Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


DarksideFilmes

Por que O Bebê de Rosemary é uma metáfora sobre misoginia

Como a sociedade trata as mulheres de maneira satânica

Considerada uma das maiores obras de terror de todos os tempos, O Bebê de Rosemary, livro de Ira Levin, foi revolucionário não apenas na construção do suspense ao longo da trama, mas por abordar um terror tão real e tão presente no mundo de hoje: a misoginia.

LEIA TAMBÉM: LANÇAMENTO: O BEBÊ DE ROSEMARY, DE IRA LEVIN

Sim, em uma obra que culmina com uma concepção satânica e o nascimento do próprio Anticristo nem o próprio diabo consegue ser tão ruim quanto os personagens que fazem suas vontades. Homens e mulheres, incluindo o próprio marido de Rosemary, conspiram contra ela, tornando-a um vetor da maldade mais pura sem seu conhecimento.

A personagem é apresentada ao leitor em sua mais pura inocência: uma jovem esposa repleta de sonhos e otimismo quando inicia uma nova fase na relação, em um novo lar, e possivelmente em breve com um novo membro na família. Ela não foi amaldiçoada, não brincou com um tabuleiro de Ouija e nem invocou qualquer espírito — sua única maldição foi ter se casado com um homem medíocre, ganancioso e extremamente egoísta.

Muito mais do que um relacionamento abusivo

Um parceiro tóxico causa mal sem saber disso. Um parceiro abusivo sabe que faz mal ao seu par e continua fazendo mesmo assim. Agora, se o seu parceiro for Guy Woodhouse ele vai literalmente vai te cafetinar para ter sucesso na carreira.

O suspense em O Bebê de Rosemary começa a engatar quando o casal conhece os Castevets, seus vizinhos enxeridos. A amizade que Guy forma com eles vai muito além dos interesses em comum e terá consequências diabólicas para Rosemary. Isso porque os vizinhos fazem parte de um culto satânico que pretende trazer o Anticristo à Terra.

Para Guy isso se torna uma grande oportunidade: por ser um ator medíocre, ele faz um acordo com o culto, entregando-lhes Rosemary para gestar o filho do capeta em troca de sucesso na carreira. Tudo isso, é claro, sem o conhecimento da esposa.

O ápice da misoginia ocorre justamente na noite em que o casal supostamente concebe seu filho. Os Castevets dão aos vizinhos uma sobremesa, que acaba dopando a pobre Rosemary. Com a esposa desacordada, Guy chama os vizinhos para conjurar o diabo e ele poder “fecundar” Rosemary. Traduzindo: Guy cafetinou a esposa para que o Satã pudesse estuprá-la. A palavra “abuso” aqui atinge patamares satânicos.

Na manhã seguinte as coisas só pioram. Rosemary acorda sem lembrar muito bem do desfecho da noite anterior e, quando vê que seu corpo está todo arranhado (pela Besta), pergunta a Guy o que aconteceu, ao que ele simplesmente responde que “não queria perder a noite do bebê”. Ou seja, mesmo mentindo ele assume um estupro. E as coisas ficam por isso mesmo, normalizando o abuso de relações sexuais dentro do casamento.

LEIA TAMBÉM: 10 CURIOSIDADES MACABRAS SOBRE A PRODUÇÃO DE O BEBÊ DE ROSEMARY

Gaslighting e alienação por todos os lados

Caso alguém ainda não esteja muito familiarizado com o termo, gaslighting se refere a um abuso psicológico em que informações são distorcidas ou seletivamente omitidas para levar a pessoa que está sendo manipulada a acreditar que está ficando louca. É isso o que acontece com Rosemary a partir daqui.

Quando descobre que está grávida, ela prontamente começa a fazer o acompanhamento pré-natal. Mas essa gestação obviamente não tem nada de normal, e afeta seriamente a saúde e bem-estar da futura mamãe. Ela começa a desconfiar que há algo errado, e é aqui que Guy e os vizinhos satanistas entram em cena.

Primeiro eles o direcionam a outro médico, um que esteja ciente e alinhado aos propósitos diabólicos do grupo. Rosemary é orientada a tomar substâncias que supostamente lhe dariam força, mas que no fim das contas a deixam ainda mais vulnerável às vontades dos vizinhos.

Créditos: Paramount Pictures

Ela começa a suspeitar das intenções dessas pessoas e busca ajuda de todas as formas que pode. Lógico que ela não encontra amparo em Guy. Hutch, único amigo que está do seu lado ajudando na investigação misteriosamente entra em coma, deixando-a sozinha no meio da conspiração.

Mas um dos aspectos mais perturbadores da misoginia alertada em O Bebê de Rosemary pode até passar despercebida. Ela não vem de quem sabemos ser os vilões da história, mas de um personagem que pouco aparece na história. Quando Rosemary volta ao seu primeiro obstetra, Dr. Hill, a resposta do médico é achar que a gestante está histérica e paranoica e chamar o marido dela para intervir. Resumindo: temos dois homens chamando uma mulher de louca e tomando o controle sobre o seu corpo.

O terror de Rosemary não acaba nem quando chega o momento do parto. Ela passa pelo procedimento sedada e inconsciente e quando acorda o médico lhe diz que o bebê não sobreviveu — o que ela logo descobre não ser verdade. Depois de tudo o que passou, a personagem descobre seu papel nessa conspiração satânica.

Quase meio século se passou e a misoginia continua presente na sociedade. A mensagem de Ira Levin permanece pertinente, lembrando que é inaceitável que um mundo que se diz civilizado ainda trate as mulheres dessa forma. O Bebê de Rosemary é um lembrete atual e perturbador de que, independentemente dos nossos avanços enquanto sociedade, tratar mulheres com mentiras, apropriar-se de seus corpos e de suas escolhas não é apenas errado, é satânico.

LEIA TAMBÉM: 10 FILMES DE TERROR AMALDIÇOADOS NA VIDA REAL

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Dicionário dos Demônios + Brinde Exclusivo
R$ 129,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
O Bebê de Rosemary + Brindes Exclusivos
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
O Demônio de Gólgota + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneGraphic NovelLivros

3 Livros sobre Jeffrey Dahmer publicados pela DarkSide®

A série da Netflix sobre os crimes cometidos por Jeffrey Dahmer dão alguns insights...

Por DarkSide
DarkloveFilmes

Os paralelos entre A Mulher Rei e Ela Seria o Rei

O filme A Mulher Rei estreou em meados de setembro e apresenta Viola Davis como...

Por Dayhara Martins
ArtigoMagicae

A bruxaria é um ato político

“Eu sou bruxa.” Essas três palavrinhas sempre irão causar algum tipo de reação,...

Por DarkSide
FilmesHalloweenNovidades

Halloween está de volta aos cinemas

Uma das grandes certezas do universo do terror é a de que Michael Myers sempre...

Por DarkSide
CuriosidadesMacabra

A macabra medicina dos médicos que fazem cirurgias em si próprios

Quem já precisou passar por uma cirurgia deve se lembrar bem de todos os cuidados...

Por DarkSide