Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesMedo Clássico

Quem foi Vita Sackville-West, inspiração para Orlando

Escritora era uma das grandes paixões de Virginia Woolf

Algumas das maiores obras de todos os tempos foram inspiradas em paixões reais. Esse é o caso de Orlando: Uma Biografia, um dos trabalhos mais celebrados de Virginia Woolf e que já foi chamado de a mais extensa carta de amor já escrita. Publicado em 1928, o livro abriu caminhos na literatura queer, especialmente para pessoas trans.

LEIA TAMBÉM: LANÇAMENTO: ORLANDO: UMA BIOGRAFIA, DE VIRGINIA WOOLF

A trama é centrada em um jovem chamado Orlando, um aristocrata que desfruta de seus privilégios na Inglaterra do século XVI. O leitor acompanha toda a sua jornada da adolescência até os 30 anos, entre poemas e paixões. Porém, certo dia, em uma viagem a Constantinopla, ele acorda em um corpo de mulher.

Embora fictícia, essa biografia tão inusitada para os anos 1920 era inspirada em uma pessoa bem próxima a Virginia: a também escritora Vita Sackville-West. A relação entre as duas ia além da mútua admiração como artistas: Virginia e Vita viveram uma intensa paixão por aproximadamente uma década.

Quem foi Vita Sackville-West

Victoria Mary Sackville-West veio de uma família aristocrata e contou com a melhor educação possível para uma garota na época. Apesar disso, seus biógrafos dizem que ela teve uma infância muito solitária, até mesmo por ter sido filha única. Os dois fatores têm peso na sua carreira de escritora, poeta e jornalista.

Aos 21 anos ela se casou com o jovem diplomata Harold Nicolson, para oposição dos pais da jovem, que o consideravam muito pobre para ela. O casal tinha um relacionamento aberto, no qual ambos possuíam casos extraconjugais com pessoas do mesmo sexo.

Vita Sackville-West | Imagem de domínio público

O trabalho do marido fez com que o casal se mudasse para Constantinopla, atual Istambul. A vida de esposa de um diplomata certamente não servia ao espírito livre de Vita. Quando ela engravidou em 1914, eles retornaram à Inglaterra. 

Um dos amores mantidos por Vita fora do casamento era com a escritora e socialite Violet Keppel, com quem trocava apaixonadas cartas. As duas desapareceram juntas várias vezes a partir de 1918, indo para a França na maior parte do tempo. Na companhia de Violet, Vita frequentemente se vestia com trajes masculinos, já transparecendo sua natureza trans.

LEIA TAMBÉM: 8 ESCRITORAS QUE ESTÃO EM BRUXAS LITERÁRIAS

A relação com Virginia Woolf

As duas escritoras se conheceram em uma festa em dezembro de 1922 e acabaram se aproximando conforme frequentavam os mesmos eventos sociais. Vita admirava a inteligência e a escrita de Woolf, que por sua vez ficou impressionada com o espírito livre da amiga. Enquanto Vita sempre considerou que Virginia era uma escritora melhor, Woolf admirava a facilidade de Sackville-West em escrever com rapidez.

As duas também se aproximaram por conta de seus traumas de infância. Virginia Woolf confidenciou a Vita sobre os abusos sofridos pelos homens de sua família quando era mais nova e encontrou nela o apoio e o estímulo que a ajudaram a lidar com o trauma e a deixar despertar sua sexualidade. As duas tiveram uma relação bem apaixonada que se tornou também bastante sexual.

Virginia Woolf | Imagem de domínio público

Até mesmo o marido de Virginia, Leonard Woolf, reconheceu o impacto positivo que Vita teve na vida da esposa. Porém, a relação também teve seus altos e baixos. Vita adorava viajar e fazia isso com certa frequência, deixando a amante sofrendo profundamente com sua ausência. Virginia também a considerava promíscua e as duas tinham divergências quanto aos seus posicionamentos políticos e sociais, uma vez que os Woolfs eram mais de esquerda e Vita nunca questionava seus privilégios aristocratas.

Como a paixão influenciou o trabalho das duas escritoras

Para ajudar os Woolfs, Sackville-West decidiu publicar através da Hogarth Press, que era a editora deles. Seu primeiro livro, Seducers in Ecuador (Sedutores no Equador), vendeu apenas 1,5 mil cópias no primeiro ano. The Edwardians, lançado em seguida, vendeu 30 mil exemplares nos primeiros seis meses.

Esse sucesso de vendas deu mais segurança financeira à editora e permitiu que Virginia Woolf escrevesse romances mais experimentais, como As Ondas. A relação das duas também inspirou outros trabalhos da escritora, como Ao Farol, sobre as longas ausências de Vita durante suas viagens, e Um Quarto Só Seu, no qual ela traz críticas sutis ao estilo de vida abastado da amante.

Mas sem dúvida o trabalho que serve como principal fruto dessa relação é Orlando: Uma Biografia. A bissexualidade e as tendências trans de Vita ajudam a conduzir a narrativa de uma história que foi um marco na literatura sobre amor lésbico. 

As influências sempre estiveram claras tanto para os críticos como para os leitores, que sabiam da inspiração na relação da autora com Vita Sackville-West. Em vez de condenar a obra, o público considerou Orlando divertida e espirituosa, o que ajudou nas vendas e a consagrar esse como um dos principais trabalhos de Virginia Woolf.

LEIA TAMBÉM: 7 CURIOSIDADES SOBRE A VIDA DE VIRGINIA WOOLF

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Orlando: uma Biografia + Brindes Exclusivos
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Ed Wood: Contos & Delírios + Brinde Exclusivo
R$ 74,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarkloveListas

Blanche White e + 10 detetives mulheres da cultura pop

O chamado a resolver mistérios nem sempre vem de uma carreira ou de uma família de...

Por DarkSide
CuriosidadesDarkside

Conheça a tradição afro-americana de ring shout

Em Ring Shout: Grito de Liberdade, P. Djèlí Clark criou uma realidade alternativa...

Por DarkSide
CuriosidadesDarksideFilmes

Audição: 5 Curiosidades sobre o livro e o filme

ATENÇÃO: O POST A SEGUIR CONTÉM SPOILERS  O mestre do psycho thriller japonês...

Por DarkSide
Medo ClássicoPerfil

Sheridan Le Fanu: Conheça a mente que criou Carmilla

Muitos anos antes de Drácula popularizar o mito do vampiro, Sheridan Le Fanu...

Por DarkSide
FilmesListas

Clu Gulager: Do drama para o terror

Em 1985, A Volta dos Mortos Vivos trazia uma nova abordagem ao cinema: era possível...

Por DarkSide