Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

CuriosidadesFilmesGraphic Novel

6 Curiosidades sobre o filme sangrento 30 Dias de Noite

Graphic novel que deu origem ao longa é um marco do terror moderno e tem edição especial publicada pela DarkSide

Uma cidade praticamente isolada e que todos os anos passar por um período de 30 dias sem receber luz solar parece ser o cenário perfeito para um ataque de vampiros. Esta premissa aterrorizante inspirou Steve Niles e Ben Templesmith a conceberem a história em quadrinhos vampiresca 30 Dias de Noite, publicada em uma edição especial pela DarkSide® Books.

LEIA TAMBÉM: 30 DIAS DE NOITE: UM BANQUETE DE SANGUE COM A ARTE DE TEMPLESMITH

O sucesso da graphic novel fez com que a trama fosse adaptada para as telonas em 2007, em um filme estrelado por Josh Hartnett e Melissa George, com direção de David Slade (de MeninaMá.com e alguns episódios de Deuses Americanos). Até hoje o longa rende calafrios para quem o assiste. A seguir listamos algumas curiosidades sobre esta sangrenta produção:

1. A cidade de Barrow é real

Provavelmente a primeira pergunta que vem à mente de quem assiste ao filme é sobre a veracidade da cidade de Barrow. Desde 2016 o vilarejo mudou seu nome para Utqiaġvik, que já era o nome da cidade anteriormente. No idioma inupiaq, Utqiaġvik significa “lugar onde caçávamos coruja-da-neve”. A cidade tem cerca de 4 mil habitantes (bem mais do que os 563 do filme) e fica localizada dentro do Círculo Polar Ártico, a aproximadamente mil quilômetros do Polo Norte. 

2. Na realidade são mais do que 30 dias de escuridão

Por estar localizada tão ao norte – é a cidade mais setentrional dos Estados Unidos – Barrow está entre as localidades que mais sofrem variação da incidência da luz solar. Sim, há outras cidades e vilarejos no mundo que também passam pelo mesmo fenômeno. Diferentemente da ficção, o período de privação de luz solar é de aproximadamente 60 dias – o dobro da história de Steve Niles. Só que a escuridão não é total: um fenômeno chamado crepúsculo civil permite que a cidade tenha algumas horas de uma pequena iluminação solar durante o inverno. Em contrapartida, no verão Barrow chega a passar 80 dias consecutivos de iluminação constante, sem pôr-do-sol. Não sabemos qual dos dois cenários é o mais assustador.

3. Apesar da cidade ser real, o filme foi filmado na Nova Zelândia

Por uma questão de logística, estrutura e custos de produção, 30 Dias de Noite foi filmado na Nova Zelândia. O fato chega a ser quase uma ironia, já que a história de uma cidade no Círculo Polar Ártico foi filmada bem abaixo da linha do Equador. Ainda assim, a ambientação procurou se manter bem fiel à verdadeira cidade de Barrow, com a construção de uma cidade cenográfica, além de várias cenas filmadas em estúdio – onde era mais fácil controlar a neve falsa. Por causa da locação, metade do elenco do filme é neozelandês.

4. A maior parte das cenas foi filmada durante o dia

Apesar de se passar em uma longa noite, a maior parte do filme foi filmada durante o dia. O resultado se dá por um efeito de fotografia, de escurecer tomadas feitas na claridade. Apesar de ter passado por este processo, as cenas externas do filme são iluminadas até demais, sendo que em algumas cenas é possível ver luz entrando pelas janelas. Sem contar que uma das estratégias dos vampiros era cortar a eletricidade. Por mais que todos os prédios e postes tivessem geradores próprios, o resultado ainda seria um pouco mais escuro do que é visto no filme.

5. A história tem muitas semelhanças com A Hora do Vampiro

Fãs de Stephen King que já leram A Hora do Vampiro devem ter identificado algumas similaridades nas histórias. No romance de 1975, King escreve sobre um homem que retorna a uma cidade no estado do Maine e descobre que todos os habitantes viraram vampiros. Assim como em 30 Dias de Noite, o vampirismo é contagioso. Outra coincidência está no nome dos vampiros-alfa: Barlow na história de Stephen King e Marlow na de Steve Niles.

Vampiro em 30 Dias de Noite

LEIA TAMBÉM: A FAMÍLIA KING TEM UM LAR NA DARKSIDE BOOKS

6. Originalmente 30 Dias de Noite foi concebido como filme

Antes de virar uma história em quadrinhos, o escritor Steve Niles tentou vender a trama como um roteiro de filme. Depois de anos de rejeição por parte dos estúdios, ele remodelou o material para virar uma graphic novel. No fim das contas, após o sucesso da HQ, um dos estúdios que havia rejeitado o projeto se interessou por fazer a adaptação. Ah, a ironia!

Vampiros em 30 Dias de Noite

Conheça mais sobre a graphic novel da DarkSide® Books, 30 Dias de Noite, no vídeo do canal Comix Zone:

LER MAIS

Indicados para você!

O Corvo - Edição Definitiva
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ListasVários

Dia Mundial do Gato: A mitologia e os estigmas sobre estes animais

Selvagens por natureza, os gatos domésticos acompanham os seres humanos há milênios....

Por DarkSide
DarkloveGraphic NovelListasMedo Clássico

A evolução do mito do vampiro na literatura + 6 HQs e Livros sanguinários

Quem vê os elegantes e sedutores vampiros do século 20 dificilmente os associa às...

Por DarkSide
EntrevistaMacabraMacabra.tv

Hans-Åke Lilja: “A antologia tem algo para todos”

Os grandes mestres da literatura dark estão em Antologia Macabra, organizado por...

Por DarkSide
DarkloveGeek LoveListasMedo Clássico

Mulheres e Meninas na Ciência + 6 autoras imperdíveis de ficção científica

Desde 2016 a data de 11 de fevereiro é celebrada como Dia Mundial das Mulheres e...

Por DarkSide
CuriosidadesDarkSide BooksMedo Clássico

Dissecando as criaturas de Mary Shelley, Bram Stoker e Robert Louis Stevenson

O medo é atemporal. Por mais que cada época tenha seus elementos mais assustadores,...

Por DarkSide