Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


DarksideFilmesListas

5 Diretores que já foram considerados ruins e hoje são consagrados

Ed Wood encabeça a lista de piores melhores diretores

Sabe aquele filme ruim, mas tão ruim, que chega a ser bom? Ou aquele filme que flopou totalmente na estreia e hoje amadureceu para cult? O cinema é repleto de situações desse tipo: o que era ruim de repente ficou bom e o que foi sucesso na estreia hoje envelheceu mal.

LEIA TAMBÉM: LANÇAMENTO: ED WOOD: CONTOS & DELÍRIOS, DE ED WOOD

Podemos dizer algo parecido do cineasta Ed Wood, que já chegou a ser considerado um dos piores diretores de todos os tempos e que foi trazido de volta ao imaginário popular com a cinebiografia dirigida por Tim Burton

Mas as histórias do irreverente diretor não se limitaram apenas às telonas. O livro Ed Wood: Contos e Delírios reúne 33 contos narrados por ele ao longo da década de 1970. A Caveira caprichou nessa edição, que conta com ilustrações exclusivas de Laerte Coutinho.

Embora seus filmes nunca tenham alcançado um sucesso equivalente à paixão do diretor pelo cinema, hoje ele é referenciado como um amante da arte de contar histórias, independentemente dos recursos disponíveis. As críticas e os baixos orçamentos nunca o abalaram, e provavelmente foi essa persistência que o levou a ser lembrado até os dias de hoje. 

Embora o caminho inverso seja mais comum, o de diretores renomados que diminuíram a qualidade de suas produções, há alguns nomes curiosos de diretores que já foram considerados ruins — inclusive por eles próprios — ou que tiveram trabalhos bem duvidosos, mas que hoje são respeitados. Isso quer dizer que seus filmes se tornaram bons? Não necessariamente, até porque esse julgamento pode ser bem subjetivo, mas conseguiram um reconhecimento almejado por muitas pessoas do ramo.

American filmmaker Edward D. Wood Jr. (1924 – 1978) watches actress Dolores Fuller remove her white angora sweater in a still from the film ‘Glen Or Glenda’, 1953. (Photo by Archive Photos/Getty Images)

1. Adam McKay

Nos últimos anos Adam McKay tem se tornado um diretor recorrente nas principais premiações de filmes, como o Oscar. Filmes como Não Olhe para Cima, Vice e A Grande Aposta figuraram entre os principais indicados, incluindo a tão cobiçada categoria de Melhor Filme

Créditos: John Sciulli / Getty Images para CDGA

Quem vê esses longas de sátira política e crítica social pode nem se lembrar que há não muito tempo atrás McKay assinava produções como O Âncora e Quase Irmãos. Embora essas comédias tenham encontrado o seu público e ainda sejam opções divertidas para um domingo preguiçoso, não são bem o tipo de humor que agrada todo mundo ou que inspire uma forte admiração no meio.

LEIA TAMBÉM: O QUE FAZ DE ED WOOD O MELHOR PIOR DIRETOR DE TODOS OS TEMPOS

2. Stanley Kubrick

Até um dos cineastas mais respeitados de todos os tempos tem espaço nessa lista. Responsável por filmes icônicos como 2001: Uma Odisseia no Espaço e Dr. Fantástico, e controversos como Laranja Mecânica e O Iluminado, Stanley Kubrick não nasceu um diretor de filmes pronto — e até ele concorda com isso.

Créditos: Everett Collection

Medo e Desejo, o primeiro longa do diretor, está longe de ter sido o trabalho pelo qual ele mais se orgulhava. Kubrick, que recebeu atenção como fotógrafo da revista Life e se tornou cineasta, teve dificuldades em bloquear algumas cenas e manter uma continuidade consistente ao longo do filme. Mais tarde ele até chamou a produção de “exercício atrapalhado de um filme amador” por causa da quantidade de erros de filmagem. Sua tentativa de evitar que as pessoas vissem ou comprassem uma cópia do filme ficou famosa.

3. David O. Russel

Embora seja difícil afirmar que David O. Russel é um diretor ruim, ele também está longe de ser uma unanimidade. Ame-o ou odeie-o, ele conseguiu uma sequência impressionante de filmes oscarizáveis: O Vencedor, O Lado bom da Vida, Trapaça e Joy: O Nome do Sucesso.

Até aquele momento ele teve uma filmografia discreta, com alguns títulos questionáveis. Mas mesmo em meio à sua sequência de filmes respeitados pela Academia ele tem um que o próprio O. Russel detesta: Amor por Acidente

Créditos: Ricardo DeAratanha / Los Angeles Times

Aliás, detestar é uma palavra muito branda. Ele odiou tanto aquilo que quis que todo mundo acreditasse que ele não teve nada a ver com o filme, tanto é que assinou com o pseudônimo Stephen Greene e pediu que seu nome fosse retirado dos créditos. Além dos problemas com o orçamento e atrasos na produção, ele conseguiu comprar briga com o elenco ao ponto de James Caan desistir do projeto. 

4. Peter Farrelly

Quando você assistia a filmes como Debi & Loide, Quem vai ficar com Mary e O Amor é Cego, sinceramente, imaginou que algum dia o diretor dessas comédias de gosto duvidoso assinaria uma produção vencedora do Oscar de Melhor Filme? Pois foi isso o que aconteceu em 2018 quando Green Book: O Guia ganhou o prêmio — o longa foi dirigido por Peter Farrelly.

Créditos: Reuters

Ainda não sabemos se Green Book foi um ponto fora da curva ou uma mudança de rumos para Farrelly, que fez de sua marca registrada um humor bem duvidoso baseado em escatologia, estereótipos e bullying.

5. David Fincher

A gente gosta de lembrar do David Fincher pelo suspense enervante de filmes como Seven: Os Sete Crimes Capitais, Clube da Luta e Garota Exemplar. Mas o que pouquíssima gente sabe é que ele dirigiu dezenas de videoclipes nos anos 1980 e 1990, inclusive de artistas badalados como George Michael, Michael Jackson e Madonna.

Tanta experiência por trás das câmeras e os contatos certos lhe permitiram dirigir o filme de uma franquia de sucesso: Alien 3. Segundo o próprio, a produção foi um “batismo de fogo”, já que ele não estava acostumado com o formato. Fincher teve uma relação bem complicada com o estúdio, principalmente pelo seu apego a detalhes. Isso irritou tanto a 20th Century Fox que até consideraram retirá-lo do projeto.

Mindhunter David Fincher FOR L&A press image (14th)

Segundo o diretor, parte do problema foi que a produção começou sem que o roteiro estivesse pronto e ele teve apenas cinco semanas para preparar tudo. O resultado foi o primeiro filme da franquia a ver suas notas despencarem tanto para a crítica como para o público. Mas o diretor garante: “Ninguém odeia tanto esse filme quanto eu”.

Felizmente seus trabalhos seguintes fizeram com que os fãs se esquecessem desse começo meio torto com a franquia Alien e hoje ele é respeitado e admirado — a não ser pela nossa decepção com a interrupção da série Mindhunter.

LEIA TAMBÉM: O FIM DE MINDHUNTER?

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Ed Wood: Contos & Delírios + Brinde Exclusivo
R$ 74,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Psicose - Limited Edition + Brinde Exclusivo
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
LançamentoMagicae

Lançamento: Dicionário dos Sonhos, de Gustavus Hindman Miller, Linda Shields e Lenore Skomal

Nossos sonhos são portais para o inconsciente, uma linguagem espiritual para desvendar...

Por DarkSide
LançamentoMagicae

Lançamento: Manual Prático das Auras, de Cassandra Eason

As cores e as emoções possuem paralelos que são muito comuns na nossa comunicação...

Por DarkSide
LançamentoMagicae

Lançamento: Manual Prático da Wicca, de Cassandra Eason

Os primeiros passos em um novo universo são, quase sempre, acompanhados por muitas...

Por DarkSide
LançamentoMagicae

Lançamento: Inútil Magia, de Florence Welch

“Canções podem ser incrivelmente proféticas, como mensagenssubconscientes ou...

Por DarkSide
Crime SceneListas

8 Filmes noir para assistir no streaming

Marcado pelo suspense e o tom sombrio, o noir se tornou bem popular nas décadas de...

Por DarkSide