Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Cine Book ClubDarksideSéries

Syfy divulga trailer da segunda temporada de Chucky

Novos personagens se juntam à série e a família do brinquedo assassino aumenta

Prestes a estrear a nova temporada de Chucky, o canal Syfy divulgou um trailer que traz diversas novidades e, dentre elas, a presença do filho de Chucky e Tiffany. O garoto, que se assumiu como gênero fluído e usa os nomes Glen/Glenda (uma homenagem ao filme de 1953 do diretor Ed Wood), só apareceu em um filme da franquia até agora.

Com o lançamento do longa O Filho de Chucky, em 2004, a família do brinquedo assassino aumentou. Na trama, Glen (ou seria Glenda?) vai a Hollywood para ressuscitar seus pais e entra em uma dinâmica familiar muito longe de comercial de margarina. Chucky e Tiffany têm opiniões bem diferentes quando o assunto envolve o filho: enquanto o pai acredita no potencial assassino de Glen, a mãe quer que a família inteira pare de matar.

O Filho de Chucky | Créditos: Divulgação

A série de TV, que é considerada cânone, segue os acontecimentos da franquia original, incluindo a fluidez de gênero de Glen/Glenda. Apesar de ter sido mencionado na 1ª temporada, Glen/Glenda chega só agora na história, explorando pontos da franquia com uma profundidade que só pôde ser alcançada por este novo formato. 

LEIA TAMBÉM: 13 FILMES DE TERROR COM BONECOS MACABROS

No trailer, Glen/Glenda retorna para casa mas é retratado como duas pessoas diferentes, ainda sem explicação de como isso aconteceu. Não foram reveladas muitas informações sobre a nova dinâmica da família, mas é possível notar que Chucky continua com seu instinto assassino. Confira o trailer:

Sobre o desenvolvimento da série, Don Mancini, criador de Chucky e produtor executivo da série, comentou: “Estou trabalhando com todos esses escritores realmente talentosos, todos grandes fãs de Chucky, muitos dos quais cresceram com Chucky e, apesar do fato de ser um lembrete doloroso da minha idade, é ótimo ouvir suas ideias e começar a incorporar coisas que eu poderia não ter pensado”.

Lachlan Watson (Glen/Glenda) e Jennifer Tilly (Tiffany) | Créditos: Instagram

A 2ª temporada de Chucky estreia dia 05 de Outubro nos Estados Unidos. No Brasil, a série é transmitida pelo Star+.

LEIA TAMBÉM: CHUCKY ESTREIA NO BRASIL

Inspiração para Glen/Glenda

Nascido em 1924, Edward D. Wood Jr, mais conhecido como Ed Wood, foi considerado o pior diretor de todos os tempos. A execução de seus filmes pode até ter contribuído para que ele recebesse o infame título, mas algumas de suas ideias talvez estivessem apenas muito à frente de seu tempo. Trabalhos do cineasta podem ser conferidos do livro Ed Wood: Contos & Delírios, publicado pela DarkSide® Books.

Em 1953 o diretor lançou Glen ou Glenda?, filme que conta duas histórias diferentes que exploram os papéis de gênero. Uma das histórias é sobre Glen, interpretado pelo próprio Ed, que gosta de se vestir com roupas femininas e tem medo de contar isso para sua noiva Barbara. A outra história é sobre Alan, um pseudo-hermafrodita que se submete a uma dolorosa cirurgia para se tornar mulher. 

Embora amargue uma nota 4,2 no IMDb, Glen ou Glenda? acabou sendo referenciado repetidas vezes em diversos filmes e séries, incluindo a franquia Chucky, onde Glen/Glenda se identifica como menina para Tiffany e como menino para Chucky, conscientemente projetando as expectativas de cada um dos pais quanto ao que eles esperam de seu descendente.

Considerado um ícone queer por desafiar os papéis impostos pela sociedade da época, tanto em sua vida pessoal quanto em seus filmes, Ed Wood e seu legado são celebrados até os dias de hoje.

Ed Wood é DarkSide® Books

Ed Wood: Contos & Delírios reúne 33 histórias escritas pelo diretor ao longo da década de 1970 e chega aos leitores brasileiros em uma edição especial com ilustrações exclusivas de Laerte Coutinho, uma das quadrinistas mais conhecidas e consagradas do país, e introdução de Paulo Biscaia Filho, criador da peça teatral Acordei Cedo no Dia em que Morri (2017), uma homenagem carinhosa a Ed Wood. Tudo emoldurado em preto e rosa, as cores favoritas do cineasta.

LEIA TAMBÉM: ED WOOD, ÍCONE DO MOVIMENTO QUEER, ESTÁ MAIS RELEVANTE DO QUE NUNCA

Dono de um estilo próprio, Ed adorava aparecer vestido com seu angorá rosa, salto agulha e a inconfundível peruca loira para extravasar as tensões dentro e fora dos sets. Criou personagens para si e narrativas para o mundo, sobressaindo-se em meio a tantas barreiras — baixos orçamentos, mortes inesperadas e o desprezo total dos estúdios. Ao ser sugado para o estranho mundo de Ed Wood você vai encontrar um artista incansável que fez um pacto com a liberdade para se expressar por inteiro, e fazer cinema de corpo e alma.

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Ed Wood: Contos & Delírios + Brinde Exclusivo
R$ 74,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Poochytown + Brinde Exclusivo
R$ 54,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarkloveListas

Blanche White e + 10 detetives mulheres da cultura pop

O chamado a resolver mistérios nem sempre vem de uma carreira ou de uma família de...

Por DarkSide
CuriosidadesDarkside

Conheça a tradição afro-americana de ring shout

Em Ring Shout: Grito de Liberdade, P. Djèlí Clark criou uma realidade alternativa...

Por DarkSide
CuriosidadesDarksideFilmes

Audição: 5 Curiosidades sobre o livro e o filme

ATENÇÃO: O POST A SEGUIR CONTÉM SPOILERS  O mestre do psycho thriller japonês...

Por DarkSide
Medo ClássicoPerfil

Sheridan Le Fanu: Conheça a mente que criou Carmilla

Muitos anos antes de Drácula popularizar o mito do vampiro, Sheridan Le Fanu...

Por DarkSide
FilmesListas

Clu Gulager: Do drama para o terror

Em 1985, A Volta dos Mortos Vivos trazia uma nova abordagem ao cinema: era possível...

Por DarkSide