Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesListasMacabra

13 Filmes de body horror para os fãs da coleção Medicina Macabra

Sinta o horror se instalar em cada centímetro do seu corpo

15/04/2024

O corpo humano pode ser extremamente aterrorizante. Não é à toa que o cinema de terror, conhecido por lidar com nossos medos e inseguranças, conte com um subgênero dedicado inteiramente a ele: o body horror, ou horror corporal. 

LEIA TAMBÉM: O MACABRO USO DO RÁDIO NA MEDICINA

Com imagens desconfortantes e enredos que discorrem sobre a condição humana, tais filmes lidam diretamente com questões de identidade e transformação, criando uma identificação imediata com o espectador. Afinal, assistir a um corpo se contorcendo, sofrendo mutações e sendo alterado enfatiza não apenas nosso medo da violação corporal, como também nossa vulnerabilidade

Entre sangue, tripas e corpos dilacerados, o horror corporal é o subgênero perfeito para os fãs da coleção Medicina Macabra. No segundo volume, Lydia Kang e Nate Pedersen levam o leitor por uma jornada histórica de tratamentos médicos absurdos e curas bizarras praticadas por trapaceiros, charlatões, vigaristas e impostores. Com histórias que parecem ter saído diretamente de enredos cinematográficos de horror, Medicina Macabra 2 combina humor com ciência para revelar uma perturbadora, mas importante faceta da medicina. 

medicina macabra

Entre cirurgiões sinistros, cientistas enlouquecidos, operações improvisadas e mudanças corporais drásticas, hoje a Caveira separou 13 filmes de horror corporal para você entrar no clima de Medicina Macabra

1. A Mosca (1986)

É impossível falar sobre horror corporal sem mencionar A Mosca de David Cronenberg. Enquanto todos os filmes do diretor canadense são importantes, o longa de 1986 é perfeito para um primeiro contato com o subgênero. Refilmagem do clássico de 1958 estrelado por Vincent Price, A Mosca conta a história de um excêntrico cientista, vivido por Jeff Goldblum, que durante uma experiência acidentalmente funde seu DNA com o de uma mosca, transformando-se lentamente em uma criatura híbrida. Um ótimo filme de ficção científica e terror, A Mosca surpreende por sua carga romântica e dramática. Como todo filme de Cronenberg, é uma produção para espectadores com estômago forte. 

a mosca
20th Century Fox/Divulgação

2. A Pele que Habito (2011)

Conhecido por filmes que combinam melodrama e comédia, o cineasta espanhol Pedro Almodóvar possui um estilo surpreendentemente diversificado, contando com algumas incursões pelo terror. Descrito por seu realizador como uma “história de terror sem gritos e sustos”, A Pele que Habito narra a relação entre Robert Ledgard, um brilhante cirurgião criador de uma pele sintética altamente resistente, e Vera, a mulher mantida em cativeiro em sua casa e objeto de suas experimentações científicas. Com reviravoltas de cair o queixo, A Pele que Habito mescla drama e horror corporal em uma atmosfera enervante e cenas para lá de desconfortáveis. 

a pele que habito

LEIA TAMBÉM: A MEDICINA QUE DEU ORIGEM A FRANKENSTEIN

3. Raw (2016)

Escrito e dirigido pela cineasta francesa Julia Ducournau, Raw segue Justine, uma jovem caloura no curso de veterinária, adepta de uma dieta vegetariana, que é obrigada a comer carne crua durante o trote da universidade. No entanto, a “brincadeira” acaba desenvolvendo um desejo insaciável por carne humana na estudante. Com cenas perturbadoras de canibalismo, ferimentos e violência, Raw utiliza do horror corporal para explorar desejo reprimido, amadurecimento, e identidade. 

raw

4. Excision (2012)

Deslizando entre o cômico, o dramático e o horrível, Excision é uma subestimada obra do subgênero que com certeza merece mais atenção. Dirigido por Richard Bates Jr., o filme gira em torno de Pauline, interpretada por AnnaLynne McCord, uma adolescente perturbada e socialmente desajeitada que sofre de delírios e fantasias macabras. Aspirando uma carreira como cirurgiã e fascinada por sangue, o comportamento da jovem vai ficando cada vez mais errático e extremo, comprometendo todos ao seu redor. Mistura de horror corporal com horror psicológico, Excision mergulha na mente humana e suas perturbações, ao mesmo tempo em que aborda temas como alienação, adolescência e saúde mental. 

excision

5. Antiviral (2012)

Filho de peixe, peixinho é. Uma das provas é justamente Brandon Cronenberg, filho de David Cronenberg, que escolheu seguir os passos do pai no mundo do horror corporal e já mostrou ao que veio logo em seu primeiro longa-metragem, Antiviral. No filme, o cineasta apresenta um inquietante futuro em que as doenças virais das celebridades são transformadas em mercadoria, sendo vendidas para fãs obcecados que desejam sentir uma conexão com suas estrelas favoritas. Antiviral segue Syd March, funcionário da clínica responsável por comprar e vender os vírus e patógenos, enveredando por um caminho perturbador que traz realidade virtual, modificação patogênica e automutilação. 

antiviral

6. Re-Animator: A Hora dos Mortos-Vivos (1985)

O clássico de Stuart Gordon Re-Animator conta com um dos cientistas loucos mais amados do cinema de terror. Baseado na obra de H. P. Lovecraft, o filme de 1985 conta a história de Herbert West, um excêntrico estudante de medicina, que deseja encontrar a cura para a morte. Ao desenvolver um soro capaz de reanimar tecidos mortos, ele e seu colega de quarto realizam uma série de experimentos perigosos e antiéticos, ressuscitando cadáveres com resultados desastrosos. Mesclando humor e horror, Re-Animator traz piadas visuais ao lado de mortes sangrentas e nojentas, mostrando as consequências gráficas do que acontece quando tentamos interferir no processo natural de vida e morte. 

re-animator

7. American Mary (2012)

Dirigido e escrito pelas gêmeas Jen e Sylvia Soska, American Mary é um exemplo de como o horror corporal pode abarcar temas feministas. Protagonizado por Katharine Isabelle, o filme acompanha Mary Manson, uma estudante de medicina e aspirante a cirurgiã, que, para financiar seus estudos e quitar suas dívidas, embarca no mundo da modificação corporal extrema e das cirurgias clandestinas. Entre alguns de seus clientes, por exemplo, Mary encontra uma jovem que deseja ser transformada em uma boneca humana e para isso precisa de uma cirurgia que suture suas partes íntimas. American Mary traz uma mistura de horror corporal com o subgênero de vingança e estupro, explorando as questões de autonomia corporal levada a extremos, objetificação e identidade. 

american mary

8. Rabid (2019)

Outro filme dirigido pelas irmãs Soska é Rabid, refilmagem da produção homônima de 1977 de David Cronenberg. Estrelado por Laura Vandervoort, o longa traz Rose, uma jovem que tem o rosto terrivelmente desfigurado após um acidente. Ela decide então ser submetida a um tratamento experimental com células-tronco na tentativa de curar suas lesões. Embora se mostre eficaz, o tratamento causa consequências perigosas, como alucinações violentas e uma sede de sangue insaciável. Rabid traz imagens grotescas e inquietantes, entregando um filme de horror que satiriza a indústria da moda e beleza. 

rabid

9. Fresh (2022)

Longa-metragem de estreia da diretora Mimi Cave, Fresh foi considerado um dos melhores filmes de terror de 2022. E com razão! Protagonizado pela dupla Daisy Edgar-Jones e Sebastian Stan, o longa segue Noa, uma jovem desiludida com aplicativos de namoro, que se apaixona pelo misterioso Steve. Entretanto, ao ser convidada para uma viagem de fim de semana, ela logo descobre um lado perturbador do novo namorado. Permeado por momentos cômicos extremamente inteligentes, Fresh utiliza o horror corporal e o canibalismo para tecer comentários sobre a violência da misoginia e os problemas do namoro moderno. 

Fresh
Divulgação / Searchlight Pictures

10. Titane (2021)

Responsável por render a Palma de Ouro para a diretora Julia Ducournau, Titane explora questões como maternidade e humanidade por meio da história de Alexia, interpretada por Agathe Rousselle, uma jovem que tem uma placa de metal no crânio, fruto de um acidente de carro sofrido na infância. Se sentindo mais próxima de carros do que de humanos, Alexia revela ser uma assassina em série. Tudo fica ainda mais bizarro quando a jovem tem relações sexuais com um carro, engravidando de um ser híbrido (mas não aquele híbrido que a gente conhece). Apesar da premissa perturbadora, Titane equilibra partes ternas e horríveis, oferecendo um filme intrigante que diz muito sobre autonomia, monstruosidade, gênero e os limites do nosso corpo.

titane

11. Os Filhos do Medo (1979)

Escrito por David Cronenberg após seu processo de divórcio, Os Filhos do Medo abriu as portas para a era de ouro do diretor nos anos 1980. Com elenco liderado por Oliver Reed, a trama segue um controverso psicoterapeuta que incentiva seus pacientes a literalmente darem à luz a suas emoções suprimidas por meio de estranhos processos de somatização. No centro disso encontra-se Nola Carveth, interpretada por Samantha Eggar, uma perturbada mulher que, em meio à disputa pela custódia da filha de cinco anos, passa a gerar criaturas mutantes e violentas. Com sua história sobre saúde mental, maternidade e paternidade, Os Filhos do Medo é um clássico da filmografia de Cronenberg, mostrando todo o talento do diretor quando o assunto é horror corporal. 

Os filhos do medo
© 1979 New World Pictures

12. Tusk: A Transformação (2014)

Como seria ser transformado em um animal? Esse é o ponto de partida de Tusk: A Transformação, filme dirigido por Kevin Smith que aborda o horror corporal pelo viés da comédia absurda. Estrelado por Michael Parks e Justin Long, a produção conta a história de Wallace, um podcaster arrogante que viaja para o Canadá para uma entrevista. No processo, ele conhece Howard Howe, um excêntrico marinheiro aposentado com o plano sombrio de recriar seu amigo, uma morsa chamada de Sr. Tusk. Como se não fosse suficiente, Tusk: A Transformação mostra Howard costurando Wallace em um traje feito de carne humana e o condicionando a agir como uma morsa. 

tusk

13. A Centopeia Humana (2009)

Quando o assunto são experimentos em humanos, poucos filmes enojam tanto quanto A Centopeia Humana. Escrito e dirigido pelo cineasta neerlandês, Tom Six, o filme apresenta um cirurgião alemão aposentado, renomado mundialmente por seu trabalho na separação de gêmeos siameses, que sequestra três turistas com o objetivo de utilizá-los em seu experimento macabro: gerar uma nova criatura a partir da união cirúrgica de pessoas. Ele decide formar uma “centopeia humana”, conectando cirurgicamente suas vítimas pelo sistema digestivo, ou seja, da boca de um ao ânus do outro. Nem precisamos dizer que o filme chocou os espectadores e foi banido em muitos países, não é mesmo? 

centopeia humana

LEIA TAMBÉM: A MACABRA MEDICINA DOS MÉDICOS QUE FAZEM CIRURGIAS EM SI PRÓPRIOS

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Medicina Macabra 2 + Brinde Exclusivo
R$ 89,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Medicina Macabra 3 + Brinde Exclusivo
R$ 89,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneCuriosidadesProfissionais da Morte

O que é teoria e o que é fato sobre a morte da princesa Diana

Tragédias que ganham os noticiários mundiais costumam vir carregadas de teorias...

Por DarkSide
Crime ScenePerfilProfissionais da Morte

Você sabe o que faz uma limpadora de traumas? Conheça Sandra Pankhurst

Você sabe o que faz um limpador de traumas? Não, não estamos falando de nenhum tipo...

Por DarkSide
Crime SceneEntrevista

Predador Americano: autora levou seis anos e gastou 30 mil dólares para investigar Israel Keyes

Como jornalista e fã do ofício, adoro ler livros escritos pelos meus colegas. ...

Por Liv Brandão
CuriosidadesDarklove

Lendas Japonesas: Quem são kitsune e tanuki?

O folclore japonês é povoado por criaturas mágicas que há muito nos fascinam por...

Por DarkSide
FilmesNovidades

The Substance: O elogiado filme que mistura O Médico e o Monstro e Showgirls

“Visionário feminista sobre terror corporal”, “filme cruel e...

Por DarkSide