Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

Medo Clássico

Redescobrindo Machado de Assis: um intelectual negro

Verdadeira imagem de Machado de Assis foi reconhecida em 2019, mais de um século depois de seu nascimento.

Joaquim Maria Machado de Assis nasceu pobre e negro no morro do Livramento, centro do Rio de Janeiro, em 21 de junho de 1839. Epilético, tímido, de saúde frágil e órfão de mãe aos 9 anos de idade, Machado de Assis viria a se tornar o maior escritor da literatura brasileira, e um dos maiores do mundo. A genialidade de suas obras é inegável e imortal, no entanto, sua imagem, na foto oficial do autor, foi embranquecida com o passar dos anos. O perfil de um homem com barba, óculos e roupas alinhadas perpetuado em suas obras e nos livros didáticos não era o de Machado de Assis.

Filho de uma lavadeira e de um pintor negro, Machado é celebrado por obras como Dom Casmurro e Memórias Póstumas de Brás Cubas, além de inúmeros poemas, contos e crônicas. Ele também foi jornalista, crítico literário e dramaturgo, além de um dos fundadores e presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), ao lado de amigos intelectuais e escritores como Júlia Lopes de Almeida, Coelho Neto, Aluísio Azevedo, Afonso Celso, Inglês de Souza e Medeiros e Albuquerque.

LEIA TAMBÉM: JÚLIA LOPES DE ALMEIDA: CONHEÇA A HISTÓRIA DA PRIMEIRA MULHER DA ABL

Na antologia Medo Imortal, publicada pela DarkSide Books, Machado de Assis nos presenteia com o conto A Igreja do Diaboclique aqui e leia na íntegra. Nele, um diabo charmoso, persuasivo e corajoso desafia Deus e conquista discípulos para sua igreja. As virtudes pregadas pelo diabo idealizado por Machado eram tecidas em fina ironia. “A soberba, a luxúria, a preguiça foram reabilitadas, e assim também a avareza, que declarou não ser mais do que a mãe da economia, com a diferença que a mãe era robusta, e a filha uma esgalgada. A ira tinha a melhor defesa na existência de Homero; sem o furor de Aquiles, não haveria a Ilíada“, diz um trecho do conto.

Machado de Assis e a antologia Medo Imortal, da DarkSide Books

É fato que Machado de Assis figurou entre a alta sociedade e os principais intelectuais de sua época, mas sua história acabou sendo retratada de maneira racista quando nos damos conta de que sua imagem histórica foi alterada com truques de luz e sombra para suavizar seus traços. Estudado por antropólogos e especialistas em literatura brasileira, o maior autor do Brasil teve sua cor e seus traços africanos finalmente respeitados – refeitos por meio de colorização, as fotos de Machado de Assis passaram a retratá-lo como ele realmente foi: negro. Assim nasceu a campanha ‘Machado de Assis Real‘, criada pela Faculdade Zumbi dos Palmares.

“O racismo no Brasil escondeu quem ele era por séculos. Sua foto oficial, reproduzida até hoje, muda a cor da sua pele, distorce seus traços e rejeita sua verdadeira origem. Machado de Assis foi embranquecido para ser reconhecido. Infelizmente. Um absurdo que mancha a história do país. Uma injustiça que fere a comunidade negra. Já passou da hora de esse erro ser corrigido.”, diz o movimento, que também disponibilizou a foto corrigida do autor para ser impressa e colada sobre as fotos que o retratam como um homem branco.

LEIA TAMBÉM: A REPRESENTATIVIDADE NA LITERATURA

A ABL também já reconheceu o erro histórico. O resgate da imagem de Machado de Assis não é apenas visual, mas também é de sua reputação e da importância histórica de sua obra, o maior autor da literatura brasileira era, de fato, um intelectual negro.

Veja a foto real de Machado de Assis:

Machado de Assis

O autor é reconhecido mundialmente por sua obra e, recentemente, ‘Memórias Póstumas de Brás Cubas’ foi descrito pelo autor americano, David Eggers, como “um dos mais espirituosos já escritos”.

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

9 Comentários

  • Guapo

    22 de junho de 2019 às 17:00

    Este país é o maior falsificador da própria história, a qual foi toda escrita pelo discriminadores da elite brasileira, metidos a historiadores e pesquisadores.

  • Cristina Souza

    23 de junho de 2019 às 10:57

    Essa semana fiz uma postagem sobre Machado de Assis em comemoração aos 180 anos do seu nascimento no Instagram e no meu site. É, absolutamente , inacreditável como a cor da pessoa vale mais do que a sua sabedoria, inteligência, etc. Quanto ao conto de Machado de Assis nesse livro com essa edição maravilhosa, não vou ler aqui, no link que vocês nos oferecem. Quero ler com o livro nas mãos, sentindo o cheirinho do livro e com os outros contos!!! Rsrsrs.
    No mais, gostaria de parabenizá-los e agradecer por tantas leituras e edições maravilhosas que a Darkside nos proporciona!!!

  • Tiago Diógenes

    28 de junho de 2019 às 21:20

    Meus Parabéns, há Darkside por lembrar do mestre Machado, vcs são nota 10, quero esse livro!

  • Luana Freire

    21 de junho de 2020 às 12:58

    Passando aqui pra deixar os meus parabéns a vocês da Dark Side por lembrar e destacar o mestre Machado de Assis. Que mais pessoas possam ter acesso a essas informações e conhecer verdadeiramente que era Machado de Assis. E obrigada por nos proporcionar aqui ainda o acesso a outras leituras como o conto A Igreja do Diabo. Vocês são maravilhosos! 👏👏👏

  • Vera Lúcia Santa Rosa

    21 de junho de 2020 às 14:28

    É muito importante essas edições que mostram a verdade sobre nossa história, assim podemos conhecer o que está oculto nos livros didáticos descritos por imposições é interesses de cada momento histórico.

  • Zelia Maria dos Santos

    22 de junho de 2020 às 07:53

    Gosto mto dos seus escritos,comprei a coleção dos livros dele,encadernada..hoje minha filha mais velha,q é jornalista guarda estes livros q s mto importantes para a Literatura Brasileira…preciosidades…

  • CRISTIANE ROCHA DA COSTA

    22 de junho de 2020 às 13:07

    A Darkside está de PARABÉNS por lançar um livro de contos exclusivamente com escritores e autores brasileiros. O que me impulsionou a comprar foi o fato de ter no livro um conto do nosso querido MACHADO DE ASSIS! Estou esperando o livro chegar, certamente será um grande deleite.

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Medo Imortal + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Cores Vivas + Brinde Exclusivo
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Fábulas DarkFilmes

Pronto para retornar a Oz? Novo filme contará com diretora de Watchmen

Nós vamos ver o Mágico, o maravilhoso Mágico de Oz! E a boa notícia é que você...

Por DarkSide
DarksidePerfil

Angela Russo-Otstot e Jessica Goldberg: As mulheres por trás de Cherry

Cherry: Inocência Perdida é um filme que chegará ao público pelas mãos de duplas...

Por DarkSide
DarkloveEntrevistaLOOP DRKx

Débora Isidoro: “Traduzir é muito mais que mudar de idioma, é fazer uma obra atravessar pontes”

Vocês pediram e eles estão de volta: a campanha LOOP DRKx traz novamente aos estoques...

Por DarkSide
DarkloveLançamento

LANÇAMENTO: Gótico Mexicano, por Silvia Moreno-Garcia

Noemí Taboada é uma jovem independente e chique que mora na fervilhante Cidade do...

Por DarkSide
DarksideVários

Cherry e a Crise de Opioides nos Estados Unidos

O livro Cherry: Inocência Perdida, de Nico Walker, narra a trajetória de um veterano...

Por DarkSide