Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesNovidades

O terror do filme Stopmotion

Paralisia do sono, horror corporal e bonecos demoníacos

03/04/2024

Quem cresceu assistindo a filmes como Fuga das Galinhas, Coraline e até se encantou recentemente com produções como Ilha dos Cachorros e o Pinóquio do Guillermo del Toro talvez até estranhe a ideia de ver esse tipo de animação em um filme de terror. E é justamente isso que acontece no longa Stopmotion.

LEIA TAMBÉM: SEQUÊNCIA DE BEETLEJUICE NÃO USARÁ “MUITA TECNOLOGIA”

Dirigido por Robert Morgan, o filme está fascinando as audiências por seus bonecos macabros e por combinar outros subgêneros e temas do terror, como paralisia do sono, horror corporal e sensorial. Tudo isso com uma edição de som que valoriza cada ruído agonizante do que estamos assistindo.

Sobre o que é a história de Stopmotion?

O enredo em si não tem nada de muito novo. Nessa mistura de live-action e stop-motion, acompanhamos a história de Ella (Aisling Franciosi), uma animadora de, adivinha só, stop-motion que está trabalhando em um filme para a sua autoritária mãe, que já teve uma prolífica carreira como animadora.

stopmotion

Após a mãe sofrer um derrame, Ella faz amizade com uma menina um tanto peculiar do seu condomínio, que a incentiva a se dedicar a um projeto pessoal. Conforme o seu novo filme avança, Ella começa a perder o controle sobre a própria vida

Com uma exploração sinistra e metalinguística, o filme da personagem começa a borrar as linhas entre a realidade e a animação. O cineasta, que já possui uma longa carreira com filmes em stop-motion consegue criar uma experiência cinematográfica surreal que consegue ser exuberante ao mesmo tempo em que revira os nossos estômagos.

O filme está repleto de contradições que conseguem manipular com bastante inteligência a compreensão do público sobre a corporalidade, através de temas como vida e morte. Por exemplo, quando Ella chega ao apartamento, a menina pergunta por que ela trabalha com animação em stop-motion, ao que ela responde “porque parece que você está dando vida a algo”. Mal sabia ela…

Mais do que puro gore ou jump scares (que estão lá), Morgan consegue investir pesado no horror sensorial, aquele que conseguimos, enquanto audiência, sentir no próprio corpo. Isso sem contar que ele nos leva pela mão ao vale da estranheza dos bonecos horripilantes, que conhecemos tão bem com Chucky, Annabelle, M3gan e obras como A Dança das Marionetes. E não são quaisquer bonecos: esses aqui foram feitos de cera funerária.

LEIA TAMBÉM: CHUCKY E O TERRÍVEL MUNDO DOS BONECOS ASSASSINOS

As inspirações de Robert Morgan para Stopmotion

Roteirista e diretor com ampla experiência nessa técnica, Robert Morgan não entende como o stop-motion se popularizou com filmes mais amigáveis ao público familiar — ainda que com algum tom sinistro, como Tim Burton fez em O Estranho Mundo de Jack, Noiva Fantasma e Frankenweenie. Para ele, esse tipo de animação é “perturbador e assustador”.

Em entrevista ao Entertainment Weekly, ele contou sobre a sua relação com o terror e o stop-motion. Quando tinha apenas 4 anos de idade, seu tio lhe mostrou o filme B O Horror Vem do Espaço. “Tinha esses cérebros assassinos rastejando por tudo, e os efeitos foram feitos em stop-motion”, relembra, apontando o episódio como a provável causa para o seu interesse pela técnica e sua associação ao terror.

o horror vem do espaço

O cineasta comenta que se inspirou para fazer sua estreia com o longa após um período em que se sentiu um tanto descolado enquanto dirigia o curta em stop-motion Bobby Yeah, de 2011. “Tive a sensação de que o filme ganhou vida própria. Quase sentia como se ele estivesse me dizendo o que era em vez de eu dizer o que ele deveria ser. Tive essa sensação levemente empolgante, mas ao mesmo tempo um tanto enervante, de que algo que você está criando te controla, em vez de você estar no controle”.

Talvez não tenha ajudado muito o fato de ele ter usado as próprias unhas dos pés para produzir um dos personagens de Stopmotion. “Eu comecei a guardar minhas unhas dos pés em uma jarra por alguns anos. Não sei por quê, só achei que era algo que me seria útil em algum momento. Conforme eu estava fazendo o filme, essa imagem brotou na minha mente, de usá-las para fazer um boneco de unhas do pé”.

stopmotion

Se você ficou, no mínimo, intrigado com esses bonecos feitos de cera funerária ou de unhas dos pés, vai ter que esperar um pouco: apesar de ter feito sucesso entre o público do terror nos cinemas desde sua estreia em fevereiro desse ano, Stopmotion ainda não tem previsão de estreia aqui no Brasil.

LEIA TAMBÉM: 11 CURIOSIDADES DA FRANQUIA BRINQUEDO ASSASSINO

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

A Dança das Marionetes + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidades

Jane Toppan: Conheça o caso dessa lady killer

Conhecida como “a primeira serial killer dos Estados Unidos”, Jane Toppan se valia...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide