Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

FilmesListas

10 Pais que tocam o terror nos filmes

Eles podem ser a salvação ou um verdadeiro pesadelo para suas famílias.

Alguns deles enfrentam monstros e forças sobrenaturais para proteger a sua família. Porém, tem aqueles que dificilmente ganhariam uma caneca de Melhor Pai do Mundo, perseguindo seus filhos, transformando-os em zumbis ou oferecendo-os para sacrifício. Em filmes de terror que envolvem famílias, o papel dos pais pode recair tanto para a salvação como para a verdadeira ameaça.

LEIA TAMBÉM: 12 DICAS DE FILMES DE TERROR PARA MÃES TREVOSAS

Para celebrar estes personagens heroicos ou assombrosos, separamos uma lista com alguns dos pais mais icônicos do cinema de terror – para o bem ou para o mal.

1. Jack Torrance – O Iluminado

Levar a sua família para o meio do nada durante o inverno só porque você quer se concentrar na sua escrita nem é a pior coisa que Jack Torrance faz com sua esposa e filho. Por mais que o lugar tendo umas histórias estranhas e uma aura um tanto maligna.

Conforme os dias se passam no Hotel Overlook e Jack não consegue evoluir na sua escrita, ele começa a ser meio que possuído pelo lugar, pelo isolamento e pela frustração e se torna uma ameaça para sua família. Isso envolve perseguir mulher e filho com um machado, com a pior das intenções, é claro.

No livro de Stephen King os problemas de Jack começam bem antes da temporada de isolamento. Ele tinha sérios problemas com a bebida e uma vez até quebrou o braço de seu filho Danny, fazendo com que o menino tivesse um medo constante do pai – e com razão.

2. Seok-woo – Invasão Zumbi

Seok-woo não era o melhor pai do universo. Focado muito nele próprio – um dos motivos que levaram sua esposa a se separar dele – ele também não passava muito tempo com sua filha quando ela ficava com ele. Porém, em uma viagem de trem de Seul a Busan ele é obrigado a rever seus valores e a descobrir o próprio instinto paternal.

Isso porque nesta viagem que deveria durar menos de 3h o próprio apocalipse começa a se formar: pessoas são infectadas rapidamente por um vírus que as transforma em zumbis. E o pior de tudo: não são aqueles zumbis lentos dos clichês cinematográficos, os morto-vivos aqui são muito mais ágeis e uma ameaça muito maior para as demais pessoas. Seok-woo precisa se juntar aos demais passageiros que ainda não foram infectados e fazer de tudo para salvar a si e a sua filha.

3. Guy Woodhouse – O Bebê de Rosemary

Guy é o pai que já está dando suas escorregadas antes mesmo do filho nascer. Aliás, teoricamente, o filho nem é dele, mas sua participação é fundamental para isso. O aspirante a ator faz umas amizades estranhas com os vizinhos quando ele e sua esposa Rosemary se mudam para o novo apartamento.

Acontece que os tais amigos são de um grupo de satanistas e Guy é o cara que vai colocar sua esposa para servir de barriga de aluguel para o novo filho do capiroto. Como se isso não fosse o suficiente, ele enche a gestação da esposa de paranoias, abuso e gaslighting

4. Vovô Sawyer – O Massacre da Serra Elétrica

Por trás de toda família canibal há um patriarca que passou estes costumes antropofágicos adiante. O ex-açougueiro é um supercentenário que, segundo o diretor Tobe Hooper, se mantém vivo por beber o sangue das vítimas que seus netos matam.

A primeira aparição dele em O Massacre da Serra Elétrica ocorre quando Sally está fugindo de Leatherface e busca ajuda. Num primeiro momento ela acha que o Vovô está morto, por ver quão velho ele é. Ele não apenas estava vivo como aparece na continuação do filme, com surpreendentes 137 anos de idade

5. George Lutz – Horror em Amityville

George Lutz já começa Horror em Amityville errado: ele compra uma casa para sua família onde um ano antes havia acontecido um massacre. O motivo: a casa estava por um preço bom. E não é como se o personagem não soubesse do histórico do imóvel, que foi informado pela imobiliária durante a compra. Porém, segundo ele, “casas não têm memória”.

Como se as paredes sangrando e as vozes do além expulsando a família do local não fossem suficientes, George decide ficar e manter a esposa e filhos ali. Aí vem o ultimato para o patriarca: ele é possuído por espíritos que o convencem que matar a própria família seria uma boa ideia. O filme é baseado num caso real.

6. Ed Warren – Invocaçao do Mal

Quem teve uma experiência bem diferente com a casa de Amityville foi Ed Warren. Ele e a esposa Lorraine trabalham como demonologistas e praticam exorcismos e demais expulsões de espíritos malignos

Sendo ele próprio pai de família, Ed encara os problemas das pessoas ajudadas por ele e pela esposa com total empatia e dedicação, empenhando-se ao máximo para expulsar os espíritos e ajudá-las a superar os traumas e seguirem uma vida normal.

Para quem quiser conhecer melhor os casos reais investigados pelo casal, a Caveira já publicou três livros da série Ed & Lorraine Warren: Demonologistas, Lugar Sombrio e Vidas Eternas.

7. Freddy Krueger – A Hora do Pesadelo 6

A gente normalmente não pensa no Freddy como uma figura paterna, mas no sexto filme da franquia, que supostamente deveria ter sido o último, descobrimos este lado mais, digamos, familiar do monstro que mata adolescentes no sono.

A relação dele com sua filha é bem complicada (talvez porque ele tenha matado a mãe dela na frente da menina). Neste filme, ele já matou todos os jovens de sua cidade natal e busca a ajuda da filha para poder caçar novas presas. Só que ela descobre as origens diabólicas dos poderes do pai e decide que tem outros planos para ele.

8. Lee Abbott – Um lugar silencioso

Ensinar os seus filhos a sobreviver no mundo em que vivemos é importante. Mas ensinar os seus filhos a sobreviver num mundo em que monstros assassinos guiados pelo som imperam é crucial. Lee Abbott encara esta missão em Um Lugar Silencioso ao lado de sua esposa Evelyn, que está grávida.

Neste mundo pós-apocalíptico, Lee faz de tudo para criar uma base segura para sua família e de repassar importantes ensinamentos para quando eles precisarem sair para buscar comida. Lee é o tipo de pai que não hesitaria em se sacrificar se isso fosse necessário para salvar sua esposa e filhos.

9. Louis Creed – O Cemitério Maldito

Louis é um jovem médico que quer recomeçar com sua família em uma pequena cidade. Porém, ele é aquele cara que não consegue nem tomar conta do gato da esposa direito. Após o falecimento do bichano, ele leva o gatinho para um cemitério de animais. Só que não se trata de um local normal, mas sim, um território com poderes sobrenaturais capazes de trazer os pets de volta à vida.

Claro que o gato não voltou 100% e o fedor era o menor dos problemas. Como se isso não fosse suficiente, o filho mais novo da família Creed acaba sendo atropelado e a melhor ideia que Louis pode ter diante disso é levar o menino para o cemitério de animais para ser ressuscitado. Como estamos falando de uma história escrita pelo Stephen King, é claro que isso não acaba bem.

LEIA TAMBÉM: ANTOLOGIA DARK: UMA HOMENAGEM A STEPHEN KING

10. Gabe Wilson – Nós

Tudo o que Gabe Wilson queria era passar uns dias sossegados na praia com a sua família. Não é culpa dele que começou a aparecer um monte de sósia estranho que queria matar todo mundo. Aliás, o Gabe toma a frente para defender a sua família e encontrar algum plano de fuga, mesmo quando tudo parece estar contra isso.

Gabe também se destaca pelo apoio a sua esposa, mesmo apesar dos traumas que ela carrega consigo e que tem tudo a ver com as coisas horríveis que ocorrem no filme.

1 Comentário

  • vanessa

    7 de agosto de 2020 às 15:52

    incrível, os filmes são realmente maravilhosos 👏🏻👏🏻🤍.

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Ed & Lorraine Warren - Demonologistas
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Hora do Pesadelo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarksideEntrevista

Tainá Müller: “Entendi que eu teria que criar a minha Verônica”

A primeira obra de ficção policial nacional a ser adaptada para uma série da Netflix...

Por DarkSide
CaveirinhaLançamento

Conheça a nova obra do selo Caveirinha Nós, os ETs

Nós, os ETs nasceu em plena pandemia, quando o planeta Terra parou e fomos...

Por DarkSide
CaveirinhaLançamento

O Balde Vazio de Wesley Rodrigues chega ao selo Caveirinha

“Uma obra repleta de personalidade. É preciso habilidade de observação e muita...

Por DarkSide
CaveirinhaLançamento

Anna e o Balão, por Ferréz e Fernando Vilela

Anna esperava por aquele dia com ansiedade. Guardava as moedas que ganhava da mãe para...

Por DarkSide
CaveirinhaLançamento

Meu Querido Abismo, por Raphael Gancz e Mariana Coan

A imensidão do mar e da nossa mente são dois universos amplamente desconhecidos....

Por DarkSide