Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesListas

Eles estão vivos! 6 Histórias em que brinquedos ganham vida

A brincadeira se torna muito real com esses personagens

11/10/2022

Quem nunca quis que o seu brinquedo fosse de verdade? Que fosse mais do que aquele amigo inanimado que você carregava pra lá e pra cá quando era pequeno? Ou que, quem sabe, aprontava alguma aventura quando você não estava olhando? 

LEIA TAMBÉM: LANÇAMENTO: O QUEBRA-NOZES, POR E.T.A. HOFFMANN E SANNA ANNUKKA

Em algum momento da infância todos nós projetamos a nossa expectativa de amigo ideal naquele boneco, boneca ou bichinho de pelúcia. Histórias de fantasia como Pinóquio ou Toy Story nos fizeram acreditar que essa era uma ótima ideia. Por outro lado, Chucky e Annabelle são verdadeiros alertas de que às vezes é melhor que o brinquedo fique paradinho no lugar dele. 

A Caveira resgatou a caixa de brinquedos do sótão e quer brincar um pouco com esses personagens que são muito mais do que um objeto sem vida.

1. Pinóquio

O nosso eterno Frankenstein de madeira era um bonecoque, graças a um desejo muito sincero de seu criador, Geppetto, ganhou vida e uma consciência com a ajudinha da Fada Azul. A história de Pinóquio se tornou ainda mais conhecida graças à animação da Disney, que recebeu um remake em live-action recentemente. 

Diferentemente do personagem após o tratamento Disney, o personagem criado por Carlo Collodi em Pinóquio não era um menino tão bonzinho assim e chegou até a matar o Grilo Falante em determinado momento. Isso a Disney não mostra!

LEIA TAMBÉM: 7 CURIOSIDADES BIZARRAS SOBRE PINÓQUIO

Pinóquio

2. O Boneco Assassino

Praticamente a versão gringa da lenda urbana brasileira do boneco do Fofão, Chucky estreou no cinema há mais de trinta anos e continua provocando pavor e risadas até os dias de hoje. No original, o boneco deveria ser apenas um brinquedo normal que uma mãe dá ao seu filho, mas o personagem estava possuído pelo espírito de um assassino em série.

Com oito filmes e agora uma série, Chucky já ganhou uma parceira, um filho, já teve muitas produções de gosto questionável, mas continua sendo aquele brinquedo velho e surrado que a gente se recusa a abrir mão.

Chucky
Imagem: United Artists/Photofest

3. O Quebra-Nozes

Nascido da mente criativa de E.T.A. Hoffmann, um dos pais da literatura fantástica, O Quebra-Nozes é um clássico atemporal e uma das histórias natalinas mais lembradas até os dias de hoje. A história deu origem ao famoso balé de Tchaikovski, provando que transcende as próprias formas de se fazer arte.

O Quebra-Nozes

4. Toy Story

Amigo, estou aqui com uma das franquias mais queridas dos estúdios Pixar. Toy Story trouxe para os anos 1990 a ideia de que brinquedos poderiam, sim, ganhar vida, mas que disfarçam isso muito bem na frente de seus donos, alimentando ainda mais a imaginação da criançada. A amizade entre um caubói e um astronauta cativou audiências de todas as idades e suas aventuras rendem histórias emocionantes com mensagens valiosas até hoje.

Toy Story
Imagem: Disney/Pixar

5. O Sítio do Pica-Pau Amarelo

A boneca de pano da personagem Narizinho havia sido feita por Tia Nastácia e ganhou uma pílula falante do dr. Caramujo. Desde então, Emília nunca mais parou de falar. Uma das criações mais queridas de Monteiro Lobato ganhou versões para as séries de TV que encantaram diferentes gerações de crianças fascinadas pelas histórias do Sítio.

Emilia
Imagem: Fabiano Battaglin/Gshow

6. Raggedy Ann

Por muito pouco Annabelle não entra para essa lista. A boneca demoníaca que ganhou sua própria franquia de filmes não chegou a ter propriamente vida, mas isso não a torna menos perigosa. Porém, a Annabelle original é uma Raggedy Ann, a boneca que ficou famosa no início do século XX e que é cobiçada por colecionadores até hoje.

Concebida originalmente como uma boneca de pano, um produto com fins comerciais, o marketing em torno de Raggedy Ann rendeu uma série de livros em que ela era a personagem principal. Bem mais amigável do que a demoníaca boneca investigada e recolhida pelo casal Ed e Lorraine Warren.

raggedy ann

LEIA TAMBÉM: RAGGEDY ANN: CURIOSIDADES MACABRAS SOBRE A ANNABELLE ORIGINAL

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

O Quebra-Nozes + Brinde Exclusivo
R$ 49,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesGamesLivros

12 Histórias de suspense que se passam em lugares gélidos e isolados

Imagine a seguinte cena: uma lareira aconchegante situada na sala de estar enquanto o...

Por DarkSide
CuriosidadesDarkside

Backrooms: Bastidores da realidade?

Ao longo dos anos, a internet se mostrou um lugar particularmente fértil para a...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Brain Dead: Seu cérebro nunca será desligado

Depois de tudo o que foi feito pelo horror nos anos 1980, nosso gênero mais amado (e...

Por Cesar Bravo
Graphic NovelNovidades

Spa, de Erik Svetoft, é finalista do Prêmio Eisner

Tem história publicada pela DarkSide® Books entre os finalistas do Prêmio Eisner...

Por DarkSide
FilmesNovidades

Alpha: terceiro filme de Julia Ducournau vem aí

A cineasta francesa Julia Ducournau se estabeleceu como uma verdadeira visionária do...

Por DarkSide