Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Filmes

Evil Dead: A franquia mais groovy do horror

É hora de reencontrar os demoníacos Deadites de Sam Raimi

17/04/2023

ATENCÃO: O POST A SEGUIR PODE CONTER SPOILERS DOS FILMES

A franquia Evil Dead é uma das mais amadas e idolatradas pelos fãs de horror. É difícil conversar sobre o gênero sem citar o clássico de 1981 e suas divertidas sequências. Ao longo de mais de quarenta anos de existência, a franquia se expandiu para diversos outros formatos (videogames, séries de televisão, histórias em quadrinho e até mesmo um musical!), mostrando estar mais viva do que nunca. 

LEIA TAMBÉM: 5 CURIOSIDADES SOBRE O FILME EVIL DEAD

Se o universo Evil Dead é hoje um gigante, temos três nomes a agradecer: Sam Raimi, Bruce Campbell e Rob Tapert. Amigos desde a adolescência e com uma predileção a gravar curtas caseiros, o trio não imaginava que mudaria para sempre a história do cinema de horror, inspirando uma quantidade enorme de filmes e diretores, de Peter Jackson a Edgar Wright.

Apresentando um protagonista carismático, cenas absurdas, muito sangue, conceitos bizarros e a perfeita união entre comédia e horror, Evil Dead é uma daquelas franquias com a incrível capacidade de ficar melhor com o tempo, conquistando uma nova geração de fãs, enquanto permanece adorada por seus antigos seguidores. 

evil dead

Hoje a Caveira reúne toda a coragem possível e vai até uma remota cabana para combater as forças do mal ao lado Ash Williams. Entre possessões, desmembramentos e até mesmo uma viagem no tempo, segure-se firme, querido DarkSider, porque estamos entrando no caótico território dos Deadites

O começo de tudo: Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio (1981)

Um grupo de amigos vai passar as férias em uma isolada cabana no Tennessee. O que era para ser um momento de descontração se torna um pesadelo quando eles se deparam com um livro amaldiçoado acompanhado por uma fita que desperta forças demoníacas. É com essa premissa relativamente simples que Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio chegou aos cinemas em 1981. 

Mas sua história começa alguns anos antes, em 1978, quando Bruce Campbell, Sam Raimi e Robert Tapert se uniram para filmar um longa-metragem. Apesar de serem grandes fãs de filmes de comédia, os três resolveram enveredar por outro caminho: o do horror. Após desbravarem o mundo dos filmes de baixo orçamento no drive-in local, o trio resolveu produzir um curta, mostrando aos potenciais investidores o que eram capazes de fazer. 

Naquele mesmo ano, Raimi, que era um estudante de literatura inglesa, ficou extremamente impressionado com H.P. Lovecraft e seu Necronomicon. Foi a partir desses conceitos que ele esboçou uma curta história em que um grupo de amigos desenterra um cemitério indígena e liberta uma avalanche de espíritos e demônios. Isso resultou em Within the Woods, filmado em apenas 3 dias com um orçamento de menos de 2 mil dólares. O curta de 30 minutos impressionou e garantiu aos cineastas cerca de 90 mil dólares para produzirem um longa-metragem.

LEIA TAMBÉM: 8 FILMES DE TERROR QUE ERAM CURTAS ORIGINALMENTE

As filmagens realmente aconteceram em uma cabana remota no Tennessee, em um processo difícil e desconfortável para a maioria dos envolvidos. Apesar de todos os perrengues (e foram muitos!), o amor pelo cinema falou alto e o filme chamou a atenção do produtor Irvin Shapiro, que o fez estrear no Festival de Cannes em 1982. Shapiro também foi o responsável pelo título The Evil Dead, já que inicialmente o filme se chamava Book of the Dead.

evil dead

É aqui que entra uma figura improvável: Stephen King. O autor assistiu ao filme e escreveu uma crítica favorável. Isso chamou a atenção da revista Fangoria, que por sua vez chamou a atenção da New Line Cinema que resolveu distribuir comercialmente o longa. O primeiro Evil Dead acabou arrecadando cerca de 2,4 milhões de dólares nas bilheterias e foi muito bem recebido pela crítica e pelos espectadores. Nascia assim uma estrela (e também algumas prolíficas carreiras como a de Campbell e Raimi). 

Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio é um filme impressionante. Com um orçamento minúsculo, a produção entrega ótimos efeitos práticos, incluindo maquiagem prostética, dando uma aula de como fazer cinema com pouco dinheiro. É um exemplo de como um grupo dedicado de atores, um diretor empenhado, uma equipe talentosa e muita imaginação podem fazer horrores (literalmente!) por uma produção. 

Outra valiosa lição que o filme fornece é que rir de si mesmo é sempre a melhor solução. Nesse aspecto, a franquia inspirou inúmeras outras, mostrando que baixo orçamento não é nem de longe uma coisa ruim e que sangue e comédia se misturam sim. Outra coisa que o filme popularizou foi o tropo das cabanas sinistras no meio do nada, geralmente repletas de artefatos que não deveriam ser tocados, utilizado extensivamente em outras produções como O Segredo da Cabana e Cabana do Inferno

evil dead

Uma Noite Alucinante 2 (1987)

O conceito para uma sequência já existia durante as filmagens do primeiro filme. Raimi queria que o herói, Ash, entrasse em um portal e fizesse uma viagem no tempo, caindo em plena Idade Média. Calma, não estamos confundindo os filmes! Segundo Bruce Campbell, Uma Noite Alucinante 2 foi originalmente concebido para ser ambientado no século XIV. Contudo, a execução e o próprio orçamento do filme, além da objeção de um dos produtores, tornaram sua execução inconcebível na época, levando seu adiamento até 1992.

Uma Noite Alucinante 2 foi então transformado em uma espécie de remake do original com uma pitada de sequência, o que poderíamos chamar de “requel”. Como grande fã de comédia, Raimi achou que era hora de fazer um filme ainda mais debochado. O longa chegou aos cinemas em março de 1987, sendo bem recebido pelo público e pelas críticas e acumulando uma geração de fãs.

evil dead 2

O enredo estabelece um tipo de linha do tempo alternativa. Não, Ash não é burro o suficiente para voltar para a mesma cabana com pessoas diferentes depois de todos os seus amigos serem mortos. Uma Noite Alucinante 2 é basicamente o primeiro filme com um elenco diferente, com exceção de Bruce Campbell, que retorna com Ash, reencenando muitas partes do original. Ficou confuso? Calma, que a gente explica.

Ao invés de chegar na cabana com um grupo de amigos, Ash vai passar um final de semana romântico com a namorada, Linda. É claro que logo o romance se transforma em um grande pesadelo quando eles encontram uma fita do arqueólogo Raymond Knowby recitando passagens do Necronomicon. Provando todo o poder da tecnologia, a gravação liberta uma força maligna, a qual agora é conhecida como o demônio Kandarian, que possui e mata Linda, transformando-a em um “deadite”. O que se segue é uma espiral de loucura, a qual Rami torna a mais divertida possível, com o demônio provocando nosso protagonista nas formas mais absurdas e debochadas possíveis.

Aqui chegamos naquele que é provavelmente o momento mais icônico do filme. A mão direita de Ash é possuída e tenta matá-lo. Para isso, ele decepa o membro e a substitui por uma motosserra. Sim, uma motosserra! A partir daqui a sequência segue um caminho diferente do primeiro filme, com a introdução de Anne Knowby, a filha do arqueólogo. Ao ler encantamentos do Necronomicon em voz alta, ela tenta forçar o demônio a se manifestar fisicamente, abrindo um portal para bani-lo. Azarado como é, nosso protagonista é sugado por esse vórtex e acaba chegando nos tempos medievais. 

evil dead 2

Para muitos, Uma Noite Alucinante 2 é o melhor da franquia. Com um orçamento consideravelmente maior, a sequência entrega efeitos insanos, uma direção e edição impecáveis, além de doses de humor muito bem encaixadas. Além de não se levar muito a sério, a sequência traz uma muito bem-vinda desconstrução do herói principal, Ash Williams, que passa longe dos “machões” do cinema, ao mesmo tempo nos conquista com seu carisma. 

Uma Noite Alucinante 3 (1992)

Se não fosse o suficiente ter que enfrentar forças malignas nos anos 1980, Ash agora tem que enfrentá-las na Idade Média em Uma Noite Alucinante 3 (em inglês: Army of Darkness).

O filme foi produzido como parte de um acordo com a Universal Pictures, após o sucesso de Darkman – Vingança Sem Rosto de 1990, também dirigido por Raimi. Uma Noite Alucinante 3 estreou em outubro de 1992 no Sitges Film Festival, mas contou com distribuição comercial apenas em fevereiro de 1993. Isso aconteceu por uma disputa da Universal com um dos produtores do filme, Dino De Laurentiis. De Laurentiis era o responsável pelos direitos do personagem Hannibal Lecter, algo que Universal queria para poder filmar uma sequência de O Silêncio dos Inocentes. Para forçar o produtor a ceder os direitos, eles atrasaram o lançamento de Uma Noite Alucinante 3. Mesmo com esse pequeno atraso, o filme foi um sucesso nas bilheterias domésticas e internacionais.

No enredo, Ash chega na Idade Média junto com seu carro Oldsmobile Delta 88 e é capturado pelos homens de Lorde Arthur. Acreditando ser um espião do Duque Henry, com quem Arthur estava em guerra, Ash tem suas armas e sua motosserra confiscadas. Ele logo descobre que pode ser parte de uma profecia (aquele que salvará a humanidade dos Deadites) e que a única forma para voltar para casa é obtendo o infame Necronomicon Ex-Mortis. É claro que as coisas não são tão fáceis assim e entre algumas das ameaças a serem enfrentadas estão um exército de esqueletos e uma versão maligna de si mesmo. 

evil dead 3

O filme acabou tendo dois finais diferentes, um que chegou aos cinemas e outro que foi barrado pela Universal como “muito deprimente”. Originalmente, Ash não conseguiria retornar para casa. Ele se distrai na hora de tomar a poção e ingere uma gota a mais. Isso faria com que nosso herói acordasse em um futuro pós-apocalíptico onde a civilização humana foi aniquilada. 

Além da trilogia original: Remake e série

Após algum tempo sem nenhuma novidade na franquia, em 2013 chegou aos cinemas o antecipado remake do primeiro filme: A Morte do Demônio. Este quarto filme foi dirigido por Fede Alvarez, sendo o primeiro da franquia a não ser conduzido por Sam Raimi e protagonizado por Bruce Campbell (apesar da dupla ter retornado como produtores dessa nova empreitada). 

A Morte do Demônio foi filmado na Nova Zelândia e teve sua estreia mundial em março de 2013, arrecadando mais de 90 milhões de dólares no mundo todo. A ideia era fazer um remake-continuação do primeiro filme, ambientando-o em um cenário moderno. A história é praticamente a mesma: um grupo de jovens adultos vai até uma remota cabana na floresta e lá tem um encontro mortal com uma entidade sobrenatural.

Apesar da premissa muito parecida, o filme inova e apresenta doses ainda maiores de gore, incluindo uma chuva de sangue e uma cena envolvendo uma língua e um estilete para lá de agoniante. Contudo, a maior mudança provavelmente acontece na escolha do protagonista. Sem Ash Williams para comandar a trama, a refilmagem faz uma feliz escolha e coloca uma garota final para a franquia: Mia Allen, interpretada por Jane Levy. 

evil dead 2013

Embora tenha sido vendida como uma refilmagem, a versão de 2013 tem muitas conexões com o primeiro filme, chamadas por Alvarez de “destinos sombrios” criados pelo Necronomicon. Alguns exemplos são o fato de a cabana já ter sido arrombada anteriormente (Ash e seus amigos precisam forçar sua entrada no primeiro filme) e o carro enferrujado de Ash, que se encontra no local. Apesar de algumas incontornáveis incongruências, a conexão dos dois filmes é selada na cena pós-crédito, quando a silhueta de Ash aparece de perfil.   

Após o filme de 2013, chegou a hora de focar em Ash. Isso aconteceu na forma de uma série: Ash vs. Evil Dead, criada por Sam Raimi, Ivan Raimi e Tom Spezialy, que estreou em 2015 e contou com três temporadas, sendo infelizmente cancelada em 2022. Ambientada cerca de trinta anos após a trilogia original, Ash continua trabalhando em uma loja de departamento e precisa interromper sua rotina para impedir que uma praga de Deadites destrua o mundo. Acompanhado de sua fiel motosserra, ele reúne um grupo de novos amigos para ajudá-lo a combater demônios e monstros. Apesar do tempo ter passado, o humor de Ash e as situações bizarras continuam mais vivas e presentes do que nunca na série, que foi muito bem recebida pelos fãs.

ash vs the evil dead

Evil Dead Rises (2023)

Quer mais? Então, se prepare, pois um novo filme da franquia está chegando! Intitulado como Evil Dead Rises, ou A Morte do Demônio: A Ascensão, o longa é dirigido e roteirizado por Lee Cronin, com produção de Sam Raimi, Bruce Campbell e Robert Tapert. 

O enredo segue Beth, interpretada por Lily Sullivan, que viaja até Los Angeles para ajudar sua irmã mais velha, Ellie, com seus três filhos. Infelizmente, a reunião das irmãs é interrompida pela descoberta de uma misterioso livro, que lança a família em uma batalha sinistra envolvendo demônios, possessão e uma sombria versão de maternidade.

Dessa vez, o cenário principal não é a clássica cabana nas floresta, mas sim um apartamento no meio de uma das maiores cidades do mundo. Segundo o próprio diretor, já era hora de termos um Evil Dead urbano, sendo o apartamento da família a cabana, enquanto os corredores e outros aspectos do edifício, a floresta. Apesar disso, em uma das cenas do trailer é possível vermos uma cabana diferente da que estamos acostumados. Será que o filme irá expandir a mitologia da franquia?

Longa vida a Evil Dead

Filmes, série de televisão, quadrinhos, videogames, musical… a franquia Evil Dead tem isso e tudo mais. Inclusive, certa vez, uma das ideias da New Line Cinema e da Warner Bros. era produzir um longa em que Ash encontraria Freddy e Jason. Infelizmente (ou felizmente), o filme nunca saiu do papel, mas o conceito foi transformado em dois quadrinhos: Freddy vs. Jason vs. Ash e Freddy vs. Jason vs. Ash: The Nightmare Warriors

Para os fãs fiéis ou para aqueles que querem conhecer mais, há também o documentário de 2020 Hail to the Deadites, que explora o legado da franquia. Para os corajosos de plantão, em 2013 a Caveira trouxe para o Brasil Evil Dead: A Morte do Demônio [Arquivos Mortos], uma obra de Bill Warren que reúne curiosidades, fotos, entrevistas e tudo que os fãs precisam saber sobre um dos maiores fenômenos do cinema de horror. 

E enquanto aguardamos ansiosamente por Evil Dead Rises, que tal fazer aquela pipoca e maratonar essa franquia que tanto amamos? Mas cuidado: fique longe de fitas que recitam encantamentos antigos e de preferência não se aventure por uma cabana no meio da floresta. Pode ser fatal.

LEIA TAMBÉM: 20 ESTREIAS DO TERROR PARA FICAR DE OLHO EM 2023

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

H.P. Lovecraft - Miskatonic Edition
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Tom Savini: Vida Monstruosa + Brindes Exclusivos
R$ 129,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

O que é teoria e o que é fato sobre a morte da princesa Diana

Tragédias que ganham os noticiários mundiais costumam vir carregadas de teorias...

Por DarkSide
Crime ScenePerfilProfissionais da Morte

Você sabe o que faz uma limpadora de traumas? Conheça Sandra Pankhurst

Você sabe o que faz um limpador de traumas? Não, não estamos falando de nenhum tipo...

Por DarkSide
Crime SceneEntrevista

Predador Americano: autora levou seis anos e gastou 30 mil dólares para investigar Israel Keyes

Como jornalista e fã do ofício, adoro ler livros escritos pelos meus colegas. ...

Por Liv Brandão
CuriosidadesDarklove

Lendas Japonesas: Quem são kitsune e tanuki?

O folclore japonês é povoado por criaturas mágicas que há muito nos fascinam por...

Por DarkSide
FilmesNovidades

The Substance: O elogiado filme que mistura O Médico e o Monstro e Showgirls

“Visionário feminista sobre terror corporal”, “filme cruel e...

Por DarkSide