide® com Contos dos Subúrbios Distantes. Conhecido por seus livros ilustrados que abordam temas sociais e históricos através de imagens oníricas, as fábulas de Tan encantam leitores de todas as idades.

LEIA TAMBÉM: LANÇAMENTO: CONTOS DOS SUBÚRBIOS DISTANTES, POR SHAUN TAN

Nascido em 1974 em Fremantle, Austrália Ocidental, Tan é filho de pai chinês imigrante da Malásia e mãe australiana. Ele cresceu nos subúrbios ao norte de Perth em um bairro residencial onde havia poucos imigrantes, o que muitas vezes o fez se sentir um imigrante no próprio país. 

Shaun Tan estudou Artes, Literatura Inglesa e História na Universidade da Austrália Ocidental, onde se formou em 1995. O artista trabalhou como ilustrador freelancer para revistas, livros e filmes antes de se dedicar aos seus trabalhos autorais.

shaun tan
Eddie Jim/Reprodução

A Caveira investigou a vida e a obra do autor e trouxe alguns fatos curiosos sobre a trajetória de Tan, que deixam a sua obra ainda mais significativa.

1. Inspirações que vêm da infância

Desde pequeno, Shaun Tan se sentia diferente dos outros e se interessava pela cultura do seu pai, que veio da Malásia. Foi essa experiência de se sentir um estrangeiro no próprio país que inspirou seu livro A Chegada, que retrata a jornada de um imigrante que deixa sua terra natal para buscar uma vida melhor em um lugar desconhecido.

Em entrevista, ele já reafirmou a importância dessas memórias no seu trabalho, embora não esteja consciente disso o tempo inteiro. “Muitos dos meus personagens são crianças, e os lugares que represento são frequentemente cenas da minha infância em casa”. Para ele, esse talvez tenha sido o período mais criativo da sua vida. “É um tempo em que as coisas são muito novas e abertas a possibilidades ilimitadas, e isso é muito útil e proveitoso para um contador de histórias de qualquer idade.”

contos dos subúrbios distantes

2. Uma infância repleta de criatividade

A criatividade do pequeno Shaun Tan não se limitou à imaginação. Foi nessa fase da vida que ele começou a desenhar — ok, todos nós desenhamos na infância, mas para ele isso ganha um significado diferente. O futuro artista se inspirava em livros, filmes e programas de TV de ficção científica. Ele era fã de autores como Roald Dahl, Ray Bradbury e John Christopher, além de filmes como Star Wars e séries como Além da Imaginação.

LEIA TAMBÉM: ATIVIDADES INFANTIS DA CAVEIRINHA PARA OS ANJINHOS ENDIABRADOS

O pequeno Shaun Tan também gostava de desenhar animais, plantas e máquinas imaginárias, usando lápis, canetas e tintas. Segundo ele, seu estilo artístico foi influenciado por artistas como Hieronymus Bosch, Pieter Bruegel, Gustave Doré, Edward Hopper e Chris Van Allsburg.

3. Já criou uma história inteira a partir de um esboço

Uma das histórias de Contos dos Subúrbios Distantes foi inspirado por um único esboço que ele fez em 2007, de um menino segurando uma lança em frente a um dragão vermelho. Shaun Tan gostou tanto do desenho que decidiu criar uma história inteira com base nele, usando como tema as regras não escritas que regem as relações entre as crianças.

A história se tornou o conto “As Regras do Verão”, sobre dois irmãos que vivem aventuras imaginárias durante as férias de verão. A partir daí, ele criou outras histórias baseadas em suas próprias experiências e observações dos subúrbios onde cresceu e viveu.

shaun tan as regras do verão

4. Costuma misturar diferentes técnicas e estilos de ilustração

Podemos dizer que Shaun Tan é um artista experimental. Ele utiliza diferentes técnicas e materiais para criar suas ilustrações. Tan gosta de inovar, utilizando-se de diferentes formas de expressão visual, desde o desenho tradicional com lápis, caneta e tinta, até a pintura com óleo, acrílico e aquarela, passando pela colagem, escultura e fotografia.

O autor também utiliza a tecnologia em suas obras, editando e combinando imagens no computador. Dessa maneira, ele cria efeitos especiais e texturas, produzindo livros com estilos próprios, adequados ao tema e ao tom de cada história.

5. Criou o conceito da animação Wall-E

Sabe aquele futuro perturbador da animação Wall-E? Shaun Tan estava lá! Ele trabalhou brevemente como artista conceitual para a Pixar, a partir de um esboço de roteiro que já ditava os rumos da história. O trabalho de Tan foi imaginar como um mundo pós-apocalíptico podia parecer, além de sugerir designs para vários veículos e paisagens, o que ele considerou bem divertido.

wall e
Pixar/Divulgação

Em entrevista, ele explicou que adotou uma abordagem bem lógica para elaborar o seu conceito: “Por exemplo, como o lixo seria organizado e sujeito à erosão, olhando muitas fotos de depósitos de lixo, considerando com o que a atmosfera se pareceria, como o robô faria para se recarregar sozinho e assim por diante”.

6. Já ganhou vários prêmios literários 

Desde que ganhou o L. Ron Hubbard Illustrators of the Future Contest em 1992, Shaun Tan traçou um caminho premiado ao longo dos anos. Ele tem no currículo diversos Ditmar Awards pelos seus trabalhos como ilustrador, além de diversos prêmios do Conselho Australiano de Livros Infantis. Nos últimos anos, alguns Hugo Awards também entraram para a conta. 

Tan ganhou um prêmio literário sueco que leva o nome da criadora de Pippi Meialonga, o Astrid Lindgren Memorial Award (ALMA), considerado o maior prêmio internacional de literatura infantil e juvenil. Shaun Tan foi o vencedor do prêmio em 2011, quando o júri elogiou sua capacidade de “abrir novos horizontes para a literatura ilustrada” e “expandir os limites da arte”.

contos dos subúrbios distantes

7. E até um Oscar®

Como se sua carreira não fosse premiada o suficiente, ele tem também nada menos que um Oscar® no currículo. Isso aconteceu graças à animação A Coisa Perdida, vencedora na categoria de Melhor Curta-Metragem de Animação em 2011

A animação conta a história de um menino que encontra uma criatura estranha e tenta achar um lugar para ela. Shaun Tan dirigiu o filme junto com Andrew Ruhemann e também fez o design de personagens e cenários.

Você confere o trailer desse curta premiado aqui:

LEIA TAMBÉM: DICA DA CAVEIRINHA: COMO CRIAR PEQUENOS LEITORES

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Star Wars: Dark Edition + Brinde Exclusivo
R$ 99,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
A Vida não me assusta
R$ 54,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
LançamentoWish

Lançamento: A Montanha das Feras, por Juliet Marillier

Whistling Tor é uma colina amaldiçoada que abriga a fortaleza em ruínas de Anluan....

Por DarkSide
LançamentoWish

Lançamento: Princesas Quase Esquecidas

As princesas e seus contos de fadas fazem parte do imaginário popular em diversas...

Por DarkSide
LançamentoWish

Lançamento: Histórias Secretas dos Irmãos Grimm

Cabeças decepadas, crianças assassinas, elfos mutilados e madrastas que querem...

Por DarkSide
CuriosidadesE.L.A.S

Você sabe o que é prosopagnosia?

Já imaginou passar por pessoas conhecidas, até mesmo familiares e amigos de longa...

Por DarkSide
FilmesNovidades

Por que a trilogia de Ti West é uma homenagem ao cinema de horror

Martin Scorsese pode até não ser fã de filmes de super-heróis, mas sabe reconhecer...

Por DarkSide