Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesListas

12 Filmes que abordam os direitos dos animais

De Os Doze Macacos a Guardiões da Galáxia

04/03/2024

Filmes são poderosas ferramentas para despertar emoções. Capaz de nos conectar com o que está sendo mostrado nas telas, o cinema pode gerar os mais variados sentimentos, desde raiva e medo até amor e empatia. Esse poder também nos força a enxergar as coisas a partir de perspectivas diferentes, colocando-nos no lugar de outras pessoas, outras comunidades e até mesmo de animais. 

LEIA TAMBÉM: A PISTA: O CURTA FRANCÊS QUE INSPIROU OS DOZE MACACOS

O direito dos animais é um tema importante que vem sendo discutido há muito tempo e que definitivamente não passou despercebido pelo cinema, que aproveitou seus recursos para entregar mensagens emocionantes sobre o assunto. Entre filmes infantis, dramas, documentários e ficções científicas, há todo um subgênero de produções que nos fazem refletir sobre o nosso tratamento e relação com os bichinhos

Pensando nisso, a Caveira separou 12 filmes que exploram em níveis diferentes esse tema e que com certeza deixaram um impacto impressionável por onde passaram. 

1. Os Cães Plagueados (1982)

Embora seja uma animação, Os Cães Plagueados definitivamente não é um filme direcionado ao público infantil. Baseado no romance homônimo de Richard Adams, a história segue dois cães, Rowf e Snitter, que escapam de uma terrível instalação de testes com animais, embarcando em uma improvável aventura. Difícil, perturbador e sombrio, a animação não suaviza nem um pouco o horror e a violência dos testes em animais. Um filme memorável, mas que deve ser assistido com cautela e que não é para todos os tipos de espectadores.

cães plagueados

2. Free Willy (1993)

Conhecido por suas incontáveis exibições na televisão aberta, Free Willy praticamente dispensa apresentações. Lançado em 1993, a história acompanha a improvável amizade entre Jesse, um menino abandonado pela mãe, e Willy, uma orca mantida em cativeiro em um aquário. Ao descobrir os terríveis planos dos donos do estabelecimento, Jesse decide criar uma estratégia para libertar seu amigo. 

free willy

Free Willy mostra ao espectador que o lugar das orcas não é no cativeiro, mas sim nadando livre ao lado de seus pares. Também mostra o perigo de lugares que mantêm animais para lucrar, frequentemente os tratando como objetos descartáveis.  

3. Os Doze Macacos (1995)

Entre pandemias, viagens no tempo e reflexões sobre a natureza da memória, o clássico de Terry Gilliam, Os Doze Macacos, também encontra tempo para abordar os direitos dos animais. O filme segue um prisioneiro enviado ao passado para coletar dados sobre um vírus, liberado por um grupo radical chamado Exército dos 12 Macacos, que devastou grande parte da população e tornou a superfície da Terra inabitável. 

LEIA TAMBÉM: RELEMBRE A LINHA DO TEMPO DE OS DOZE MACACOS (TODAS ELAS)

Embora seja revelado apenas ao final de Os Doze Macacos, o líder do Exército dos 12 Macacos, Jeffrey Goines (Brad Pitt) é um defensor ferrenho da causa animal. Seu plano nunca foi liberar um vírus mortal, mas sim soltar os animais do zoológico da cidade. Por mais que não seja o foco do longa, a sequência final dos animais correndo livremente pelas ruas urbanas é extremamente recompensante.

Para os DarkSiders interessados, a novelização do filme, feita por Elizabeth Hand, chegou recentemente na Caveira em mais uma parceria com a Macabra. 

os doze macacos

4. Babe, o Porquinho Atrapalhado (1995)

Outro clássico da televisão aberta, Babe, O Porquinho Atrapalhado é uma história comovente sobre um porquinho, adotado por uma família de cães, que aprende a pastorear ovelhas em uma fazenda. 

babe

O filme conta com o roteiro e produção de George Miller, diretor de Mad Max e As Bruxas de Eastwick, e é estrelado pelo ator James Cromwell, conhecido por ser um ativista engajado no assunto, que dá voz ao fazendeiro Arthur Hogget. Babe, o Porquinho Atrapalhado mostra como os animais são dotados de sentimentos e emoções, além de como merecem ter uma chance de viver. 

5. 101 Dálmatas

Adaptação do filme animado de 1961, 101 Dálmatas explora de forma delicada a natureza da indústria de peles. Com uma vilã icônica, interpretada por Glenn Close, o enredo acompanha a aventura para resgatar os filhotes de dálmatas roubados por Cruella de Vil, que tem o objetivo nefasto de os transformar em um casaco. 

101 dalmatas

Por ser um filme voltado para crianças, 101 Dálmatas não contém cenas perturbadoras como outros filmes citados, inclusive contando com um final feliz. O mérito do longa é justamente explorar em uma produção mainstream a crueldade do mundo das peles e como a vida de animais vale muito mais do que uma roupa ou um acessório fashion.

6. A Fuga das Galinhas (2000)

Clássico do stop-motion, A Fuga das Galinhas é um filme comercializado para crianças, mas que apresenta visões críticas sobre política e direitos de animais que podem ser melhor captadas pelos espectadores mais velhos. A animação acompanha um grupo de galinhas britânicas e um galo americano que decidem escapar da fazenda onde vivem após descobrirem que seu dono está planejando sua morte. 

a fuga das galinhas

Na época de seu lançamento, A Fuga das Galinhas foi aclamado pela crítica e se tornou a maior bilheteria de stop-motion da história. Um dos temas do filme é justamente a crueldade e o aprisionamento animal, além de como seria se os animais que comemos diariamente se tornassem conscientes do que vai acontecer com eles. Em 2023 o longa ganhou uma sequência intitulada A Fuga das Galinhas: A Ameaça dos Nuggets.

7. Legalmente Loira 2 (2003)

A continuação do fenômeno Legalmente Loira (2001) foi uma grande decepção de bilheteria e crítica. Apesar dos problemas e pontos negativos, o filme traz uma mensagem forte e surpreende pela compaixão com os animais. Aqui, Reese Witherspoon retorna como Elle Woods, que se junta à equipe de uma congressista em Washington D.C. para aprovar um projeto de lei proibindo testes em animais. Tudo isso ao lado de seu adorável companheiro canino, Bruiser.  

legalmente loira 2

O filme é bastante preciso na representação do processo de aprovação de leis de proteção animal no Congresso dos Estados Unidos e acerta ao valorizar os argumentos a favor dessas leis, como: os animais não reagem aos cosméticos como nós; é necessário investir em tecnologias alternativas (que são até mais econômicas) e se não submetemos nossos cães e gatos, por que submeter outros animais a essas violências? Isso não torna Legalmente Loira 2 um filme maravilhoso, mas ganha pontos pela mensagem de proteção aos animais.  

8. Planeta dos Macacos: A Origem (2011)

Lançado em 2011, Planeta dos Macacos: A Origem é um reboot da clássica franquia iniciada em 1968. Ambientado no século XXI, quando um jovem cientista desenvolve testes em chimpanzés para encontrar a cura para a doença de Alzheimer, o filme é contado do ponto de vista de Cesar, um chimpanzé geneticamente modificado e senciente. 

planeta dos macacos origem

Planeta dos Macacos: A Origem segue a trajetória inversa do primeiro filme ao ter como protagonista um chimpanzé que recupera sua natureza animal após ser preso e maltratado pelos seres humanos, eventualmente organizando e liderando uma revolta contra a humanidade. Além de levantar a questão da crueldade dos testes e das experimentações genéticas em animais, o filme tem outro trunfo: todos os macacos do longa foram gerados por computadores através de captura de movimentos, evitando assim qualquer abuso de animais no set. 

9. Blackfish: Fúria Animal (2013)

Aclamado pela crítica, Blackfish: Fúria Animal é uma versão realista de Free Willy. Dirigido por Gabriela Cowperthwaite, o documentário acompanha os bastidores dos parques SeaWorld, principalmente da orca Tilikum, mantida em cativeiro grande parte de sua vida e que atacou sua treinadora em 2010.

blackfish

Estreando no festival de Sundance em 2013 e indicado ao prêmio BAFTA, o documentário expõe o sofrimento, a negligência e o abuso sofrido por mamíferos marinhos mantidos em cativeiros e forçados a realizar shows. Blackfish: Fúria Animal traz ex-funcionários do SeaWorld e especialistas no assunto para avaliar a controvérsia e mostrar que animais não são entretenimento para humanos.

10. Okja (2017)

Dirigido por Bong Joon-Ho, responsável por Parasita (2019), Okja é uma história que mistura ficção científica e aventura para ilustrar a vida dos animais presos e utilizados pela indústria da carne. Acompanhamos Mija, uma menina que cria um “super” porco geneticamente modificado chamado Okja. As duas desenvolvem um vínculo estreito e quando Okja é levada embora, Mija embarca em uma missão para resgatar sua amiga. 

okja

Lançado em 2017, Okja mostra a emocionante relação de companheirismo e afeto entre ser humano e animal. Além disso, o filme explora os temas de bem-estar animal e as duras realidades da indústria da carne, dos matadouros e da procriação forçada.  

11. Não! Não Olhe! (2023)

O filme mais recente de Jordan Peele, Não! Não Olhe! é aberto a várias interpretações. O enredo conta a história de OJ Haywood (Daniel Kaluuya) e sua irmã Emerald (Keke Palmer), cujo rancho de cavalos passa a ser ameaçado por uma misteriosa criatura semelhante a um OVNI. 

Um dos temas abordados por Não! Não Olhe! é justamente a espetacularização e exploração de animais. À medida que o filme progride os animais são recorrentes na narrativa, mostrando os horrores e perigos de utilizá-los para o entretenimento e lucro em produções cinematográficas, televisivas e outras. Seja por meio dos cavalos, do chimpanzé Gordy ou da própria criatura que paira nos céus, Jordan Peele entrega uma visão inquietante e expõe as questões éticas sobre o uso de animais em espetáculos. 

12. Guardiões da Galáxia Vol. 3 (2023)

O terceiro filme do time de super-heróis da Marvel chegou aos cinemas em 2023 e levou muitos de seus espectadores às lágrimas ao abordar o tema de crueldade e testes em animais. Guardiões da Galáxia Vol. 3 pegou o público de surpresa ao focar na história de Rocket, dublado por Bradley Cooper, um guaxinim senciente com um passado trágico envolvendo experimentos científicos. 

guardiões da galáxia 3

Guardiões da Galáxia Vol. 3 foi elogiado pela representação precisa das crueldades realizadas nestes laboratórios, utilizando Rocket para fornecer rosto, nome e personalidade para os milhões de bichinhos que sofrem dessas mesmas violências. No geral, o filme lembra aos espectadores que todos os animais merecem uma vida em liberdade e não dentro de gaiolas e laboratórios. 

Você já assistiu a algum desses filmes? Tem mais algum para indicar? Conta para a Caveira nos comentários.

LEIA TAMBÉM: OS DOZE MACACOS PREVIU A PANDEMIA?

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Os Doze Macacos + Brinde Exclusivo
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Só os Animais Salvam + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Para Sempre Vou Te Amar + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidades

Jane Toppan: Conheça o caso dessa lady killer

Conhecida como “a primeira serial killer dos Estados Unidos”, Jane Toppan se valia...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide