Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesFilmes

Por que existem duas franquias de Chucky?

Crise de identidade? Entenda o que acontece nos bastidores de Brinquedo Assassino

24/10/2023

Quando Brinquedo Assassino chegou aos cinemas em 1988 ninguém imaginava o que estava por vir. O filme dirigido por Tom Holland, baseado na criação de Don Mancini, deu à luz a mais um ícone do terror: Chucky. O boneco ruivo logo se mostrou um assassino brutal, sádico e bastante debochado. Foi o suficiente para conquistar uma legião de fãs. Nascia assim uma das maiores franquias do mundo do terror. 

LEIA TAMBÉM: LANÇAMENTO: CHUCKY: O LEGADO DO BRINQUEDO ASSASSINO, POR DUSTIN MCNEILL & TRAVIS MULLINS

Chucky chegou em 2019 como um personagem consagrado, ao lado de outras lendas cinematográficas como Freddy Krueger e Jason Voorhees, com uma franquia que já contava com sete filmes lançados. O que chamava a atenção era como os filmes foram assumindo caminhos diferentes, alguns mais sombrios e outros mais debochados, mas todos mantinham uma certa coerência entre si. 

Isso acontecia porque eram guiados pelo mesmo time criativo, liderado por Don Mancini e David Kirschner. Além de ser o responsável pela ideia original, Mancini escreveu o roteiro dos filmes e a partir de O Filho de Chucky assumiu a direção dos longas, enquanto Kirschner foi responsável pela produção da franquia. 

o filho de chucky

É completamente compreensível então por que os fãs foram pegos de surpresa quando foi anunciado que Chucky protagonizaria uma refilmagem do primeiro Brinquedo Assassino, ao mesmo tempo em que também ganharia sua série de televisão. O personagem encontrava-se dividido em dois estúdios que o empurravam para caminhos diferentes, o que causou bastante confusão na época. Será que Chucky estava passando por uma crise de identidade?

A resposta para tudo isso está na complicada história de produção e distribuição da franquia, especialmente do primeiro filme. Afinal de contas, quem é o dono de Chucky? Além de Andy, é claro. Mas não se preocupe que a Caveira vai te responder: por que diabos existem duas franquias com Chucky? 

Voltando para os anos 1980

Tudo começou em 1988 quando a MGM/United Artists finalmente lançou Brinquedo Assassino nos cinemas. O filme apresentou Chucky, um boneco que abriga a alma do assassino em série Charles Lee Ray. Como todos sabemos, o brinquedo para nas mãos do inocente Andy Barclay e deixa uma trilha de sangue por onde passa. Com o orçamento de 9 milhões de dólares, Brinquedo Assassino foi um verdadeiro sucesso, arrecadando 44 milhões nas bilheterias e iniciando uma prolífica franquia.

chucky

A confusão começou justamente quando a primeira sequência entrou em desenvolvimento. Se você precisar de um culpado, aqui vai o nome: Christopher Skase, dono do grupo Qintex. Em março de 1989, o australiano fez uma oferta bilionária para adquirir a MGM/UA, companhia que detinha os direitos de Brinquedo Assassino. O que ninguém esperava era que essas negociações impactariam diretamente a franquia de Chucky e a produção de Brinquedo Assassino 2, que iniciaria suas filmagens em outubro daquele mesmo ano.

LEIA TAMBÉM: BRINQUEDO ASSASSINO: RELEMBRE TODO O UNIVERSO DE CHUCKY

O problema? Skase não gostava de filmes de terror e não queria produzir nem distribuir nada do gênero. Como o magnata alegava que o terror não era bom para a imagem da companhia, a solução encontrada pela MGM/UA foi devolver os direitos da franquia Brinquedo Assassino para o produtor David Kirschner. 

Chucky vai para a Universal (o estúdio, não a igreja)

O choque de ter o segundo filme cancelado logo se transformou em um presente quando estúdios de renome começaram a disputar os direitos de distribuição da franquia, como a Paramount, a Warner Bros. e a 20th Century Fox. Quem levou a melhor foi a Universal, que contou com uma ligação do próprio Steven Spielberg que convenceu Kirschner a tornar o estúdio de Tubarão a nova casa de Chucky.

Importante: antes de continuarmos precisamos contar que as coisas não acabaram bem para Christopher Skase. A negociação com a MGM/UA acabou indo por água baixo e o empresário se tornou um dos fugitivos mais famosos da Austrália quando saiu do país para evitar acusações criminais envolvendo a falência da Qintex. Quem diria que não gostar de filmes de terror pudesse trazer tanto azar, não é mesmo?

brinquedo assassino

Mas voltando a Chucky. Brinquedo Assassino 2 foi produzido e distribuído pela Universal, chegando aos cinemas em novembro de 1990. Era o início de uma poderosa parceria entre Mancini, Kirschner e o estúdio. Nos próximos anos, Chucky ficou confortavelmente na companhia responsável pelos mais lendários monstros cinematográficos, protagonizando Brinquedo Assassino 3 (1991) e A Noiva de Chucky (1998). 

Mesmo boneco, caminhos diferentes

Depois de alguns anos na Universal, O Filho de Chucky (2004), o quinto filme da série que marcava a estreia de Mancini na direção, foi o único a ser distribuído pela Rogue Pictures/Relativity Media. As críticas negativas do filme e a bilheteria abaixo do esperado fizeram com que Chucky tirasse umas férias.

Nos anos 2010, o boneco voltou para a Universal com A Maldição de Chucky (2013) e Culto de Chucky (2017). A única diferença é que os filmes foram distribuídos pela Universal Pictures Home Entertainment, a divisão de distribuição de mídia doméstica da Universal Pictures. Isso significava que Chucky não foi para os cinemas, mas sim direto para a casa de seus espectadores. 

o culto de chucky

Série x refilmagem

Depois desse histórico, finalmente chegamos na controvérsia envolvendo nosso brinquedo assassino favorito. Enquanto Don Mancini e David Kirschner mantiveram os direitos da franquia Brinquedo Assassino, podendo criar sequências para o cinema e televisão, a MGM/UA manteve os direitos do primeiro filme. Isso significava que Mancini e Kirschner poderiam criar novas histórias, mas apenas a MGM/UA poderia refilmar o longa original. 

Em 2019 tudo veio à tona quando Mancini e Kirschner anunciaram que Chucky iria para a televisão em uma série homônima que estava sendo desenvolvida pela dupla e seria produzida pela Universal. Com todo o time criativo envolvido, os fãs ficaram animados com mais esse capítulo da franquia, que manteria o boneco e a história como conhecemos ao longo dessas décadas de convivência. Outra coisa que chamou a atenção foi a reunião de estrelas da franquia: Brad Dourif, Jennifer Tilly, Alex Vincent, Fiona Dourif e Christine Elise fariam parte da série ao lado de um novo elenco. Pois bem, Chucky estreou em outubro de 2021 e foi um enorme sucesso, estando atualmente em sua terceira temporada. 

Acontece que quando Chucky deixou de ser distribuído nos cinemas, a MGM/UA decidiu que seria um bom momento para refilmar Brinquedo Assassino e criar uma nova franquia ao mesmo tempo em que a série de televisão estava sendo produzida. A notícia da refilmagem chegou apenas cinco meses após Mancini e Kirschner anunciarem Chucky. A companhia chegou a convidar a dupla para o projeto na função de produtores executivos, mas o convite foi declinado considerando o conflito de interesses e agendas.  

chucky terceira temporada
Syfy/Divulgação

Para ser bem sincero, Mancini ficou bastante magoado com a notícia da refilmagem, que descartava todo o seu carinho e trabalho de anos com a franquia. O criador de Chucky expressou nas redes sociais seu descontentamento e foi apoiado pela própria noiva do boneco, Jennifer Tilly, que chegou a tweetar junto com a hashtag #NotMyChucky que ela e Tiffany não iriam participar dessa. Quando o primeiro trailer de Brinquedo Assassino foi lançado no YouTube em fevereiro de 2019, o vídeo alcançou mais de 10 milhões de visualizações e 20 mil comentários em apenas uma semana no ar. 

A refilmagem chegou aos cinemas em junho daquele ano, dirigida por Lars Klevberg e protagonizada por Aubrey Plaza. Essa foi a primeira vez que Brad Dourif não emprestou sua voz ao boneco, sendo substituído por Mark Hamill. Brinquedo Assassino procurou atualizar a origem de Chucky, que deixou de ser um assassino em série e se tornou um exemplo de tecnologia que dá errado. O remake permanece atualmente como o único filme não canônico no universo Chucky, funcionando como um longa inteiramente solo.

remake brinquedo assassino

Chucky não foi o primeiro

Por mais estranho que pareça, a existência simultânea de duas franquias pertencentes ao mesmo universo não é algo exclusivo de Chucky. Nem mesmo é algo recente. 

Em 1983, por exemplo, tivemos dois filmes de James Bond vindos de estúdios diferentes. O primeiro, 007 Contra Octopussy, foi protagonizado por Roger Moore, que dava vida ao espião britânico na época. Octopussy era o 13º filme da franquia produzida pela Eon Productions, encabeçada pelo lendário Albert R. Broccoli (que coincidentemente é um dos grandes ídolos de Don Mancini). Cinco meses depois foi a vez de 007 – Nunca Mais Outra Vez, protagonizado por Sean Connery em sua última atuação como James Bond. O filme foi produzido pela Taliafilm, sendo distribuído pela Warner Bros. 

Outro exemplo que os fãs de terror com certeza vão identificar é o da franquia A Noite dos Mortos-Vivos, criada por George Romero e John Russo com o filme de 1968. O que aconteceu é que a dupla seguiu caminhos diferentes logo após o projeto. John Russo manteve os direitos de filmes que viessem a ser chamados Mortos-Vivos, enquanto Romero ficou livre para criar sua própria sequência, começando com O Despertar dos Mortos em 1978. Isso fez com que em 1985 duas produções conectadas ao primeiro A Noite dos Mortos-Vivos chegassem aos cinemas. A primeira, O Dia dos Mortos, estava ligada a George Romero, enquanto a segunda A Volta dos Mortos-Vivos foi baseada no livro homônimo escrito por John Russo.

E agora? Qual será o futuro do Brinquedo Assassino?

E AGORA? QUAL SERÁ O FUTURO DO BRINQUEDO ASSASSINO?

Agora já sabemos como Chucky acabou protagonizando duas franquias bastante diferentes ao mesmo tempo. De um lado, temos a MGM/UA, que detém os direitos do primeiro filme lançado em 1988. Isso permitiu que o estúdio fizesse sua nova versão com seu próprio time criativo, o que levou à refilmagem de 2019. Do outro lado, há David Kirschner e Don Mancini que desde 1990 em Brinquedo Assassino 2 continuam dando vida à franquia, que atualmente desemboca na série de televisão Chucky. Isso significa que a dupla possui os direitos de todas as sequências já feitas. 

chucky terceira temporada

Embora seja bastante improvável, considerando o sucesso de Chucky, a MGM/UA pode no futuro fazer mais filmes a partir da refilmagem, criando assim duas linhas do tempo completamente diferentes para o mesmo boneco. Ou seja: Chucky vai precisar trabalhar muito para dar conta do recado que é ser a estrela de duas franquias.

Enquanto não sabemos o que o futuro reserva para o brinquedo assassino mais icônico do cinema, os DarkSiders têm a chance de conhecer mais sobre a franquia com Chucky: O Legado do Brinquedo Assassino, lançamento da Caveira em mais uma parceria com a Macabra. Escrito por Dustin McNeil e Travis Mullins, conhecidos por Halloween: O Legado de Michael Myers, este é o livro definitivo sobre o boneco mais aterrorizante que o terror já conheceu. 

chucky

Feito de fã para fã, Chucky: O Legado do Brinquedo Assassino é uma carta de amor à franquia e ao pequeno psicopata. Uma obra cheia de segredos, curiosidades, fofocas e entrevistas inéditas que vão fazer o DarkSider se apaixonar ainda mais por Chucky. Está na hora de conhecer mais da história daquele que vai ser seu amigo até o fim. 

LEIA TAMBÉM: 11 CURIOSIDADES DA FRANQUIA BRINQUEDO ASSASSINO

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

O que é teoria e o que é fato sobre a morte da princesa Diana

Tragédias que ganham os noticiários mundiais costumam vir carregadas de teorias...

Por DarkSide
Crime ScenePerfilProfissionais da Morte

Você sabe o que faz uma limpadora de traumas? Conheça Sandra Pankhurst

Você sabe o que faz um limpador de traumas? Não, não estamos falando de nenhum tipo...

Por DarkSide
Crime SceneEntrevista

Predador Americano: autora levou seis anos e gastou 30 mil dólares para investigar Israel Keyes

Como jornalista e fã do ofício, adoro ler livros escritos pelos meus colegas. ...

Por Liv Brandão
CuriosidadesDarklove

Lendas Japonesas: Quem são kitsune e tanuki?

O folclore japonês é povoado por criaturas mágicas que há muito nos fascinam por...

Por DarkSide
FilmesNovidades

The Substance: O elogiado filme que mistura O Médico e o Monstro e Showgirls

“Visionário feminista sobre terror corporal”, “filme cruel e...

Por DarkSide