Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Cine Book ClubFilmes

O verdadeiro terror por trás de Candyman

Terror, lenda urbana e debates atuais

26/08/2021

Por Catharina Mattavelli

Ao saber do lançamento de A Lenda de Candyman, expectativas foram criadas, pois estamos falando aqui de grandes roteiristas que já levam em seus trabalhos críticas profundas à violência institucionalizada ocasionada pelo racismo: Jordan Peele, Nia DaCosta e Win Rosenfeld.

Além do terror trash e da lenda urbana que tanto gostamos estarem presentes de forma significativa, assustadora e digna, temos também ótimas referências a debates atuais e indispensáveis que são, inclusive, o fio condutor do filme. Em comparação com O Mistério de Candyman, de 1992, é possível notar o cuidado e correção para com o elenco (acertaram 100% mantendo Tony Todd como Candyman) e enredo, o que já se torna um grande marco.

LEIA TAMBÉM: REBOOT DE CANDYMAN TEM NOMES DO ELENCO REVELADOS

Yahya Abdul-Mateen II (que interpreta Anthony McCoy) e Tony Todd brilham nas atuações e nas fortes representações sobre a violência policial e do Estado contra a população negra que se repete por anos, décadas e séculos. Mais assustador do que o próprio Candyman é justamente a aceitação de um sistema de segurança que não protege, que gera mais violência e mortes, e que age com brutalidade e exploração.

O longa consegue prender muito bem o telespectador amante de terror dos anos 90 e, mais do que isso, consegue aproveitar a lenda urbana como mecanismo de denúncia ao genocídio e tenso momento político que enfrentamos. Há ainda a impecável trilha sonora e ambientação em Cabrini Green, que reflete periferias esquecidas por nossos políticos, lembradas apenas para tornarem-se gentrificação, um dos pontos mais poderosos da obra em minha opinião.

LEIA TAMBÉM: CANDYMAN, MARIA SANGRENTA… HISTÓRIAS REAIS OU LENDAS URBANAS?

Mais um caso em que a arte consegue gerar reflexão, incômodo e desejo de mudança naqueles que entendem que o verdadeiro terror não é Candyman, mas sim o que a sociedade o transformou. Um “vilão” que representa muitos outros homens inocentes que morreram nas mãos da polícia, que possuem suas vidas interrompidas em função da discriminação e do atraso de uma sociedade que possui seus alvos, mesmo estes alvos não sendo uma ameaça.

Com toda sua conexão ao social, A Lenda de Candyman gera tensão e suspense, agradando aos fãs de um bom terror com diálogos inteligentes sem abandonar questionamentos e reflexões sobre o vilão no imaginário coletivo de uma sociedade racista que deixa de lado o que precisamos realmente combater e destruir. 

LEIA TAMBÉM: NOVO FILME DE CANDYMAN GANHA TRAILER

A edição brasileira do livro, trazida à luz pelo selo DarkSide®, é diferente de todas as edições publicadas do mundo e a autorização veio do próprio Clive Barker em sinal de reconhecimento do autor pela paixão e o respeito com que a DarkSide® Books vem publicando sua obra.

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

1 Comentário

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Evangelho de Sangue
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Livros de Sangue: Volume 1 + Brindes Exclusivos
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Candyman
R$ 49,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CuriosidadesFilmes

Você sabia que Viagem Maldita foi inspirado num caso real?

Não existe nada mais aterrorizante do que um filme de terror baseado em uma história...

Por DarkSide
FilmesFirestar Videolocadora

Dark Night of the Scarecrow: Frank De Felitta como você nunca imaginou

Vocês já pararam para se perguntar de onde vem nosso fascínio pelos filmes antigos?...

Por Cesar Bravo
DarksideMúsica

Celebre os Heróis do Blues, Jazz & Country com essa playlist

Além de um ilustrador brilhante, Robert Crumb era um apaixonado pela música dos anos...

Por DarkSide
Crime SceneCuriosidades

Crianças podem ser consideradas psicopatas?

O ser humano é mau até que prove o contrário ou ele nasce bom e a sociedade o...

Por DarkSide
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

4 Profissões da morte que você não imaginava que existiam

Você já pensou em trabalhar diretamente com a morte? Quando pensamos em...

Por DarkSide