Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

Crime SceneListas

Social Killers: Como melhorar a sua segurança na internet

O mundo virtual pode proporcionar muitas facilidades, mas também muitos perigos.

Hoje já virou parte da rotina: fazer compras on-line, conhecer pessoas em aplicativos e compartilhar parte da sua vida nas redes sociais. A internet proporciona todos os dias uma série de facilidades no nosso dia a dia, ajudando pessoas a se comunicarem e a fazerem negócios. Mas a segurança na internet e os cuidados com esse ambiente virtual também precisa entrar em nossa rotina.

Muitas pessoas se aproveitam destas facilidades para tirar proveito de outras, aplicar golpes ou até mesmo cometer homicídios. Em Social Killers: Amigos virtuais, assassinos reais, publicado pela DarkSide®, há uma série de crimes praticados por intermédio da internet, que podem começar em anúncios de vendas de produtos e chegar em pactos de suicídio coletivo.

LEIA TAMBÉM: 5 LIVROS DA DARKSIDE PARA QUEM GOSTOU DE VOCÊ, DA NETFLIX

Todos os dias que passamos on-line estamos rodeados de ameaças, seja a clonagem de um cartão, um clique num link malicioso ou até mesmo conhecer uma destas pessoas que têm as piores intenções possíveis. Por isso, é importante estar alerta e desconfiar de qualquer proposta que pareça boa demais para ser verdade.

Os Millennials são as pessoas que pertencem à geração de quem cresceu em meio à explosão da internet. Por causa disso, este grupo meio que desbravou o mundo on-line por conta própria. Seus pais normalmente não conheciam o mundo digital tão bem quanto eles, então não puderam prepará-los enquanto crianças e adolescentes para os riscos específicos da internet, apenas tentar estabelecer algumas regras e dar os alertas de sempre quanto a não conversar com estranhos.

Dicas de segurança on-line para crianças

Muitos destes Millennials descobriram os riscos da internet por conta própria, seja por experiências desagradáveis vividas pessoalmente, por algum amigo, conhecido ou por histórias escabrosas que leram por aí – e “por aí” significa a própria internet, na maioria dos casos. Conforme estas pessoas começaram a ter seus próprios filhos, elas já passaram a ter mais propriedade para alertar os pequenos quanto aos riscos on-line e para estabelecer regras mais assertivas de controle de acesso à internet.

Em primeiro lugar, a melhor estratégia para garantir a segurança dos filhos é se manter próximo, conversar com ele, demonstrar interesse pelo que ele faz quando usa o computador – não como uma forma de repressão, e sim, demonstrando curiosidade, para que ele não tenha medo de conversar sobre o tema. Simplesmente proibir ou restringir o acesso pode ter um efeito contrário, fazendo com que a criança prefira fazer coisas escondida para não correr o risco de levar bronca.

Confira a seguir algumas dicas para deixar a navegação das crianças mais segura:

– Deixe o computador em uma área visível, para que você possa acompanhar o que seus filhos estão visitando.

– Verifique o histórico de navegação regularmente e crie uma regra clara para que ela não apague este histórico.

– Aproveite sites de busca seguros para crianças para colocar como homepage no navegador.

– Estabeleça regras para o uso, como horários específicos e limite de tempo que a criança terá acesso à internet.

– Limite as mensagens instantâneas e e-mails a uma lista de amigos pré-aprovada e explique a importância de a criança manter contato somente com estas pessoas.

– Crie uma lista de sites seguros, que podem ser acessados pela criança, bem como uma lista de sites banidos, que ela não poderá acessar.

– Saiba as informações de usuário e senha do seu filho.

– Explique ao seu filho a diferença entre informações públicas e privadas. Converse com ele sobre os riscos que ele corre ao compartilhar informações pessoais com desconhecidos.

– Converse com ele sobre a existência de pessoas perigosas na internet, sobre perfis falsos e oriente-o a sempre contar quando for abordado por alguém que não seja da sua lista de amigos.

– Fale com seus filhos sobre pornografia infantil e cyberbullying, de uma forma que ele consiga entender os riscos disso de acordo com a idade. Explique as consequências negativas sobre estas ações.

De forma geral, mostre-se aberto a conversar sobre internet com o seu filho. Se ele sentir que pode se abrir com você sobre o assunto, é muito mais difícil ele querer fazer algo escondido. Se a internet vier cheia de ameaças e proibições, a criança pode querer se abrir com desconhecidos e de forma escondida, algo que os pais realmente não querem que aconteça.

Dicas de segurança on-line para adultos

Não são apenas as crianças que estão sujeitas aos perigos da internet. Boa parte dos crimes relatados em Social Killers tiveram como vítimas adultos, que acabaram confiando demais em contatos que fizeram na internet. Até mesmo adultos com mais “experiência de vida” precisam estar atentos aos golpes on-line. A maioria dos nossos pais e avós não cresceu em meio a esta tecnologia e muitas vezes desconhecem seus perigos.

Portanto, independentemente da sua familiaridade com a internet, é sempre bom tomar alguns cuidados para se manter seguro on-line. São eles:

– Conheça as configurações de privacidade das redes sociais e compartilhe informações mais particulares somente com aquelas pessoas que você conhece e confia.

– Peça a familiares e amigos que também tomem este cuidado, principalmente evitando o compartilhamento de fotos ou vídeos inapropriados ou constrangedores.

– Se você tiver filhos, tome um cuidado especial para não publicar fotos deles, principalmente utilizando o uniforme da escola. Estas imagens nas mãos erradas podem ser utilizadas tanto para sites de pornografia infantil como para levantar informações e praticar sequestros. Oriente seus amigos e familiares a tomarem o mesmo cuidado.

– Nunca compartilhe suas informações de login com outras pessoas.

– Tome um cuidado especial com aplicativos de bancos e qualquer tipo de transação financeira on-line. Se você fizer compras em um site, certifique-se de que se trata de uma página segura (com aquele cadeado ao lado do endereço) e que a empresa utilize um gateway de pagamento confiável. 

– Sempre pesquise a reputação de uma loja on-line antes de comprar algum produto lá.

– Caso seus dados tenham sido roubados, contate imediatamente todas as suas instituições bancárias e financeiras, faça um boletim de ocorrência e peça o bloqueio de todos os seus cartões de crédito e débito.

– Nunca utilize computadores públicos, como de bibliotecas e lan houses, para inserir seus dados bancários, pois eles podem ficar armazenados no navegador. Se você precisar utilizar algum destes computadores para logar em contas pessoais, como e-mail ou redes sociais, certifique-se de que fez logoff em todas as suas contas e que não permitiu que o navegador armazenasse seus dados. Sempre que possível, utilize uma guia anônima nestes locais.

Desconfie de links enviados por meio de mensagens em redes sociais ou aplicativos de mensagens, até mesmo se forem enviados por amigos seus. Alguns golpistas fingem se passar por alguma empresa conhecida para praticar phishing, que é a captura dos seus dados por meio de sites maliciosos. Estes links podem estar disfarçados de promoções imperdíveis ou de chamadas sensacionalistas.

– Se algum amigo aparecer em algum app de mensagens pedindo dinheiro, principalmente via depósito bancário, fale com ele por outra forma primeiro, seja pessoalmente ou por um telefone que você conheça, para garantir que a conta dele não tenha sido clonada.

– Tome cuidado especial com pessoas que você conheceu on-line, seja para compra ou venda de produtos e até mesmo para relacionamentos. Se você combinar com alguém de se conhecer pessoalmente, faça isso em algum local público, por onde circulam muitas pessoas.

– Proteja seus dispositivos através de programas de antivírus, firewall e anti-malware.

A internet muitas vezes pode parecer um agradável ponto de encontro com os seus amigos ou um prático shopping center, mas lembre-se de que ela também possui becos escuros em vizinhanças perigosas. Melhor estar alerta o tempo inteiro.

LEIA TAMBÉM: SOCIAL KILLERS: CUIDADO COM QUEM VOCÊ CONHECE ON-LINE.

1 Comentário

  • Ana Lúcia

    10 de agosto de 2020 às 17:19

    Excelentes dicas. O livro deve ser ótimo tbm.

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Casos de Família
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarksideEntrevista

Tainá Müller: “Entendi que eu teria que criar a minha Verônica”

A primeira obra de ficção policial nacional a ser adaptada para uma série da Netflix...

Por DarkSide
CaveirinhaLançamento

Conheça a nova obra do selo Caveirinha Nós, os ETs

Nós, os ETs nasceu em plena pandemia, quando o planeta Terra parou e fomos...

Por DarkSide
CaveirinhaLançamento

O Balde Vazio de Wesley Rodrigues chega ao selo Caveirinha

“Uma obra repleta de personalidade. É preciso habilidade de observação e muita...

Por DarkSide
CaveirinhaLançamento

Anna e o Balão, por Ferréz e Fernando Vilela

Anna esperava por aquele dia com ansiedade. Guardava as moedas que ganhava da mãe para...

Por DarkSide
CaveirinhaLançamento

Meu Querido Abismo, por Raphael Gancz e Mariana Coan

A imensidão do mar e da nossa mente são dois universos amplamente desconhecidos....

Por DarkSide