Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Crime SceneListas

8 Serial killers dos tempos atuais

Predador Americano relata o caso de um assassino em série dos dias de hoje

21/08/2023

Engana-se quem acha que os assassinos em série existiam apenas nas décadas de 1970 e 1980. É verdade que frequentemente essa ideia equivocada surge pela própria origem do termo serial killer, que começou a ser empregado pelo FBI nos anos 1970. Essa década e a seguinte também foram marcadas pelo desenvolvimento de novos métodos de investigação, como bem nos relata Robert Kenneth Ressler e Tom Schachtman em Mindhunter Profile: Serial Killers

LEIA TAMBÉM: O QUE TORNA ALGUÉM UM SERIAL KILLER?

Além disso, é inegável que muitos casos famosos aconteceram justamente nesse período. John Wayne Gacy, Ted Bundy, Jeffrey Dahmer e Richard Ramirez são alguns exemplos que sempre surgem na nossa cabeça. Todos esses nomes entraram no imaginário coletivo e na consciência pública, tornando-se temas de livros, podcasts e documentários. 

No entanto, muitas das características observadas nesses serial killers notórios, como a crueldade e o desprezo pela vida humana, continuam presentes em casos recentes, temporalmente muito mais próximos de nós. Um exemplo são os crimes de Israel Keyes, assassino em série que matou pelo menos onze pessoas entre 1996 e 2012 nos Estados Unidos. A maldade, a fúria assassina e o comportamento de Keyes chocaram até mesmo os mais experientes agentes do FBI, que o considerou um dos mais cruéis dos tempos modernos. 

predador americano

Agora o investigador DarkSider pode conhecer mais sobre esse caso chocante, que acabou de chegar na Caveira em Predador Americano, novo livro da marca Crime Scene. Escrito com precisão pela jornalista investigativa Maureen Callahan, Predador Americano constrói o perfil desse assassino metódico que agiu por muito tempo sem levantar suspeitas, deixando um rastro de sangue por onde passava. Callahan utiliza arquivos confidenciais, entrevistas e relatórios para reconstruir a investigação e a caçada por esse assassino cruel

Infelizmente, Israel Keyes está longe de ser o único assassino em série do nosso tempo. Para desmistificar a ideia de que serial killers existiam apenas no passado, a Caveira separou hoje uma lista de assassinos que estiveram na ativa há não tanto tempo assim. 

1. Darren Deon Vann

Preso em 2014 pelo assassinato de uma jovem de 19 anos, posteriormente Darren Deon Vann confessou ter assassinado pelo menos mais seis mulheres no estado de Indiana, nos Estados Unidos. 

darren deon vann

Suspeitas de que um serial killer estaria agindo no lugar foram levantadas em 2010 pelo jornalista Thomas Hargrove, que utilizou um programa para analisar os números e as estatísticas envolvendo assassinatos e outros casos criminais ocorridos no perímetro. Darren Deon Vann já havia tido problemas com a lei, sendo preso por violência sexual em 2009 no estado do Texas. Após ser solto em 2013, ele retornou para Indiana, onde assassinou Afrikka Hardy, abandonando seu corpo na banheira de um quarto de motel. Vann tentou escapar, mas foi pego pelas imagens das câmeras de segurança. Quando a polícia o interrogou, ele admitiu ter assassinado outras seis mulheres, cujos corpos havia abandonado em construções ao redor da cidade. Em 2018, Vann se declarou culpado de sete assassinatos, sendo condenado a sete sentenças simultâneas de prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional

2. William Devin Howell

Em 2015, a cidade de New Britain em Connecticut ficou chocada quando os corpos de quatro pessoas foram encontrados enterrados atrás de um shopping center. Para piorar, esse era o mesmo lugar desolado onde em 2007 haviam sido descoberto outros três cadáveres. Logo, as autoridades começaram a desconfiar que estavam lidando com o trabalho de um serial killer. 

Todas as setes vítimas, seis mulheres e um homem, desapareceram em 2003, bem na época em que William Devin Howell estava na cidade. Howell já estava preso desde 2005 pelo assassinato de Nilsa Arizmendia, que foi vista pela última vez entrando em seu automóvel. Posteriormente, seu sangue foi encontrado no Ford Ecoline 1985, o qual Howell supostamente chamava de “assassinato móvel”

william devin howell

A polícia chegou até o assassino por meio de seu colega de cela, que contou aos investigadores sobre o “jardim” em que Howell enterrava suas vítimas, as quais haviam desaparecido em 2003 quando ele trabalhava em New Britain. Em 2017, enquanto servia uma sentença de quinze anos, Howell foi condenado a seis sentenças simultâneas de prisão perpétua, o que no estado de Connecticut equivale a 360 anos. 

3. Michael Madison

Em 2013, quando os corpos de três mulheres foram encontrados embrulhados em sacos de lixo na cidade de East Cleveland, no estado de Ohio, a polícia logo se virou para Michael Madison, um criminoso sexual que morava perto do local. Os corpos de Shirellda Terry, Angela Deskins e Shetisha Sheeley foram encontrados torturados e estrangulados, sendo que um deles havia também sofrido agressões sexuais.

michael madison

Madison foi preso e logo confessou os assassinatos ocorridos entre 2012 e 2013, embora nunca tenha expressado remorso por seus crimes. Quando compareceu no tribunal, ele chegou a zombar e desdenhar das famílias de suas vítimas. Em 2016, foi considerado culpado e sentenciado à morte. Atualmente, ele se encontra no corredor da morte aguardando que sua sentença seja cumprida. 

LEIA TAMBÉM: OS 6 PRINCIPAIS MITOS SOBRE SERIAL KILLERS

4. Salvatore Perrone

Em 2012, um serial killer deixou inúmeros comerciantes do Brooklyn, em Nova York, em alerta durante meses. As coisas só se acalmaram quando a polícia capturou o culpado: Salvatore Perrone, um vendedor de roupas itinerante de 67 anos. 

salvatore perrone

Entre julho e novembro de 2012, Perrone assassinou três homens com tiros à queima-roupa com um rifle de cano serrado. Perrone entrava nas lojas por volta do fim do expediente, quando suas vítimas, que eram todas de origem árabe, estavam trabalhando sozinhas. A polícia contou que o serial killer andava pelas ruas do Brooklyn com uma mochila preta, a qual chamava de “kit de matar”, que continha chaves de fenda, canivetes, uma faca ensanguentada, luvas de látex, alvejante, cortadores de fio e a arma do crime. Quando preso, ele estava inclusive planejando outro ataque. Perrone nunca confessou seus crimes e em 2016 foi condenado a 75 anos na prisão. 

5. Lonnie David Franklin Jr.

Entre 1985 e 2007, foi estimado que Loonie David Franklin Jr. tenha matado pelo menos 25 mulheres. O serial killer ganhou o apelido “Grim Sleeper” por supostamente ter feito uma pausa em seus crimes, ficando inativo de 1988 até 2002. No entanto, os dados revelam que ele possivelmente continuou operando fora da atenção midiática e policial, escolhendo como alvos mulheres mais fragilizadas e à margem da sociedade

lonnie franlkin jr

Após muitos anos e inúmeras tentativas de captura, Franklin foi finalmente preso em 2010 com base em seu DNA. Quando a polícia vasculhou sua casa, encontrou inúmeras fotos de mulheres nuas, o que levou ao aumento drástico do número de possíveis vítimas. Em 2016, ele foi condenado por dez assassinatos e sentenciado à morte. Em 2020, foi encontrado morto em sua cela, mas as causas de sua morte não foram reveladas ao público. 

6. Mikhail Popkov

Sentenciado à prisão perpétua em 2015, Mikhail Popkov é um serial killer e necrófilo que atuou na Rússia entre 1992 e 2010. Ex-policial e segurança, seu modus operandi consistia em oferecer caronas gratuitas a mulheres na beira da estrada. Por trajar seu uniforme da polícia na hora dos ataques, Popkov inspirava confiança em suas vítimas, que acabavam entrando no carro.  

mikhail popkov

Conhecido pelo apelido de “O Lobisomem” devido à brutalidade de seus crimes, ele foi condenado pela morte de 78 mulheres, com idades entre 16 e 40 anos, em várias cidades russas. Após passar quase duas décadas escapando da polícia, Popkov foi preso em 2012 graças a testes de DNA. Em 2020, ele já havia confessado mais assassinatos, aumentando seu número de vítimas para 83

7. Vickie Dawn Jackson

Estima-se que entre dezembro de 2000 e fevereiro de 2001, Vickie Jackson tenha matado cerca de 20 pacientes no hospital onde trabalhava como enfermeira na pequena cidade de Nocona, no estado do Texas. 

vickie dawn jackson

Muitas das vítimas de Jackson passaram despercebidas, já que se tratava de pacientes idosos cujas mortes não eram consideradas suspeitas. No entanto, tudo mudou quando os administradores do hospital perceberam que diversos frascos de um poderoso relaxante muscular que temporariamente paralisava a habilidade do paciente de respirar haviam desaparecido. Eventualmente os investigadores chegaram em Jackson quando a administração notou que ela havia sido a última a entrar no quarto de um dos falecidos. Mesmo sendo encontrada uma seringa com restos da substância em seu lixo, Jackson foi presa apenas em 2002. Em 2006, ela foi considerada culpada pelos assassinatos de 10 pacientes e sentenciada à prisão perpétua

8. Anthony Sowell

Também conhecido como o “Estrangulador de Cleveland”, Anthony Sowell foi um serial killer norte-americano que em 2011 foi condenado pelos assassinatos de 11 mulheres. Ex-fuzileiro naval, Sowell já havia passado 15 anos preso por estrangular uma mulher de 21 anos em 1989, sendo libertado em 2005.

anthony sowell

No entanto, depois de inúmeras denúncias, ele foi preso novamente em outubro de 2009. Ao revistar sua residência em Cleveland, Ohio, a polícia fez a terrível descoberta de diversos cadáveres de mulheres que haviam desaparecido entre maio de 2007 e setembro de 2009. Sowell foi considerado culpado das onze acusações de assassinato e sentenciado à morte. Ele tentou reverter sua sentença alegando inocência por motivo de insanidade, mas em 2016 a Suprema Corte de Ohio manteve sua condenação. Em 2021, ele faleceu na prisão devido a uma doença terminal não divulgada.

LEIA TAMBÉM: 7 LIVROS CRIME SCENE PARA SE SENTIR UM VERDADEIRO INVESTIGADOR

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Predador Americano + Brindes Exclusivos
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Meu Filho Dahmer + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CuriosidadesMacabraMedo Clássico

Lovecraft na cultura pop

Nascido em 20 de agosto de 1890, Howard Phillips Lovecraft é um nome bastante...

Por DarkSide
FilmesListas

12 Filmes que abordam os direitos dos animais

Filmes são poderosas ferramentas para despertar emoções. Capaz de nos conectar com o...

Por DarkSide
DarksidePerfil

Peter Straub: A síntese do horror e da beleza na literatura

Existem autores que conseguem explorar o terror muito além dos sustos, dos monstros e...

Por DarkSide
FilmesNovidades

Novo filme de O Corvo divulga as primeiras imagens

Depois de viver o palhaço Pennywise em It, Bill Skarsgård aparece pela primeira vez...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Superstition: Um filme que irá testar sua descrença

Existe um ditado muito popular entre os colaboradores da Firestar Videolocadora e do...

Por Cesar Bravo