Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesListas

Clu Gulager: Do drama para o terror

Ator construiu uma sólida carreira em ambos os gêneros

08/08/2022

Em 1985, A Volta dos Mortos Vivos trazia uma nova abordagem ao cinema: era possível trazer zumbis para os filmes de terror com pitadas de comédia. O filme foi um divisor de águas tanto para o gênero quanto para o ator que fez o papel principal: Clu Gulager saía dos dramas e entrava de cabeça no terror.

William Martin Gulager, mais conhecido como Clu Gulager — apelido que ganhou do pai —, nasceu em Oklahoma, em 16 de novembro de 1928, em uma família com forte veia artística. Desenvolveu seu lado artístico sob a orientação do ator e diretor Jean-Louis Barrault, com quem estudou por um ano em Paris graças a uma bolsa de estudos. Aos 30 fez sua estreia na TV em um episódio do seriado Have Gun – Will Travel. Na mesma época, ele foi contratado pela Universal Studios após Lew Wasserman, um agente de talentos e executivo do estúdio, vê-lo em um episódio da antologia Playhouse 90.

Créditos: Divulgação

De 1959 a 1984, Gulager estrelou em muitos dramas e faroestes para a TV, chegando a dividir a telinha com o futuro presidente do Estados Unidos, Ronald Reagan, enquanto este ainda se dedicava à carreira de ator. Ele também apareceu em alguns filmes no período, como O Sistema (The Glass House, 1972), McQ — Um Detetive acima da Lei (1974) e O Outro Lado da Meia-Noite.

Em 1985, Gulager foi escalado para o papel que mudaria sua carreira: Burt Wilson, um dos protagonistas de A Volta dos Mortos Vivos. Para o ator, que só tinha interpretado papéis em dramas e faroestes, foi um trabalho difícil de aceitar. Em 2017 ele falou sobre o assunto em uma entrevista: “Eu particularmente não queria fazer isso [participar do filme]. Pensei que estava um pouco acima disso. E acabou que, se eu for lembrado, é por isso que serei lembrado… Matei 18 zumbis e então eles voltaram e me detonaram!”.

LEIA TAMBÉM: A TRANSFORMAÇÃO DOS ZUMBIS NO CINEMA EM 7 FILMES ICÔNICOS

Créditos: Divulgação

Daí em diante, Gulager parece ter se encantado pelo terror, aparecendo em cerca de 8 filmes do gênero, incluindo a franquia Feast (Banquete no Inferno), dirigida pelo seu filho, John Gulager.

O ator nos deixou em 05 de Agosto de 2022, deixando um legado de sustos, risos e lágrimas. Em sua homenagem, a Caveira listou 5 filmes de sua carreira para todos os fãs de cinema conhecerem.

Força Destruidora (1979)

Quando uma equipe de policiais da divisão de narcóticos se torna alvo de um serial killer, a polícia recruta o campeão de karatê Matt Logan (Chuck Norris) para acabar com os assassinatos. A oficial de narcóticos Amanda “Mandy” Rust (Jennifer O’Neill) descobre que há um traidor dentro das fileiras da polícia que está por trás dos assassinatos.

Créditos: Divulgação

O filme recebeu críticas mistas, com parte do público achando-o exagerado, enquanto outra parte destacou a presença de personagens interessantes e belas cenas de luta. Chuck Norris chegou a dizer que estava 10 melhor do que em seu filme anterior, Good Guys Wear Black (1978).

A Volta dos Mortos Vivos (1985)

No dia 03 de Julho, quando o país inteiro se prepara para celebrar o dia da Independência dos Estados Unidos, o capataz Frank (James Karen) mostra a seu novo empregado, Freddy (Thom Mathews), um experimento militar secreto chamado Trioxin. Acidentalmente ele acaba liberando um gás que derrete um cadáver e acaba reanimando um outro corpo que estava em seu frigorífico e os transformando em zumbis capazes. Após uma luta no frigorífico, que também envolveu Burt (Clu Gulager), o chefe do local, o gás escapa e contamina um cemitério, dando início a uma noite de pesadelos.

LEIA TAMBÉM: CURIOSIDADES MACABRAS SOBRE A NOITE DOS MORTOS VIVOS

Créditos: Divulgação

O filme foi precursor ao introduzir zumbis que comem, especificamente, cérebros humanos, em contraste com os filmes anteriores, em que os zumbis comiam parte de corpos humanos. Ele também foi o primeiro filme a mostrar zumbis correndo e se destaca ao retratar que os zumbis não podiam morrer apenas com um “tiro na cabeça”, que era o  padrão das produções cinematográficas.

A Hora do Pesadelo 2: A Vingança de Freddy (1985)

O filme segue a história de Jesse Walsh (Mark Patton), um adolescente que começa a ter pesadelos recorrentes com Freddy Krueger depois de se mudar para a antiga casa de Nancy Thompson, a primeira adolescente a ser caçada pelo assassino sobrenatural. Jesse, que acaba descobrindo um diário que contém descrições dos sonhos de Nancy, passa a ser controlado por Freddie e, quando incêndios espontâneos começam ao redor de sua casa, seu pai (interpretado por Clu Gulager) culpa o garoto. A partir daí, começa uma corrida contra o tempo para deter os assassinatos de Freddie.

Créditos: Divulgação

O filme arrecadou US$ 30 milhões de dólares, 10 vezes o orçamento usado pela produção e, mesmo tendo recebido críticas mistas na época do lançamento, acabou se tornando um clássico cult. 

O universo criado por Wes Craven não virou apenas filmes: Os segredos da Elm Street ganharam um livro próprio pela DarkSide® Books. A Hora do Pesadelo: Never Sleep Again conta a história de como o diretor resgatou uma antiga obsessão de sua infância para criar um dos personagens mais icônicos do cinema moderno.

O livro traz o registro mais completo sobre este slasher movie revolucionário. Para escrevê-lo, o autor Thommy Hutson, que já havia produzido um documentário sobre o filme, voltou a entrevistar membros do elenco e da equipe, incluindo o próprio Wes Craven, que assinou a apresentação do livro, antes de nos deixar, em 2015.

Feast (2005)

Enquanto alguns clientes aproveitam suas bebidas em um bar, um homem todo ensanguentado — identificado na tela como “Herói” (Eric Dane) — entra no local e avisa que todos correm perigo iminente. Ninguém presta atenção ao seu aviso, então ele mostra a cabeça de uma criatura repulsiva que traz consigo e, logo em seguida, ele é puxado pela janela e decapitado por monstros. Desse momento em diante, os clientes e o bartender do local (Clu Gulager) começam uma luta por suas vidas contra esses monstros. 

Créditos: Divulgação

A mistura de comédia e terror foi dirigida por pelo filho de Clu Gulager, John Gulager, e ganhou mais duas continuações, em 2008 e 2009. O filme é resultado da série de documentários de cinema amador Project Greenlight e teve como produtores executivos  Ben Affleck, Matt Damon, Chris Moore (através da podutora LivePlanet ), Wes Craven e a família Maloof.

Era uma Vez em… Hollywood (2019)

O filme mais recente de Quentin Tarantino traz a história de Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) que, em 1969, é um ator de TV em declínio na carreira. Juntamente com seu dublê, Cliff Booth (Brad Pitt), está decidido a fazer o nome em Hollywood. Para tanto, ele conhece muitas pessoas influentes na indústria cinematográfica. Inclusive, Rick é vizinho de Roman Polanski (Rafal Zawierucha) e sua esposa, a atriz Sharon Tate (Margot Robbie.

O filme de Tarantino recebeu muitas críticas positivas pelo mundo inteiro, principalmente por conta das atuações do elenco. Foi o último filme em que Gulager atuou, fazendo uma pequena participação como dono de uma pequena livraria.

LEIA TAMBÉM: 5 COISAS QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE A HORA DO PESADELO

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Hora do Pesadelo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
MagicaeMúsicaNovidades

Florence + The Machine fará shows no Brasil

A febre dançante de Florence + The Machine chegará ao Brasil. Foi divulgado nessa...

Por DarkSide
Novidades

Morre Lisa Loring, a primeira Wandinha da TV

A primeira atriz a interpretar Wandinha Addams faleceu no último dia 28 de janeiro....

Por DarkSide
Graphic NovelMúsica

Músicas para ouvir lendo a HQ O Fim da Noite

Três gerações de mulheres negras lutam pela sobrevivência, por direitos básicos, e...

Por DarkSide
NovidadesSéries

O que esperar da terceira temporada de Chucky

A sede de sangue de Chucky segue forte e ele continuará aterrorizando os fãs por mais...

Por DarkSide
EntrevistaGraphic Novel

Thiago Souto conta ao DarkBlog os caminhos de seu Labirinto

Da nostalgia da infância aos desafios do amadurecimento, Labirinto é um verdadeiro...

Por DarkSide