Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesDarkside

O que é mito e o que é mitologia?

Principais equívocos de quem faltou às aulas de história

28/11/2022

Há alguma ironia e até um trocadilho divertido quando pensamos nos principais mitos da mitologia. Mas aqui vamos nos ater aos equívocos, a alguns conceitos que foram propagados de maneira meio torta, mas que acabaram se embaralhando com o que é mitológico de verdade.

LEIA TAMBÉM: O PODER DA MITOLOGIA NA CULTURA POP

Muitas histórias e personagens eram populares em épocas em que não era lá muito comum registrar tudo, como fazemos na internet ao publicar aquele tuíte pra posteridade. Com isso, as lendas acabaram se rendendo às interpretações e reinterpretações das pessoas, como num telefone sem fio que acabou se perpetuando.

Para quem gosta de mitologia e quer uma fonte confiável para essas crenças imortais, o livro Origens da Mitologia traz uma cuidadosa curadoria da pesquisadora Annette Giesecke, PhD. Com foco na mitologia greco-romana, a publicação é uma enciclopédia mágica que reúne mais de 700 personagens e lugares que compõem os panteões do mundo antigo.

7 Mitos mitológicos

Além do telefone sem fio de gregos e romanos, propagados em toda a sua influência no mundo ocidental, algumas licenças poéticas de obras como livros, filmes e séries acabaram confundindo muita gente em relação a algumas noções de mitologia. A seguir a Caveira elucida algumas delas:

1. Mitologia grega e romana são a mesma coisa

Você provavelmente aprendeu nas aulas de história que os romanos “pegaram emprestado” muitos deuses e histórias dos gregos. Vênus é a versão romana de Afrodite, Júpiter é equivalente a Zeus, Mercúrio é Hermes, Marte é Ares e a lista vai longe. Por causa disso, muita gente acha que ambas mitologias são apenas mais um caso de “copia, mas não faz igual”, o que não é completamente verdade.

Uma diferença é a de que os romanos acreditavam que praticar o bem durante a vida garantiria o seu lugar entre os deuses na vida eterna, ou seja, eles adoravam os próprios ancestrais como figuras praticamente divinas. Os gregos não pensavam muito na vida após a morte e não reverenciavam divindades menos conhecidas ou que não fossem heróis.

origens da mitologia

2. Zeus era um deus todo-poderoso

Por causa das religiões monoteístas que se difundiram no ocidente, muitas dessas projeções acabaram sendo jogadas para os deuses gregos. O exemplo mais simbólico é a ideia de que Zeus seria uma espécie de deus todo-poderoso, com muito mais poder do que seus colegas do Olimpo.

Porém, Zeus era descrito como uma divindade com muitas qualidades bem humanas, ou seja, ele não podia controlar algumas coisas como outros deuses ou o destino. Mas ele podia se transformar em animais, o que já é algo bem legal.

zeus
Copyright (c) 2017 IMG Stock Studio/Shutterstock

3. Hades era malvado

A não ser que você esteja falando daquela animação da Disney sobre o Hércules, em que Hades foi colocado no papel de vilão, não tem por que acreditar numa coisa dessas. Essa ideia também vem de religiões monoteístas que cultivam a ideia de bem/mal. Se Zeus era o deus do bem, Hades só poderia ser o antagonista malvado, certo? Errado.

Hades era apenas o deus que guardava o submundo. Aliás, esse emprego foi dado pelo próprio Zeus, então ele só estava ali cumprindo o seu trabalho. Hades tem até seus momentos, como quando permitiu que Orfeu buscasse sua esposa de volta do mundo dos mortos (não é culpa de Hades que Orfeu quebrou o acordo ao olhar para ela na saída). 

Ok, teve aquela vez em que ele sequestrou a Perséfone. Fazer o quê? Ele não é perfeito e isso não foi nada muito diferente das coisas que os outros deuses aprontaram, incluindo Zeus!

Hades
Créditos: Disney

4. Todos os deuses eram fictícios

Na mitologia grega há diversos registros, principalmente em poemas, de personagens descritos como semideuses, mas que na verdade não tinham nada de muito divino. Na maioria dos casos eram pessoas reais que foram consideradas heróis e heroínas, que acabavam se confundindo nas descrições como alguém divino. Os romanos, por exemplo, declaravam que várias pessoas reais eram semideuses, como Júlio César e Pompeu.

LEIA TAMBÉM: 5 INFLUÊNCIAS DA MITOLOGIA NÓRDICA NOS TEMPOS ATUAIS

5. Todos os gregos acreditavam nos mesmos deuses e histórias

Vamos combinar que nem todos os cristãos compartilham completamente suas crenças? Uns acreditam em santos, outros não, por exemplo. Então por que os gregos precisariam acreditar nos mesmos deuses e lendas? Além disso, há a própria passagem do tempo e evolução da mitologia

Estudiosos acreditam que essas crenças começaram por volta de 2000 a.C., só que quando Homero escreveu Ilíada e Odisseia, entre 800 e 700 a.C., muita coisa já havia mudado. Além disso, os impérios aos quais a sociedade grega pertenceu eram muito grandes, então seria muito difícil manter uma consistência na mitologia em todos os lugares ao mesmo tempo

deuses gregos
Créditos: Stapleton Collection/Corbis

6. Pandora abriu uma caixa que liberou o mal para o mundo

Em primeiro lugar nem era uma caixa, e sim um jarro. O mito apareceu pela primeira vez no poema de Hesíodo “Os Trabalhos e os Dias”, escrito por volta de 700 a.C., e cita que Pandora abre um pithos, a palavra grega para designar um jarro grande

Embora a parte de liberar o mal para o mundo seja verdadeira, houve uma tradução para o latim feita no século XVI por Erasmo de Roterdã que mudou o objeto para uma caixa, do jeito que você provavelmente já conhece.

PANDORA
Imagem de domínio público

7. Os mitos antigos morreram há muito tempo

As religiões gregas, da maneira que existiam no mundo antigo, acabaram sumindo por volta do século IX, com o avanço de religiões monoteístas, principalmente o Cristianismo difundido pelo Império Romano. Mas isso não significa que toda essa mitologia tenha se perdido, ela acabou adotando novas formas e sobrevivendo aos séculos.

Um exemplo bem conhecido é a realização das Olimpíadas, que originalmente eram um festival em homenagem a Zeus. Além disso, o próprio Cristianismo está repleto de influências greco-romanas. Jesus Cristo tem vários pontos em comum com Dionísio, deus do vinho, dos rituais e da fertilidade. Há quem acredite que as passagens bíblicas que mencionam a bebida são a maneira dos cristãos de dizerem que Jesus era melhor que o deus grego. 

As próprias festividades de Natal e Ano Novo projetam costumes do Saturnália, um festival romano em homenagem ao deus Saturno — e um paralelo ao solstício de inverno. As crenças podem até mudar conforme o tempo, mas a mitologia permanece viva no mundo moderno.

LEIA TAMBÉM: AS ORIGENS PAGÃS DAS COMEMORAÇÕES DE FIM DE ANO

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Origens da Mitologia + Brinde Exclusivo
R$ 119,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
No Coração da Bruxa + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Nós e as Estrelas + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Graphic NovelListas

8 Histórias em quadrinhos nacionais que você precisa conhecer

Quadrinhos são uma fonte rica de informação, entretenimento e de estímulos para a...

Por DarkSide
FilmesResenha

Caveira Viu: O Menu

A alta gastronomia possivelmente nunca esteve tão em alta como nos dias de hoje....

Por DarkSide
CuriosidadesGraphic Novel

Por que ler quadrinhos faz bem ao cérebro?

Houve um tempo em que histórias em quadrinhos eram desprezadas no meio literário....

Por DarkSide
ListasMedo Clássico

A influência de Orlando: Uma Biografia no mundo das artes

Não é novidade para ninguém que Virginia Woolf era uma escritora tão à frente de...

Por DarkSide
FilmesGraphic NovelSéries

Conheça os filmes e séries que inspiraram Hailstone

Horror, ficção científica, ficção histórica, faroeste e mistério se misturam...

Por DarkSide