Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


ArtigoCuriosidades

A evolução dos zumbis na cultura pop

Conheça a trajetória desses mortos que estão mais vivos do que nunca

16/02/2023

Infectados por vírus, ressuscitados por rituais, famintos por cérebros, trôpegos ou velozes: você certamente já se deparou com diversos tipos de zumbis na cultura pop — figurativamente, espero! Essas criaturas passaram por lendas, livros e hoje dominam games, filmes e séries provocando medo, repulsa e um certo fascínio.

LEIA TAMBÉM: CONHEÇA OS 6 TIPOS DE ZUMBIS DE THE LAST OF US

Mas o que nem todo mundo sabe é que a noção que temos de mortos reanimados, mas não necessariamente ressuscitados, é muito mais antiga do que The Walking Dead ou até mesmo do clássico A Noite dos Mortos-Vivos. Os primeiros indícios de zumbis datam de mais de quatrocentos anos.

Do Haiti para as telonas

Os mitos sobre essas criaturas mortas-vivas datam dos séculos XVII e XVIII, quando africanos escravizados eram forçados a trabalhar até a morte nas plantações de praticamente todo o continente americano. Só de imaginar essas condições desumanas de exploração, não é difícil estabelecer uma relação com seres semimortos, despidos de suas personalidades e forçados a obedecer a algum mestre.

Mas a noção de zumbis que acabou se tornando mais conhecida surgiu no folclore haitiano. A crença diz que, através de magia ou de algum veneno, um feiticeiro faria uma pessoa adoecer e aparentar estar morta. Assim que a família enterrasse a pessoa, o feiticeiro buscaria o corpo, que está vivo, mas preso em um transe que o aprisiona ao mago.

LEIA TAMBÉM: A TRANSFORMAÇÃO DOS ZUMBIS NO CINEMA EM 7 FILMES ICÔNICOS

Sabe o que é mais assustador? Alguns casos reais de “zumbificação” foram investigados por médicos e cientistas em 1997. Só que o diagnóstico deles foi de esquizofrenia catatônica, epilepsia e até uma troca de identidade — no qual uma mulher viva foi confundida com uma que havia morrido há treze anos. Isso sugere que a zumbificação “real” era usada para explicar casos de doenças ou distúrbios mentais.

O pulo dos zumbis para o entretenimento global se deu através de Hollywood, como explica o livro Horror Noire: A Representação Negra no Cinema de Terror, de Robin R. Means Coleman. Em 1932 foi lançado um filme com Bela Lugosi chamado Zumbi Branco, inspirado nos registros de viagem do jornalista William Seabrook.

horror noire

Ou seja, diferentemente de personagens como Drácula e o Monstro de Frankenstein, esses mortos-vivos supostamente têm suas origens no mundo real. Descrições de vodu e zumbis eram encontradas em relatos escritos por europeus e norte-americanos sobre viagens. A partir de então, eles rastejaram sobre filmes de terror das próximas décadas, inicialmente mantendo a temática vodu, mas progressivamente se distanciando dela. 

Ao longo de décadas, é possível subdividir os zumbis em quatro tipos principais:

Mágicos: a zumbificação é causada por algum tipo de magia ou feitiçaria, de maneira semelhante ao folclore vodu. Eles não estão tecnicamente mortos, só aparentam estar, e costumam ser escravizados ou hipnotizados por um mestre.

Zumbis de George A. Romero: a origem da zumbificação é desconhecida e essas criaturas costumam não ter memória, não serem muito inteligentes, comem carne humana se movem devagar por causa do rigor mortis e só são detidos quando o cérebro deles é destruído.

Zumbis de Dan O’Bannon: os zumbis surgem a partir de alguma contaminação tóxica, mantêm a memória e a inteligência, comem cérebros, são ágeis se não tiverem danos corporais e o corpo precisa ser completamente destruído para que eles morram de vez.

Zumbis de Infectados: tornaram-se zumbis a partir de uma contaminação viral. O contato com eles pode espalhar a doença e costumam ser mais rápidos. Por não serem mortos-vivos, muitas pessoas não os consideram zumbis de verdade.

Cronologia zumbi na cultura pop

Para acompanhar melhor a evolução dos zumbis na cultura pop ao longo dos anos, a Caveira separou alguns momentos importantes dessas criaturas no mundo dos vivos:

Zumbi Branco (1932): fortemente inspirado nos relatos intitulados A Ilha da Maravilha (1929), o filme mostra zumbis haitianos controlados mentalmente.

zumbi branco

O Morto Ambulante (1936): literalmente The Walking Dead (sim, bem antes da série e dos quadrinhos). Nesse filme Boris Karloff interpreta um criminoso que foi executado, mas trazido de volta à vida.

A Morta-Viva (1943): uma enfermeira que trabalha em uma ilha caribenha reconta como os zumbis eram ressuscitados com magia vodu.

Eu Sou a Lenda (1954): o clássico de Richard Matheson (autor de Hell House) conta a história do último homem sobrevivendo em um mundo pós-apocalíptico onde todos foram infectados pelo vírus do vampirismo. Uma das principais influências nas produções sobre zumbis.

Mortos que Matam (1964): Vincent Price estrela a adaptação para os cinemas de Eu Sou a Lenda, de Matheson.

Epidemia de Zumbis (1966): o filme sobre zumbis criados por vodu na Inglaterra de 1860 influenciou o visual das futuras produções.

A Noite dos Mortos-Vivos (1968): o clássico de George Romero é considerado o precursor do conceito moderno de filmes de zumbis.

a noite dos mortos-vivos

O Retorno dos Mortos-Vivos (1977): romance de John Russo, coautor de A Noite dos Mortos-Vivos, considerado uma sequência direta do filme.

Despertar dos Mortos (1978): a sequência de George Romero para A Noite dos Mortos-Vivos foi o primeiro filme a usar a palavra “zumbi”.

Zumbi 2: A Volta dos Mortos (1979): repleto de gore, esse filme de Lucio Fulci era considerado gráfico demais para aquela época.

Pavor na Cidade dos Zumbis (1980): primeiro filme da trilogia The Gates of Hell, de Lucio Fulci.

“Thriller” (1983): o icônico videoclipe de Michael Jackson popularizou de vez os zumbis e revolucionou a forma de fazer videoclipes. O clipe é praticamente um curta, dirigido pelo mestre do terror John Landis.

A Volta dos Mortos-Vivos (1985): o primeiro filme em que os zumbis querem especificamente cérebros, não apenas carne humana.

A Noite dos Mortos-Vivos (1990): dirigido pelo mago dos efeitos especiais Tom Savini, o remake reuniu muitos profissionais que tinham trabalhado no clássico de 1968, com a vantagem da tecnologia da época.

Fome Animal (1992): dirigido por um ainda desconhecido Peter Jackson.

Uma Noite Alucinante 3 (1992): os zumbis entram oficialmente para a franquia de Sam Raimi.

Resident Evil (1996): o jogo de sobrevivência da Capcom rendeu uma popular franquia de videogames e filmes.

The House of the Dead (1996): jogo de fliperama que derivou uma famosa série.

I, Zombie: The Chronicles of Pain (1998): filme de baixo orçamento contado do ponto de vista de alguém que lentamente está se transformando em zumbi.

Extermínio (2002): dirigido por Danny Boyle, esse é o primeiro filme a mostrar zumbis rápidos. Embora tecnicamente os seres não possam ser considerados zumbis, por serem apenas infectados, e não necessariamente mortos-vivos.

extermínio

Resident Evil (2002): Milla Jovovich inaugura a franquia de filmes baseados no jogo de videogame.

The Walking Dead (2003): o premiado quadrinho de Robert Kirkman e Tony Moore inspirou a série de TV.

Madrugada dos Mortos (2004): Zack Snyder dirigiu o remake do filme de Romero, com direito a zumbis velozes.

Todo Mundo Quase Morto (2004): a comédia de terror de Edgar Wright foi um sucesso.

Terra dos Mortos (2004): dirigido por George Romero, mostra uma cidade dominada por zumbis.

Fido: O Mascote (2006): Carrie-Anne Moss e Bill Connolly são os protagonistas de uma comédia ambientada nos anos 1950 em que zumbis são mantidos como mascotes.

Diário dos Mortos (2007): o quinto filme de zumbi de George Romero mostra estudantes documentando um surto de mortos-vivos.

Left 4 Dead (2009): jogo cooperativo em primeira pessoa de sobrevivência, elogiado por poder ser jogado repetidas vezes.

Zumbilândia (2009): comédia de zumbis que mostra sobreviventes viajando pelos Estados Unidos enquanto classificam as regras para não se tornar um zumbi nesse cenário.

Plants vs Zombies (2009): jogo de defesa que se tornou sucesso para dispositivos com touchscreen.

The Walking Dead (2010): série de sucesso que adaptou os quadrinhos para a TV.

Guerra Mundial Z (2013): filme estrelado por Brad Pitt adaptado do livro de Max Brooks.

The Last of Us (2013): jogo de sobrevivência elogiado por sua história, personagens, gráficos e pela abordagem à temática LGBTQIA+.

Invasão Zumbi (2016): filme sul-coreano que mostra zumbis rápidos atacando um trem a caminho de outra cidade. A disseminação do vírus zumbi consegue ser mais veloz do que a própria viagem.

The Last of Us (2023): série da HBO que adapta o jogo. Assim como no game, as criaturas são infectadas por um fungo-zumbi chamado Cordyceps. 

last of us cordyceps
HBO/Divulgação

LEIA TAMBÉM: QUAIS AS CHANCES DA PANDEMIA DE THE LAST OF US SE TORNAR REAL?

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

1 Comentário

  • Fabio

    14 de setembro de 2023 às 17:13

    Faltou referência à Zumbis No Canavial, filme argentino feito 2 ou 3 anos antes de Noite dos Mortos Vivos e de onde o Romero (q eu venero) chupou várias referências na cara de pau sem nem ficar vermelho…

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Tom Savini: Vida Monstruosa + Brindes Exclusivos
R$ 129,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Frankenstein
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Livros de Sangue: Volume 2 + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide
LançamentoWish

Campanha no Catarse: Alice: Edição Pesadelo

O clássico onírico de uma menina que cai num buraco e se questiona sobre a vida, a...

Por DarkSide