Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesFilmesPerfil

Roger Corman: Um pioneiro do cinema independente

Conheça algumas curiosidades sobre o cineasta

13/05/2024

“Eu gostaria de ser lembrado como um cineasta, só isso.” A frase simples deixada por Roger Corman na declaração de sua família após seu falecimento mostra bem o estilo prático do diretor na arte de fazer filmes. Dono de um olhar único e pioneiro no terror, Corman nos deixou no último dia 9 de maio, aos 98 anos.

LEIA TAMBÉM: DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS NAS ADAPTAÇÕES DO TERROR CLÁSSICO

Com mais de 50 filmes como diretor e assinando quase 500 produções, o cineasta tem uma contribuição na história da sétima arte que vai muito além do gênero do terror. Sem Roger Corman não teríamos muitos diretores e atores aclamados nos dias de hoje. Sem Roger Corman não existiria a própria DarkSide®.

Apesar de ter se aposentado da cadeira de diretor em 1990 com Frankenstein, O Monstro das Trevas, Corman se manteve ativo nos bastidores há até pouco tempo, assinando como produtor até 2017, em Corrida Mortal 2050, e como produtor-executivo até 2021, no filme The Jungle Demon

roger corman

Roger Corman adotava uma postura discreta e absolutamente prática em relação ao cinema. Mesmo sendo mais low profile, você com certeza já foi impactado pelo seu trabalho e pelas relações que ele construiu na indústria cinematográfica. Em homenagem ao legado desse mestre do terror, listamos algumas curiosidades sobre o cineasta:

1. Começou no cinema recebendo correspondências

Foi na sala de correspondência da 20th Century Fox que Roger Corman teve seu primeiro emprego na indústria cinematográfica. Ele começou trabalhando na sala de correspondências e cresceu lá dentro até se tornar um leitor dos roteiros recebidos pelo estúdio.

A partir daí, ele começou a dar ideias para as possíveis produções. Um dos filmes que contou com suas sugestões foi O Matador (1950). Porém, quando viu que não recebeu os devidos créditos por suas contribuições, Corman decidiu deixar a Fox e partir para o cinema independente.

roger corman

2. Era roteirista, diretor, produtor e ator

Pense em um cineasta completo e você terá Roger Corman. Nos primeiros anos da American Releasing Corporation, ele se tornou uma de suas principais fontes de produção de filmes e também de distribuição. Bastava que ele tivesse algum orçamento e uma campanha publicitária — que às vezes consistia apenas em um título — que ele criava os roteiros e produzia os filmes.

Além de cineasta, Corman gostava de se definir como um ator também. Aliás, ele até se matriculou em um curso de atuação do método. Não para aprender a atuar, mas para aprender a se identificar com os atores. Foi lá que ele conheceu Jack Nicholson. Além de dez roteiros, 56 direções, e 493 créditos de produção, ele atuou em 45 títulos, entre filmes (alguns aclamados) e séries.

3. Um ícone do cinema independente por quase meio século

Ao longo de quase cinquenta anos, Corman dominou o cenário dos filmes B, que praticamente desapareceu após o advento da televisão. Ele manteve o cinema independente, quase sozinho. Ao seu lado estava Sam Arkoff da American International Pictures, que custeou boa parte dos primeiros trabalhos de Roger Corman.

roger corman

Já com seus 90 e tantos anos, ele continuava a produzir filmes independentes de até 5 milhões de dólares. Além disso, lançava-os em vídeo e televisão. Por mais que defendesse os filmes como “a única arte verdadeiramente moderna”, ele defendia que os pagamentos dos profissionais, tanto na frente como atrás das câmeras, fosse um compromisso consistente entre a arte e a indústria. Ele também ficou conhecido por contratar mulheres para posições de destaque nos bastidores e nos próprios filmes.

4. Filmava seus filmes em tempo recorde

Existia uma piada em Hollywood que dizia que Corman poderia negociar a produção de um filme em um telefone público, gravar o filme na cabine e financiá-lo com o troco da ligação. Brincadeiras à parte, sua habilidade de produzir filmes com baixo orçamento e em tempo recorde era notória.

Para se ter uma ideia, se ele tinha que filmar uma produção em determinada locação, o cineasta sempre tentava gravar um segundo filme no mesmo local, para dividir os custos. Um dos exemplos mais emblemáticos da praticidade de Corman é o de A Loja dos Horrores, que detém um recorde mundial para a filmagem mais rápida de um longa-metragem: apenas dois dias!

reoger corman

5. Adaptou diversas obras de Edgar Allan Poe

Provavelmente nenhum outro cineasta dialogou tão bem com a obra de Edgar Allan Poe e adentrou tão profundamente em suas obras quanto Corman. Essa parceria rendeu o chamado “ciclo Corman-Poe”, quando na década de 1960 o cineasta trouxe para as telonas oito obras do famoso escritor junto da American International Pictures. 

Entusiasta de adaptações literárias, Roger Corman aproveitou que muitas histórias de Poe estavam em domínio público para unir o útil com o agradável, dando cor e movimento a essas narrativas clássicas. O ciclo deu origem aos filmes: O Solar Maldito (1960), O Poço e o Pêndulo (1961), Obsessão Macabra (1962), Muralhas do Pavor (1962), O Corvo (1963), O Castelo Assombrado (1963), A Orgia da Morte (1964) e O Túmulo Sinistro (1965).

LEIA TAMBÉM: 8 ADAPTAÇÕES DE EDGAR ALLAN POE POR ROGER CORMAN

6. Alavancou as carreiras de cineastas e atores aclamados

Como já mencionamos, a influência de Roger Corman vai muito além das produções independentes de terror. Enquanto diretor e/ou produtor, ele abriu portas para muitos cineastas e atores bem conhecidos do grande público, muitas vezes tornando-se amigo ou mentor deles. Uma contribuição emblemática foi com o eterno Vincent Price.

Roger Corman e Vincent Price

Para se ter uma ideia, alguns diretores que fazem parte dessa lista são: Jonathan Demme, Francis Ford Coppola, Ron Howard, John Sayles, James Cameron, Joe Dante e Martin Scorsese. Ele também descobriu ou deu uma das primeiras oportunidades para atores como Jack Nicholson, Charles Bronson, Robert De Niro, Sylvester Stallone, Talia Shire, Diane Ladd, Ellen Burstyn e Sandra Bullock.

Um exemplo da sua influência e amizades que cultivou em Hollywood ficou evidente na cerimônia do Oscar® de 1974, quando nenhum de seus filmes estava concorrendo. Ainda assim, quase todas as categorias principais tinham entre seus indicados os “aprendizes de Corman”, como Francis Ford Coppola, Jack Nicholson e Ellen Burstyn.

7. Fez participações em filmes famosos

Roger Corman fez história atrás das câmeras e também se aventurou na frente dela. Entre as aparições, três indicados ao Oscar® de Melhor Filme: O Poderoso Chefão 2, como um dos senadores; O Silêncio dos Inocentes, como o diretor do FBI, Hayden Burke; e em Apollo 13, como um congressista — o único que não saiu vencedor nessa lista.

roger corman em silêncio dos inocentes

Além dessas produções, tem algumas outras participações curiosas de Corman: como o Dr. Bregman em Trilogia do Terror, como Roger Laird em Filadélfia, como ele próprio na série de TV Barrados no Baile, como um executivo de estúdio em Pânico 3 e como um convidado em O Casamento de Rachel.

LEIA TAMBÉM: 8 FILMES DE TERROR COM ANIMAIS DEMONÍACOS

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Edgar Allan Poe: Medo Clássico Vol. 1
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Edgar Allan Poe: Medo Clássico Vol. 2
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
O Corvo + Brinde Exclusivo
R$ 99,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

O que é teoria e o que é fato sobre a morte da princesa Diana

Tragédias que ganham os noticiários mundiais costumam vir carregadas de teorias...

Por DarkSide
Crime ScenePerfilProfissionais da Morte

Você sabe o que faz uma limpadora de traumas? Conheça Sandra Pankhurst

Você sabe o que faz um limpador de traumas? Não, não estamos falando de nenhum tipo...

Por DarkSide
Crime SceneEntrevista

Predador Americano: autora levou seis anos e gastou 30 mil dólares para investigar Israel Keyes

Como jornalista e fã do ofício, adoro ler livros escritos pelos meus colegas. ...

Por Liv Brandão
CuriosidadesDarklove

Lendas Japonesas: Quem são kitsune e tanuki?

O folclore japonês é povoado por criaturas mágicas que há muito nos fascinam por...

Por DarkSide
FilmesNovidades

The Substance: O elogiado filme que mistura O Médico e o Monstro e Showgirls

“Visionário feminista sobre terror corporal”, “filme cruel e...

Por DarkSide