Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesEventosGraphic Novel

10 Curiosidades sobre Junji Ito que vão te surpreender

Mestre do terror nos mangás participa da CCXP23

29/11/2023

Os fãs brasileiros que tiveram calafrios com Fragmentos do Horror e Contos de Horror da Mimi estão um pouco mais perto do mestre por trás de seus pesadelos: Junji Ito está no Brasil. O mangaká veio participar da CCXP23, realizada de 30 de novembro a 3 de dezembro em São Paulo.

LEIA TAMBÉM: HISTÓRIA DE JUNJI ITO VAI GANHAR ADAPTAÇÃO LIVE-ACTION PARA OS CINEMAS

Junji Ito estará na CCXP nos dias 1º e 2 de dezembro. Na sexta-feira (01/12) às 14h30 ele irá participar do evento “Deuses do Trovão: Junji Ito”, no palco Thunder. Logo em seguida, às 15h, o Palco Omelete terá a competição “Melhor Melhor Fã do Mundo” dedicada ao mangaká. O quiz irá emendar com uma entrevista do Omelete com o próprio Junji Ito às 15h15.

Para os fãs que irão visitar a CCXP no sábado (02/12), também tem Junji Ito na programação. Às 19h ele irá participar do anúncio de novidades da editora Pipoca & Nanquim no palco Ultra. Lembramos que a programação da CCXP é bem dinâmica e sujeita a alterações. Mantenha-se atualizado consultando os canais oficiais do evento.

Para celebrar a passagem de Junji Ito no Brasil (e quem sabe te ajudar no quiz “Melhor Fã do Mundo”), a Caveira separou algumas curiosidades bem peculiares sobre a vida desse mestre do terror.

1. Começou a ler mangás de terror com apenas 5 anos

“Como eu vim parar aqui, meu Deus, eu só tenho 5 anos” provavelmente foi o que o pequeno Junji Ito pensou quando leu seu primeiro mangá de terror. Ele iniciou por esse universo graças à influência de suas irmãs mais velhas, que tinham exemplares de histórias de Kazuo Umezu e Shinichi Koga

O primeiro mangá que Ito se lembra de ter lido foi Mummy Teacher de Umezu, e desde então ele considera The Drifting Classroom uma de suas influências mais importantes. A história de uma escola que é transportada para uma terra devastada despertou uma profunda conexão com ele quando criança.

2. Suas principais inspirações incluem H.P. Lovecraft e Kazuo Umezu

Bom, já sabemos de onde veio o fascínio pelas obras de Kazuo Umezu. A partir daí o fascínio dele pelo horror foi o que pautou sua carreira até os dias de hoje. Mas Umezu não foi o único autor a influenciar Junji Ito. Outro escritor com forte influência na obra do mangaká é o pai do horror cósmico, H.P. Lovecraft. Outro mangaká do universo do terror frequentemente citado por ele é Yasutaka Tsutsui.

LEIA TAMBÉM: POR QUE O TERROR DE JUNJI ITO É TÃO PERTURBADOR?

3. Trabalhou como técnico dentário

Antes de se tornar o mestre do terror que conhecemos hoje, Junji Ito trabalhou como técnico dentário. Pode até parecer algo bem aleatório e totalmente desconexo do trabalho que conhecemos dele hoje em dia, porém, a experiência contribuiu com sua carreira no mundo das artes — e do terror.

Ele chegou a trabalhar por seis anos nessa área e até tentou conciliar as duas coisas, mas o amor pelas artes falou mais alto. Ao mesmo tempo em que os estudos de odontologia contribuíram com o seu conhecimento de anatomia, foi a sua experiência fazendo dentaduras que mais impactou o seu trabalho como mangaká. Enquanto personalizava as próteses, ele aprendeu técnicas manuais que mais tarde ele aproveitaria para adaptar canetas de desenho, deixando-as mais fáceis e confortáveis de usar.

junji ito art

4. Seus trabalhos são bem autobiográficos

Muito do que Junji Ito coloca no seu trabalho se origina de muitas de suas experiências de infância. Um exemplo é quando o mangaká era mais jovem e morava em uma casa que continha um galpão de chão batido. Por causa disso, havia muitas aranhas e grilos, que apavoravam o pequeno Junji Ito. A própria história dos balões é inspirada em um sonho de infância dele, e acabou se tornando um de seus trabalhos mais perturbadores.

Tomie, outra obra famosa, foi parcialmente inspirada pela morte de um colega. Gyo, o monstro-peixe criado por ele, surgiu a partir de uma experiência assistindo Tubarão e de histórias de seus pais da Segunda Guerra Mundial. 

5. Junji Ito tem medo de tubarões

Falando nos peixões, em uma entrevista ao Crunchy Roll, Junji Ito falou que uma das coisas da qual ele mais tem medo são justamente os tubarões. Segundo o mangaká, o que despertou o medo foi o filme de Steven Spielberg. Bom, pelo menos esse medo rendeu a existência de Gyo e com certeza despertou o medo em muito mais gente.

filmes com tubarão

6. É o louco dos gatos

Detesta tubarões, mas pelo menos ama gatos. Se você está familiarizado com as obras do mestre há algum tempo, já deve ter percebido isso. Apesar de alguns dos gatos desenhados por ele serem retratados de maneira grotesca, o amor do mangaká pelos felinos é inegável na obra Diário dos Gatos: Yon & Mu

Mas Junji Ito também é a prova de que gatos podem ser um gosto adquirido, diferentemente do pessoal que é apaixonado pelos felinos desde que se conhece por gente. Antes de se casar com a artista dos gatos monstros Ayako Ishiguro, ele considerava esses animais pouco confiáveis e “um tanto assustadores”. Mas isso mudou quando ele e Ishiguro adotaram dois gatos: Yon e Mu — protagonistas do mangá mencionado acima. 

Olha que demais esse vídeo dele falando da relação com os bichanos (legendado em inglês):

7. Chegou a fazer um trabalho com Pokémons

A quantidade de Pokémons já é tão vasta que é até difícil manter a contagem de monstrinhos no videogame e nas animações. Mas você sabia que dois deles chegaram a ser desenhados por ninguém menos que Junji Ito?

Em 2014, o mestre se uniu à Pokémon Company da Nintendo para um projeto de Halloween chamado KowaPoke, que pode ser traduzido para “Pokémon Assustador”. Ito imprimiu a sua marca em duas criaturas: o fantasmagórico Banette, representado perseguindo uma garota em um beco, e o fantasmagórico-venenoso pokémon Gengar, da primeira geração de monstrinhos. Olha só que creepy.

gengar junji ito

8. Desenha incrivelmente devagar

Certa vez, durante o programa “Manben”, os fãs puderam acompanhar o processo de Junji Ito em criar seus trabalhos horripilantes — que é propositalmente lento. Cada risco que Ito faz com a caneta ajudam a criar muito do tom e da profundidade da arte, criando os trabalhos aterrorizantes que conhecemos tão bem.

9. Um machucado e seu estilo de desenhar o levaram para o digital

Durante anos, Junji Ito desenvolveu uma técnica de desenho penosa, que envolve suas ferramentas personalizadas, fluido de correção branco, mesa de luz, espelho de mão e incontáveis frascos de tinta para caracteres. Após um machucado na mão — e por querer se tornar mais rápido e eficiente — ele migrou para o mundo da arte digital. Porém, Ito não abandonou de vez suas ferramentas artesanais: ele usa um teclado feito à mão com botões especialmente modificados.

10. Foi o primeiro mangaká a receber o Eisner Award de Escritor/Artista

O Eisner Awards frequentemente é considerado o Oscar® da indústria de quadrinhos. O prêmio foi criado em 1988 para reconhecer os melhores trabalhos na indústria de HQs norte-americana. Ao longo do tempo a proposta da premiação foi ampliada para obras internacionais.

venus invisivel

Em 2019, Junji Ito ganhou o seu primeiro Eisner Award por Melhor Adaptação de Outro Meio. Em 2021, ele se tornou o primeiro mangaká a ganhar a honraria máxima de Melhor Autor/Artista pela sua série de terror Remina e sua coleção de histórias Vênus Invisível. Naquele mesmo ano, ele ganhou outro Eisner pela Melhor Edição Norte-Americana por Material Internacional por Vênus Invisível. O mestre adicionou outro Eisner à sua coleção em 2022 quando Lovesickness: Junji Ito Story Collection levou essa mesma categoria de edição norte-americana.

LEIA TAMBÉM: HIDEO KOJIMA: O DESIGNER DE GAMES FAVORITO DE JUNJI ITO

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Fragmentos do Horror + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Tubarão + Brindes Exclusivos
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesMúsica

15 Músicas para sentir a magia de Wicked

Nenhuma viagem para Oz está completa sem a playlist perfeita para embalar a jornada....

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Tremors: Vermes gigantes, pólvora e Kevin Bacon

Como cinéfilos devotados e praticamente moradores da Firestar & DarkBlog, sabemos...

Por Cesar Bravo
FilmesMúsicaNovidades

Beatlesverso: Sam Mendes irá fazer 4 filmes do Fab Four

Lembra quando a Marvel fez vários filmes de origem de seus super-heróis para depois...

Por DarkSide
DarklovePerfil

Loputyn: Uma aventura pelo mundo encantador da ilustração

Com traços mágicos e profundos, a arte de Loputyn nos conduz por uma dança...

Por DarkSide
DarkSide BooksNovidades

DarkSide lança canal no WhatsApp

A Caveira baixou a tia do Zap e incorporou o tio do Pavê só pra te chamar para um...

Por DarkSide