Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Crime SceneCuriosidades

Veneno: Uma arma de mulheres?

Reportagem investiga afirmação incrustada na cultura pop

03/08/2023

Ned Stark, de Game of Thrones, disse na primeira temporada da série que o veneno era uma arma de mulheres — não à toa, Joffrey Baratheon, um dos maiores vilões da série infestada de vilões, morre depois de tomar vinho envenenado por encomenda da saudosa Lady Olenna Tyrell. No filme Desforra em Argel, de 1945, Sherlock Holmes havia dito a mesmíssima coisa. Uma das nêmesis mais famosas de Batman é a Hera Venenosa, que usa as toxinas presentes em seu sangue para combater os inimigos. Está claro que, para a cultura pop, o envenenamento veste rosa, é coisa de menina, assim, bem Damares. Ou melhor, uma coisa bem Mary Ann Cotton, cuja história está retratada em Lady Killers Profile: Mary Ann Cotton.

LEIA TAMBÉM: CONHEÇA MARY ANN COTTON, A PRIMEIRA SERIAL KILLER DA INGLATERRA

Uma reportagem do Washington Post, à época do satisfatório assassinato de Joffrey Baratheon, o rei babaquinha, de Game of Thrones, levantou dados do FBI, entre 1999 e 2012 — os mais recentes disponíveis — e concluiu que homens dos Estados Unidos cometem muito mais assassinatos que mulheres. Quanto? 90% deles. Em dois terços desses casos, assassinos do sexo masculino preferem armas de fogo. Já entre as assassinas mulheres, as armas de fogo ficam um pouco abaixo da metade dos casos. É o meio mais popular entre elas.

Depois das armas de fogo, as mulheres tendem a usar facas, espancar suas vítimas até a morte ou agredi-las com um objeto contundente. O veneno aparece na sexta posição. Mas como diabos ele foi consagrado na crença popular como uma arma feminina, se ele é usado em menos de 0,5% dos casos?

veneno

Bom, porque os homens praticamente só usam armas de fogo. Simples assim. Comparativamente, as mulheres assassinas tendem a ser mais discretas em seus métodos que os homens. Isso inclui envenenamento com substâncias tóxicas convencionais, além de assassinatos com uso de narcóticos ou pílulas para dormir. Isso não inclui gás venenoso, que o FBI classifica como asfixia. Vale lembrar que os dados do FBI não detalham quais venenos foram usados. É tudo veneno. Pronto.

Mesmo com essa pequena porcentagem, o veneno foi usado em 901 casos de assassinato listados nos dados coletados pelo Washington Post. A maioria deles envolve um assassino e uma vítima, e eles geralmente se conheciam bem. Como alguns casos envolvem múltiplos assassinos ou vítimas, há um total de 936 falecidos e 1.108 agressores. 

Esse é um grupo grande o suficiente para tirar algumas conclusões razoáveis sobre quem o usa veneno e quem é morto por envenenamento. E é aí que entra o pulo do gato (ou seria da gata?).

LEIA TAMBÉM: 5 ASSASSINAS QUE RESOLVERAM SEUS PROBLEMAS COM ARSÊNICO

Armas diversificadas

As mulheres têm sete vezes mais probabilidade de escolher veneno como instrumento mortal em comparação com os homens. Maaaaaaaas… há nove assassinos homens para cada mulher assassina. Portanto, em números brutos, mais homens matam com veneno do que mulheres. Mas entre os assassinos homens, o veneno é usado em pouco mais de um terço de 1% dos homicídios. Já entre as mulheres, ele é usado em mais de 2,5% dos homicídios.

dicionário agatha christie de venenos

A reportagem ainda removeu os assassinatos cometidos com armas de fogo para responder à pergunta: “além das armas de fogo, quais armas são usadas por homens e quais são usadas por mulheres?”.

Bem, sem armas de fogo, os homens têm uma maior preferência do que as mulheres por espancar, usar objetos contundentes e estrangular suas vítimas. Já as mulheres são mais propensas a matar com facadas, asfixia, veneno, fogo, afogamento, explosivos e defenestração — sim, jogando a vítima pela janela. Uma gama maior de métodos, claramente.

Mesmo assim, as diferenças nas preferências entre os sexos são muito pequenas — mulheres esfaqueiam suas vítimas até a morte em 39% por cento das vezes, enquanto os homens esfaqueiam 37%; homens matam por espancamento 21% das vezes, enquanto as mulheres o fazem em 19%.

Ainda assim, o envenenamento se destaca: com todas as armas de fogo removidas, as mulheres têm quase quatro vezes mais probabilidade do que os homens de usar veneno. A única outra arma com uma diferença maior é o afogamento, usado sete vezes mais pelas mulheres (mas usado menos de um terço do que o envenenamento, com apenas 311 na lista).

O perfil das envenenadoras

Em resumo, os homens matam com veneno com mais frequência. Maaaaaas essa é a arma de escolha das mulheres assassinas muito mais do que dos homens. Ou seja, sim, o veneno é uma arma feminina.

Hera Venenosa
Warner/Divulgação

Além disso, é uma arma de pessoas brancas. E quando você analisa tanto a raça quanto o sexo do assassino, vê que as mulheres brancas são as mais propensas a usar veneno quando matam — alô, Mariane Algodão! O veneno também é tendência, se é que posso falar assim, entre assassinos mais maduros. Crimimosos com mais de 30 anos têm mais do que o dobro de probabilidade de usar veneno em relação aos sub-30.

Já as vítimas de envenenamento têm um padrão de idade muito diferente dos assassinos. Pessoas nos grupos etários que sofrem mais homicídios — jovens adultos — têm menos probabilidade de serem mortas por veneno.

Os relacionamentos entre as vítimas e seus assassinos também refletem essa tendência de usar veneno para matar pessoas jovens. Filhas são as parentes femininas mais comuns e filhos são os parentes masculinos mais comuns de assassinatos por envenenamento. O veneno é muito mais provável de ser usado em assassinatos em que o assassino conhece a vítima, em vez de estranhos. 

mary ann cotton

E o padrão de gênero permanece: o veneno é usado em mais de 2% dos assassinatos de maridos (Mary Ann Cotton já pode pedir música no Fantástico aqui nesse texto). Mas é usado em pouco mais 0,5% dos assassinatos de esposas.

LEIA TAMBÉM: ARQUIVOS LADY KILLERS: QUEM FOI DARYA SALTYKOVA

Sobre Liv Brandão

Avatar photoJornalista, criadora de conteúdo e roteirista. Passou por veículos como O Globo e UOL sempre falando de cultura e entretenimento. É especialista em séries de TV, mas também fala de filmes, música, literatura e o que mais vier.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Veneno: Anjo de Bremen + Brinde Exclusivo
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide
LançamentoWish

Campanha no Catarse: Alice: Edição Pesadelo

O clássico onírico de uma menina que cai num buraco e se questiona sobre a vida, a...

Por DarkSide