Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesListas

Clu Gulager: Do drama para o terror

Ator construiu uma sólida carreira em ambos os gêneros

Em 1985, A Volta dos Mortos Vivos trazia uma nova abordagem ao cinema: era possível trazer zumbis para os filmes de terror com pitadas de comédia. O filme foi um divisor de águas tanto para o gênero quanto para o ator que fez o papel principal: Clu Gulager saía dos dramas e entrava de cabeça no terror.

William Martin Gulager, mais conhecido como Clu Gulager — apelido que ganhou do pai —, nasceu em Oklahoma, em 16 de novembro de 1928, em uma família com forte veia artística. Desenvolveu seu lado artístico sob a orientação do ator e diretor Jean-Louis Barrault, com quem estudou por um ano em Paris graças a uma bolsa de estudos. Aos 30 fez sua estreia na TV em um episódio do seriado Have Gun – Will Travel. Na mesma época, ele foi contratado pela Universal Studios após Lew Wasserman, um agente de talentos e executivo do estúdio, vê-lo em um episódio da antologia Playhouse 90.

Créditos: Divulgação

De 1959 a 1984, Gulager estrelou em muitos dramas e faroestes para a TV, chegando a dividir a telinha com o futuro presidente do Estados Unidos, Ronald Reagan, enquanto este ainda se dedicava à carreira de ator. Ele também apareceu em alguns filmes no período, como O Sistema (The Glass House, 1972), McQ — Um Detetive acima da Lei (1974) e O Outro Lado da Meia-Noite.

Em 1985, Gulager foi escalado para o papel que mudaria sua carreira: Burt Wilson, um dos protagonistas de A Volta dos Mortos Vivos. Para o ator, que só tinha interpretado papéis em dramas e faroestes, foi um trabalho difícil de aceitar. Em 2017 ele falou sobre o assunto em uma entrevista: “Eu particularmente não queria fazer isso [participar do filme]. Pensei que estava um pouco acima disso. E acabou que, se eu for lembrado, é por isso que serei lembrado… Matei 18 zumbis e então eles voltaram e me detonaram!”.

LEIA TAMBÉM: A TRANSFORMAÇÃO DOS ZUMBIS NO CINEMA EM 7 FILMES ICÔNICOS

Créditos: Divulgação

Daí em diante, Gulager parece ter se encantado pelo terror, aparecendo em cerca de 8 filmes do gênero, incluindo a franquia Feast (Banquete no Inferno), dirigida pelo seu filho, John Gulager.

O ator nos deixou em 05 de Agosto de 2022, deixando um legado de sustos, risos e lágrimas. Em sua homenagem, a Caveira listou 5 filmes de sua carreira para todos os fãs de cinema conhecerem.

Força Destruidora (1979)

Quando uma equipe de policiais da divisão de narcóticos se torna alvo de um serial killer, a polícia recruta o campeão de karatê Matt Logan (Chuck Norris) para acabar com os assassinatos. A oficial de narcóticos Amanda “Mandy” Rust (Jennifer O’Neill) descobre que há um traidor dentro das fileiras da polícia que está por trás dos assassinatos.

Créditos: Divulgação

O filme recebeu críticas mistas, com parte do público achando-o exagerado, enquanto outra parte destacou a presença de personagens interessantes e belas cenas de luta. Chuck Norris chegou a dizer que estava 10 melhor do que em seu filme anterior, Good Guys Wear Black (1978).

A Volta dos Mortos Vivos (1985)

No dia 03 de Julho, quando o país inteiro se prepara para celebrar o dia da Independência dos Estados Unidos, o capataz Frank (James Karen) mostra a seu novo empregado, Freddy (Thom Mathews), um experimento militar secreto chamado Trioxin. Acidentalmente ele acaba liberando um gás que derrete um cadáver e acaba reanimando um outro corpo que estava em seu frigorífico e os transformando em zumbis capazes. Após uma luta no frigorífico, que também envolveu Burt (Clu Gulager), o chefe do local, o gás escapa e contamina um cemitério, dando início a uma noite de pesadelos.

LEIA TAMBÉM: CURIOSIDADES MACABRAS SOBRE A NOITE DOS MORTOS VIVOS

Créditos: Divulgação

O filme foi precursor ao introduzir zumbis que comem, especificamente, cérebros humanos, em contraste com os filmes anteriores, em que os zumbis comiam parte de corpos humanos. Ele também foi o primeiro filme a mostrar zumbis correndo e se destaca ao retratar que os zumbis não podiam morrer apenas com um “tiro na cabeça”, que era o  padrão das produções cinematográficas.

A Hora do Pesadelo 2: A Vingança de Freddy (1985)

O filme segue a história de Jesse Walsh (Mark Patton), um adolescente que começa a ter pesadelos recorrentes com Freddy Krueger depois de se mudar para a antiga casa de Nancy Thompson, a primeira adolescente a ser caçada pelo assassino sobrenatural. Jesse, que acaba descobrindo um diário que contém descrições dos sonhos de Nancy, passa a ser controlado por Freddie e, quando incêndios espontâneos começam ao redor de sua casa, seu pai (interpretado por Clu Gulager) culpa o garoto. A partir daí, começa uma corrida contra o tempo para deter os assassinatos de Freddie.

Créditos: Divulgação

O filme arrecadou US$ 30 milhões de dólares, 10 vezes o orçamento usado pela produção e, mesmo tendo recebido críticas mistas na época do lançamento, acabou se tornando um clássico cult. 

O universo criado por Wes Craven não virou apenas filmes: Os segredos da Elm Street ganharam um livro próprio pela DarkSide® Books. A Hora do Pesadelo: Never Sleep Again conta a história de como o diretor resgatou uma antiga obsessão de sua infância para criar um dos personagens mais icônicos do cinema moderno.

O livro traz o registro mais completo sobre este slasher movie revolucionário. Para escrevê-lo, o autor Thommy Hutson, que já havia produzido um documentário sobre o filme, voltou a entrevistar membros do elenco e da equipe, incluindo o próprio Wes Craven, que assinou a apresentação do livro, antes de nos deixar, em 2015.

Feast (2005)

Enquanto alguns clientes aproveitam suas bebidas em um bar, um homem todo ensanguentado — identificado na tela como “Herói” (Eric Dane) — entra no local e avisa que todos correm perigo iminente. Ninguém presta atenção ao seu aviso, então ele mostra a cabeça de uma criatura repulsiva que traz consigo e, logo em seguida, ele é puxado pela janela e decapitado por monstros. Desse momento em diante, os clientes e o bartender do local (Clu Gulager) começam uma luta por suas vidas contra esses monstros. 

Créditos: Divulgação

A mistura de comédia e terror foi dirigida por pelo filho de Clu Gulager, John Gulager, e ganhou mais duas continuações, em 2008 e 2009. O filme é resultado da série de documentários de cinema amador Project Greenlight e teve como produtores executivos  Ben Affleck, Matt Damon, Chris Moore (através da podutora LivePlanet ), Wes Craven e a família Maloof.

Era uma Vez em… Hollywood (2019)

O filme mais recente de Quentin Tarantino traz a história de Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) que, em 1969, é um ator de TV em declínio na carreira. Juntamente com seu dublê, Cliff Booth (Brad Pitt), está decidido a fazer o nome em Hollywood. Para tanto, ele conhece muitas pessoas influentes na indústria cinematográfica. Inclusive, Rick é vizinho de Roman Polanski (Rafal Zawierucha) e sua esposa, a atriz Sharon Tate (Margot Robbie.

O filme de Tarantino recebeu muitas críticas positivas pelo mundo inteiro, principalmente por conta das atuações do elenco. Foi o último filme em que Gulager atuou, fazendo uma pequena participação como dono de uma pequena livraria.

LEIA TAMBÉM: 5 COISAS QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE A HORA DO PESADELO

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Hora do Pesadelo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneGraphic NovelLivros

3 Livros sobre Jeffrey Dahmer publicados pela DarkSide®

A série da Netflix sobre os crimes cometidos por Jeffrey Dahmer dão alguns insights...

Por DarkSide
DarkloveFilmes

Os paralelos entre A Mulher Rei e Ela Seria o Rei

O filme A Mulher Rei estreou em meados de setembro e apresenta Viola Davis como...

Por Dayhara Martins
ArtigoMagicae

A bruxaria é um ato político

“Eu sou bruxa.” Essas três palavrinhas sempre irão causar algum tipo de reação,...

Por DarkSide
FilmesHalloweenNovidades

Halloween está de volta aos cinemas

Uma das grandes certezas do universo do terror é a de que Michael Myers sempre...

Por DarkSide
CuriosidadesMacabra

A macabra medicina dos médicos que fazem cirurgias em si próprios

Quem já precisou passar por uma cirurgia deve se lembrar bem de todos os cuidados...

Por DarkSide